Início » Negócios » Facebook reorganiza diretoria e cria divisão de blockchain

Facebook reorganiza diretoria e cria divisão de blockchain

Emerson Alecrim Por

O Facebook tem um monte de questões para resolver, com destaque para os efeitos do escândalo Cambridge Analytica e a adequação à nova lei de privacidade da União Europeia. Mas isso não impediu a companhia de promover a maior reorganização interna da sua história. Na verdade, talvez tenha motivado. As mudanças incluem até a criação de uma divisão de blockchain.

Essa reorganização altera o quadro de executivos do Facebook. Mark Zuckerberg continua como CEO, mas vários outros nomes importantes foram movidos para áreas diferentes ou assumiram novas responsabilidades.

Executivos - Facebook

A divisão de blockchain, por exemplo, vai ficar a cargo de David Marcus. Talvez você nunca tenha ouvido falar dele, mas Marcus liderou o Facebook Messenger nos últimos quatro anos e foi, portanto, responsável por torná-lo um dos principais serviços da rede social.

Marcus não foi escolhido ao acaso para a nova divisão. Ele já foi CEO do PayPal e faz parte do conselho da Coinbase, uma das maiores casas de câmbio de moedas digitais do mundo. Experiência com sistemas financeiros ele tem, portanto.

É pouco provável que o Facebook esteja planejando lançar uma criptomoeda. Possivelmente, o plano da empresa é se aprofundar no assunto para suportar transações com moedas digitais ou empregar a tecnologia do blockchain em outras aplicações.

Mas as mudanças vão muito além da divisão de blockchain. Basicamente, o Facebook dividiu os seus serviços e operações em três grupos principais. O primeiro, focado em aplicativos, incluirá Messenger, Instagram, WhatsApp e a própria plataforma do Facebook. Ele será liderado por Chris Cox, outrora diretor de produtos da empresa.

Voltada a novas plataformas e infraestrutura, a segunda divisão incorporará projetos de longo prazo, incluindo áreas como realidade virtual, realidade aumentada e inteligência artificial. O Workplace, concorrente do Facebook para o Slack, também ficará aqui. O mesmo vale para a divisão de blockchain. O grupo será liderado por Mike Schroepfer, que continua como diretor de tecnologia.

Facebook

O terceiro grupo é direcionado a serviços. Ali estarão as divisões que cuidam de anúncios, segurança, engajamento e afins. Javier Olivan, principal responsável pelas estratégias de crescimento do Facebook, vai assumir o comando.

Também está havendo mudanças em outras áreas, incluindo lideranças de produto e comunicação. O que mais chama atenção é que, normalmente, esse tipo de reorganização envolve demissões e novas contratações. Zuckerberg, porém, optou por fazer uma troca de lugares.

Faz sentido. O Facebook precisa continuar crescendo, mas deve evitar novos problemas como o da Cambridge Analytica. Para isso, é importante que os esforços sejam liderados por gente que conhece bem os pormenores da companhia. A maior parte dos executivos está no Facebook há anos. Javier Olivan, por exemplo, se juntou ao time há mais de uma década.

Com informações: Recode.

Mais sobre:

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação