Vimos que a Netflix estava testando um novo plano chamado Ultra em alguns países da Europa. Ele já aparece como uma opção no Brasil, e pode trazer más notícias para quem assina os planos Padrão ou Premium — que talvez passem a oferecer menos streamings simultâneos.

Tudo indica que a Netflix está fazendo um teste A/B para avaliar como implementa o plano Ultra no Brasil. Em um dos cenários, ele custa R$ 53,90 mensais e os planos Padrão e Premium seguem intactos. No outro cenário, o Ultra sai por R$ 45,90 mensais, mas o Premium só funciona em até duas telas; e o Padrão, em apenas uma tela.

Os dois cenários que a Netflix está testando

Estes são os detalhes do primeiro cenário:

  • Básico: apenas uma tela por vez, sem resolução HD, R$ 19,90
  • Padrão: duas telas simultâneas, resolução HD (Full-HD em alguns casos), R$ 27,90
  • Premium: quatro telas simultâneas, resolução 4K, sem HDR, R$ 37,90
  • Ultra: quatro telas simultâneas, resolução 4K, com HDR, R$ 53,90

E estas são as condições do segundo cenário:

  • Básico: apenas uma tela por vez, sem resolução HD, R$ 19,90
  • Padrão: apenas uma tela por vez, resolução HD (Full-HD em alguns casos), R$ 27,90
  • Premium: duas telas simultâneas, resolução 4K, sem HDR, R$ 37,90
  • Ultra: quatro telas simultâneas, resolução 4K, com HDR, R$ 45,90

No primeiro caso, a diferença entre os planos Premium e Ultra está apenas no suporte a HDR, e isso custa R$ 16 adicionais todo mês. No segundo caso, a Netflix cobra R$ 8/mês adicionais por HDR e quatro streaming simultâneos — mas piora as condições do Premium.

Em meus testes, o preço do plano Ultra parece variar de forma aleatória. Eu vi as duas opções usando o mesmo navegador (Chrome ou Microsoft Edge) em momentos diferentes. E, às vezes, o plano Ultra nem aparece. Em todos os casos, o plano Premium é selecionado por padrão.

Neste cenário, o plano Ultra custa R$ 53,90 mensais; o Premium mantém os quatro streamings simultâneos; e o Padrão continua com duas telas ao mesmo tempo

Neste caso, o plano Ultra custa R$ 45,90 mensais, mas o Premium funciona em apenas duas telas; e o Padrão, só em uma tela

Em comunicado ao Tecnoblog, a Netflix diz:

Nós testamos continuamente novas coisas na Netflix e esses testes normalmente variam em duração. Nesse caso, estamos testando preços e recursos ligeiramente diferentes para entender melhor como os consumidores valorizam a Netflix. Nem todo mundo vai ver esse teste e talvez não possamos oferecer os preços ou recursos específicos contemplados.

Por que um plano mais caro?

Como explica o Engadget, um plano mais caro era inevitável para a Netflix. Ela tem uma dívida enorme porque financia suas séries e filmes originais: são US$ 15,5 bilhões em passivos, dos quais cerca de US$ 10 bilhões foram para conteúdo.

A empresa espera quitar isso no futuro com sua base de clientes pagantes. O número de assinantes vem crescendo em um ritmo recorde, mas não está claro se essa expansão vai continuar dessa forma. São 125 milhões de usuários atualmente.

É arriscado aumentar preços enquanto a concorrência ganha força. A Amazon expandiu o Prime Video para mais países, incluindo o Brasil. E a Disney, além de ter controle do Hulu após a aquisição da Fox, planeja lançar um serviço de streaming próprio até o final de 2019.

Neste caso, a Netflix está contando que seu conteúdo original será o bastante para reter assinantes, e também para fazê-los pagar um pouco a mais do que antes. Será que vai dar certo?

Obrigado, Brendo! Atualizado em 10/07.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Gabriel Lohem

A Netflix está cada dia correndo com extrema vantagem na liderança do pior serviço de streaming do Universo kkkkkkkkk...

Adriano Garcez

Cetáloco.. ainda bem que a Netflix não tem essa mentalidade.
Aqui em casa são 4 pessoas; pela sua conta, sairia por R$60 ¬¬

Thiago Mocci

Acho que a Netflix devia mudar a estrutura dos planos. Coloca um preço base e você seleciona se quer HD, Full HD ou 4K e se quer mais 1 tela, 2 telas ou 3 telas extras.

HD com 1 tela por R$ 19,99
Full HD com 1 tela por R$ 24,99
4K com 1 tela por R$ 29,99
Adicione telas por R$ 10/cada

Afinal, gostemos ou não, essas telas extras são um convite a dividir a assinatura, deviam ser cobradas a parte de quem quer usar, barateando pra quem não precisa e dando uma aumentada até, pra quem precisa de mais telas do que a sua.

André Ricardo

Desse jeito a galera vai voltar pra TV a cabo... e olha quem com esse preço ultra vale mais a pena assinar a Claro TV no plano básico ou smart e ter acesso ao NOW com um vasto catálogo, além de muita série disponibilizada pelos canais pagos.

Adriano Garcez

Pouco mais de 1 mês depois assistindo obrigatoriamente a conteúdo HDR nas minhas séries favoritas, digo que gostaria e muito poder assinar o plano de 4 telas sem HDR. Minha TV não é compatível com Dolby Vision, então o HDR fica uma porcaria - por mais que a Netflix diga que é compatível com HDR10+, a qualidade é péssima. Se ao menos tivesse a opção de desabilitar o HDR...

Elen Tavares

Poxa, esta segunda simulação fere o código do Direito do Consumidor...

Andre Costa

Eu me lembro de uma vez eles mexerem na questão de reajuste de preço. Agora retirar recursos já é sacanagem.

angelobio

Pois é: chora mas não cancela.

angelobio

Pode sim, como já fez. Depois de 3 meses recebe um e-mail.

Rick

ja vão tirar o HDR amigo!

Rick

Que ótimo, agora vou ter q pagar R$53 reais pra poder ter o HDR.
Carniceiros!

Firmino Gomes

bora pra blockbuster!

Rauan Kael F Cabral

Prefiro pagar, R$ 7,90 no Amazon Prime

Wellington Guimarães

Adoro a Netflix, mas também caio fora caso mexam no Premium.

Rafael Cristian

se reduzirem o limite de tela do premium, eu vou sair fora, Netflix vai perder bastante assinante ,
4 telas so a versao de 53,00 vai se fuder ne netflix

Exibir mais comentários