A Tesla enfim liberou parte do código-fonte de seus produtos automotivos, começando pelo sistema de entretenimento a bordo e pelo Autopilot, tecnologia de condução semiautônoma. A companhia era criticada por basear suas criações em softwares open source e não compartilhá-las com a comunidade.

Pela licença GPL, adotada por softwares como Linux e BusyBox, utilizados nos produtos da Tesla, é permitido estudar e adaptar o código-fonte de um programa, desde que as melhorias sejam liberadas para a comunidade. A Software Freedom Conservancy, organização sem fins lucrativos que apoia projetos open source, diz que conversava com a Tesla desde junho de 2013 para que os termos fossem cumpridos.

A empresa de Elon Musk começou a disponibilizar o código-fonte na semana passada. O material inclui as ferramentas para criar a imagem de sistema do Autopilot e a tecnologia de entretenimento a bordo presente nos carros Model S e Model X, mas deixa de fora os aplicativos proprietários da Tesla e os binários da Nvidia, responsável pelos processadores dos veículos.

Não se trata da versão mais recente do código-fonte, mas a Tesla promete que os repositórios serão atualizados com o tempo. Além disso, o material utilizado em outros sistemas dos automóveis será liberado “em um futuro próximo”.

Os códigos já podem ser acessados por qualquer um no GitHub.

Com informações: Electrek.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

ecarvm

Pois deveria, assim não sai atropelando ninguém como outro dia

ecarvm

Cidadão, quem abriu o código foi a Tesla, não o Uber. No maximo o mesmo devia olhar e aprender, pois o que sabemos, um carro do Projeto Uber matou recentemente uma ciclista. Sobre pra que interessa um código? Ah, para

Uriel Dos Santos Souza

Parece que o Musk não é tão legal assim!

Matheus Rocha Cardoso

A Uber vai abrir o código-fonte do quê, meu querido? Ainda não opera com carros autônomos, somente conecta motoristas com passageiros. Por quê o source disso te interessa?

VaGNaroK Alkimist

Se as fundações open-source tivessem entrado na justiça (já que elas tem direito devido as licenças que a tesla se beneficia) ela teria acatado a exigência e teria lançado o código faz tempo. Creio que a justiça não foi envolvida no caso, por isso essa demora.

Joao

Tesla Lixo, demorar 5 anos pra liberar versao velha é uma vergonha. Tá na hora das fundações começarem a processar essas filhas da puta que desredpeitam a GPL.

Nicolas_RS

Sim, ela vai aprender o que não fazer!

Juan de Souza

Boa! =)

ecarvm

Aprende Uber!