Início » Antivírus e Segurança » Hackers revelam falhas em urnas eletrônicas dos EUA e criam tensão com fabricantes

Hackers revelam falhas em urnas eletrônicas dos EUA e criam tensão com fabricantes

Em conferência, hackers encontraram formas de manipular votos, mas foram questionadas por quem produz as urnas

Victor Hugo Silva Por

A suspeita de interferência russa nas eleições presidenciais de 2016 nos Estados Unidos aumentou as suspeitas sobre a credibilidade do processo de votação. Muitas pessoas consideram que o resultado pode ser manipulado com certa facilidade. E, nessa discussão, a desconfiança recai também sobre as urnas eletrônicas.

Neste domingo (12), na abertura da Defcon, a maior conferência para hackers dos EUA, um grupo de especialistas foi convidado a testar as urnas durante um hackathon. Eles conseguiram trocar o sistema das máquinas, descobrir plug-ins que não deveriam estar funcionando e outras formas de manipular o voto.

Congresso dos Estados Unidos (Imagem: PxHere)

A descoberta criou um acirramento entre hackers e fabricantes de urnas eletrônicas, que foram apoiadas por autoridades. Os testes comprovaram algumas brechas de segurança, mas foram questionados pela ala que defende a credibilidade das máquinas.

Segundo algumas fabricantes, o evento não é capaz de reproduzir com fidelidade o cenário de um dia de votação. "Qualquer um poderia invadir qualquer coisa se você colocá-la no meio de uma sala e oferecer à pessoa acesso e tempo ilimitado", criticou Leslie Reynolds, diretora-executiva da Associação Nacional dos Secretários de Estado.

A posição é compartilhada por algumas fabricantes. Para a Election Systems & Software, por exemplo, a situação real não oferece tanta liberdade para quem deseja burlar uma eleição. Antes de chegar às urnas, é preciso lidar com mesários, bloqueios, senhas e outras medidas de segurança adotadas em uma situação como essa.

Para Monica Tesi, porta-voz da empresa, a Defcon falha ao não oferecer soluções de segurança ao sistema de votação americano. Segundo ela, o evento leva a uma situação contrária, expondo o processo às ameaças externas – leia-se Rússia.

O organizador do hackathon realizado na Defcon, Jack Braun, discordou das posições. Para ele, alguns estados e empresas estão cometendo um erro ao não participarem do evento. "Acredito que seria uma ameaça à segurança nacional não fazer isso [os testes nas urnas]", afirmou.

Em março, o Congresso americano destinou US$ 380 milhões para o sistema eleitoral. A verba será usada pelos 50 estados e os cinco territórios para melhorar os equipamentos usados nas votações e realizar testes e treinamentos de segurança.

Os EUA realizarão, em novembro, as eleições legislativas que definirão novos deputados e senadores. Portanto, a atenção para eventuais interferências externas e falhas de segurança nas urnas deverão aumentar nos próximos meses.

Com informações: Wall Street Journal.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

richardsonvix
Não é preciso forjar a urna ou o processo de transferência, basta forjar o voto já consolidado.Quem vai aferir/auditar validando a contagem?No mínimo era para se ter voto misto, eletrônico + impresso com id atrelado ao CPF, então havendo necessidade de recontagem as pessoas, no seu verdadeiro exercício de cidadania, teriam que validar seus votos de alguma maneira, talvez uma contagem antiquada de votos manuais seria o mais adequado.É o preço da democracia num mundo corrupto.
richardsonvix
As do Brasil já provaram isso por a+b, mas na verdade não adianta nada porque abafam quem denuncia, viram vídeos perdidos no Youtube e etc.Os maiores interessados, os partidos políticos, só precisam molhar a mão da mídia e pronto.
Fabio Santos
Cédula papel sempre melhor opção neste caso.
brunocabral
Tu ta bem mal informado http://www.brunazo.eng.br/v...
brunocabral
É verdade sim senhor.
꧁꧂ Bad Vibes ꧁꧂
Eleição presidencial americana se dá por meio de colégio eleitoral no qual usa cédula de votos (ballot). O voto popular, na qual a Clinton venceu, pode usar urnas eletrônicas.Depois reclamam de serem taxados de fake news
Felipe Liʍa
aqui na minha cidade nao!! segundo os fiscais "FOI ORDEM DO JUIZ!"
Felipe Liʍa
aqui na cidade nao! segundo os fiscais "FOI ORDEM DO JUIZ!"
Felipe Liʍa
no mundo PERFEITO sim!!mas no MUNDO BRAZZZZIL esses tais "os auditores" seriam escolhidos por pessoas ligados ao GOV/PARTIDOS/INTERESSADOS¯\_(ツ)_/¯
William Alves da Silva
E papel é mais seguro que um sistema que precisa de tempo e acesso irrestrito para ser hackeado?
🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ
Ué, na minha sessão eleitoral tinha em todas as salas.
Renan Alves
na minha seção tava tudo normal https://uploads.disquscdn.c...
brunocabral
Na verdade, a auditoria é uma contagem, os auditores seriam os mesmos que contariam no voto inteiramente de papel. Hoje, a contagem (boletim de urna), é feita na frente dos fiscais (filiados as partidos que estão disputando a eleição).
Marcos Guilherme
Comecei até a ver alguns candidatos a República aqui ao invés de só votar nulo, me simpatizei pelo Amoedo do Novo o que você acha?
Felipe Liʍa
emitem um boletim com o resumo dos votos dela para conferência com o resultado geral.em tese sim! mas na prática NAO acontece isso! os BU so ficam para os partidos, juizes, fiscais, e aquele q deveria ficar exposto para a população em geral "misteriosamente" some da parede!! 😟
Felipe Liʍa
e qm.vai escolher a empresa responsável pela auditoria? 🤔
Felipe Liʍa
mas nas eleições de 2014 e 16 teve varias seções q nao deixaram os BU acessível para o povão verificar os votos!! Os próprios partidos faziam questão de arrancar todos os BUs pra ngm ver :/
Felipe Liʍa
mas ela nao é
Felipe Liʍa
nao existe sistema perfeito
Drax
interessante, valeu. Porém, ele demonstrou que o maior problema não é a urna em si, mas quem manuseia. Eles controlam e tem as chaves de acesso. Se há fraudes, não é pq o aparelho é hackeável, mas porque quem manuseia age de má-fé.Nesse caso vale a sugestão do entrevistado, de permitir a auditoria dos votos por mais pessoas, alheias ao processo eleitoral
Rafael Alves
Recomendo que assista a este vídeo de 2014 - https://www.youtube.com/wat...
Mendonza
Mas ela JÁ É melhor que o papel.
Mendonza
O mundo é cinza, e a gente já vive ele assim mesmo. Curioso que penso o oposto: indivíduos incapazes de viver a realidade e colocam culpa no sobrenatural/capeta/metafísica/ursal etc etc.. Deep web, criando pelo em ovo desde 1.200 a.c.
Marcos Guilherme
Comecei a rever meus conceitos. Viu?! Assim acaba por despertar mentes muitas vezes inertes ou cegas por conceitos impróprios . Vlw!
Marcos Guilherme
Verdade, não seria somente problema nas urnas.
Marcos Guilherme
Pode ser um ciclo virtuoso se as empresas participassem mais de eventos como esse da matéria.
Marcos Guilherme
Estava me perguntando de onde é a empresa que fabrica, agora que descobri sendo Venezuela.
Seraph
Nesse eu poderia achar viável
Seraph
Aham, EUA usa papel tbm?
Seraph
Não sei em que mundo você vive pra achar que ver o voto é o mesmo que evitar fraude.
PugOfWar
nesse caso não é problema do voto eletrônico, mas de todo o mecanismo que é corrupto, nenhum sistema vai ser idôneo assim
rbnamerico
Tem a galera que acha voto em papel mais seguro, mas acho que a discussão que tem rolado nos ultimos 2 anos é ter voto em papel como meio de auditoria do registro eletronico, já que a urna pode receber 5 votos no candidato A, 4 no candidato B, e registrar estes votos como se fossem 9 no candidato C sem que isso seja detectável, já que a folha de resumo pode apenas exibir os registros já manipulados, e neste caso, desde que bata com a quantidade de votos que aquela urna recebeu, a fraude passaria indetectávelo problema a meu ver é que eu posso votar no candidato A, a urna pode imprimir candidato A e registrar o voto no candidato B do mesmo jeito, sem eu perceber. Ao auditar os votos em papel (uma semana depois da eleição...?!) o resultado seria diferente do digital, e nesse caso, qual dos dois totais seria considerado manipulado, o digital ou o em papel? E se o digital fosse preterido em favor do voto em papel, pra que serviria urna eletronica então? Além disso, nenhuma das duas possibilidades (100% digital ou digital+papel) garantem total confiabilidade sobre a apuração, porque se a urna for 100% confiável mas o banco com os registros finais puder ser manipulado, ferrou do mesmo jeito!
rbnamerico
Tem casos documentados de quebra de blockchains, é díficil mas possível na prática
Drax
Não sou ingênuo, só quero que as pessoas sejam coerentes na discussão. Começamos discutindo se as urnas são hackeáveis ou não. Aí eu perguntei, como que alguém vai hackear sem acesso? se as urnas nem mesmo estão em uma rede.Claro que se alguém tiver acesso direto ao aparelho a história multa. Mas aí não é só questão de segurança da urna, mas também do local de armazenagem.Também não pus a culpa somente no programador, claro que se ele fizer algo é porque estará envolvido em um esquema muito maior. Mas não é essa a discussão aqui, é a possibilidade de hackear a urna, como isso se dá. Vão invadir o prédio e acessar os aparelhos?O jogo de poder sempre teve, desde a época do voto no papel. Sei de gente que, nas antigas, depois das votações atirou um monte de cédulas de uma urna no fogo. Isso sempre ocorreu
🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ
Pessoal foca no ponto que eu considero menos preocupante, pois o principal no caso brasileiro seria coibir a compra de votos, abuso de poder econômico, boca de urna e coerção.Óbvio que tudo pode ser hackeado, mas nossas urnas nem tem acesso a internet e emitem um boletim com o resumo dos votos dela para conferência com o resultado geral. No futuro espero votar usando meu celular com segurança garantida via blockchain.Quem acha voto impresso mais seguro e eficiente deveria voltar a usar máquina de escrever e não computador.
Mendonza
Tá precisando arrumar é terreno baldio pra esses conspiracionistas fazerem algo de útil.
Mestre iOdo
Por quê?
Marcos Guilherme
Assim como você concordo em parte no que você descreveu, o ruim de se discutir aqui é que as pessoas vão logo te chigando, apesar de que você fez isso mas defendeu seu ponto de vista. Vamos lá:1-Como optar por um dos lados se ambos estão conrropidos?2 - É ser preguiçoso, cômodo e covarde aquele que sabe que a maquimá não funciona de nenhum dos lados e nao opta por nenhum? Enquanto não existir outra opção como optar por algum? 3- Convordo que devemos sim fazer algo pelo país, indepedente se existe direita e esquerdas conrropidos, esse seu ponto de vista foi excelente.4- O fato de colocarmos aqui tudo isso em discussão já é deixar de cruzar os braços.Abraços e obrigado pelas palavras.
davi koscianski vidal
Mas o argumento foi outro: dado tempo e acesso, QUALQUER sistema é vulnerável.Nesse ponto, essa afirmação ("Qualquer um poderia invadir qualquer coisa se você colocá-la no meio de uma sala e oferecer à pessoa acesso e tempo ilimitado") tá correta. Se você baseia a (não-)vulnerabilidade de um equipamento na base de um teste em que o invasor tem acesso e tempo ilimitado, o teste não vale nada. Não existe sistema seguro. Existe sistema caro de ser invadido.Quanto à outras possibilidades/técnicas de invasão: concordo que pode ser possível.Quanto a vícios do software da urna: perfeitamente possível e, sem voto impresso, virtualmente indetectável.Não estou defendendo as urnas eletrônicas. Estou concordando com UM argumento de UMA pessoa.
Renan Alves
cara quando termina a eleição e imprimido um pepel onde consta os votos que cada seção teve, com esse papel dá pra ir no site do TRE e consultar os votos e ver se está igual ao que foi imprimido
Renan Alves
quando é iniciado a eleição é feito a zerésima, onde mostra que a urna está zerada, e algumas urnas são testes para saber que está tudo em ordem. para algo sair de fabrica seria muito difícil, e seria em um numero muito restrito, não acho que as urnas sejam as mais seguras do mundo, mas só papel como muitos países a achasse de fraude é muito maior
Renan Alves
as urnas são uma ideia boa, porem deve ser criado um modo que possa ser usado para validar, Nada é 100% seguro, até mesmo papel existe forma de fraudar,
Nicolas_RS
Serio que tu acha que isso depende do programador? Isso é muito maior que um programador se é que me entende.
Drax
mas aí não é hackear, é má-fé do programador
Marks Duarte
É sério que estou lendo esse tipo de comentário aqui no TB?
Neko
Não subestimem hackers russos e chineses, o que tem que se levar em conta é ver quais são essas falhas e corrigir.
Nicolas_RS
Sim, e daqui a pouco, vão descobrir vulnerabilidades nessas urnas! É assim o mundo da programação.
brunocabral
Os paraguaios proíbiram por frescura. As urnas brasileiras precisam ser ATUALIZADAS, não removidas. Uma DRE (urna) de 3º geração é o mecanismo mais seguro de votação possível, pois possui o voto em papel para auditoria.
brunocabral
Na verdade os países de 1º mundo já estão migrando para a Urna eletrônica de terceira geração (a que imprime o voto numa urna selada). Já o Brasil ainda usa as velhas DREs (urnas) de primeira geração.
Nicolas_RS
Já pensou que o programa pode ser programado para ter um porcentagem X para um candidato e Y para outro de fabrica? Até o Paraguai proibiu as urnas eletrônicas que o Brasil usa.Pesquise um pouco sobre as urnas eletrônicas e verá o quanto são vulneráveis a manipulações, não adianta, tecnologia, é uma corrida de gato e rato, hoje se desenvolve um super programa, amanha se descobre um vulnerabilidade, depois de amanha corrige e no 4 dia, descobre outra vulnerabilidade e assim é um ciclo vicioso.https://computerworld.com.b...http://wijvertrouwenstemcom...
mc
A urna iria imprimir um papel,atravês de um vidro,o usuario viria o voto que a urna imprimiu,este voto ficaria numa caixa.Seria um metodo que diminuiria as chances de algum fraude.
DDR31600Mhz
Eu sou veio, lembro das eleições de papel, fui em algumas apurações com o meu pai, o que tinha de urna gorda não tá escrito.A questão da urna eletrônica não é ela ser mega segura como um carro forte, não existe sistema infalível e que não possa ser quebrado, ela só precisa ser melhor que o papel.
Drax
Então explique, ué. Eu não tenho tanto conhecimento também, até pq não sou da área. Mas tenho o mesmo pensamento que o Felipe. As urnas nem mesmo são conectadas à qualquer rede. Como hackear? Vai ser manualmente durante a votação? Algum eleitor vai tentar fazê-lo?Além disso, seria necessário a invasão de milhares de urnas para manipular uma eleição.
Nicolas_RS
Aqui um ignorante em cima, achando que um país cresce sem governo ou com fadas no comando!
Nicolas_RS
Verdade, vamos colocar uma fada no poder! Foi assim que os EUA, Suíça, Canada, Japão e tantos outros países se tornaram modelo para outros!²
Nicolas_RS
Verdade, vamos colocar uma fada no poder! Foi assim que os EUA, Suíça, Canada, Japão e tantos outros países se tornaram modelo para outros!
Nicolas_RS
É mais claro que o sol que tu não tem o minimo conhecimento sobre vulnerabilidades/urnas!
Nicolas_RS
Deve ser por isso que os melhores países evitam usar as urnas, já os piores como Venezuela, Brasil e India usam a mais "tecnologia", as urnas, SQN.
Nicolas_RS
Me fala que isso é zuera.
Marcos Guilherme
Finalmente um comentário bom de ler e concordar, cara você mito. Não teve essa de direita e esquerda, na verdade breve veremos fanáticos doentios comentando por aqui e o que mais me indigna é que não percebem que o sistema está corrompido e inchado que fod*%# sempre os brasileiros independente de qual lado está,vlw!!
Marcos Guilherme
Foi um espião da Russia, especializado em invadir e hackear!
Marcos Guilherme
Tive um déjà vu nessa matéria!!?!!??“Qualquer um poderia invadir qualquer coisa se você colocá-la no meio de uma sala e oferecer à pessoa acesso e tempo ilimitado”Com esse tempo o cara que é um usuário comum se torna hacker e invade kk!
...
blockchain
Victor Hugo Silva
"Sala". Corrigido :)
Brunno Hard ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ
Sela?
Robert Rey
É preciso dois métodos de contagem de votos, um eletrônico/digital e outro manual. Se os dois métodos batessem 100%, então as chances de uma eleição fraudulentas seriam menores, mas como aqui foi proibido, então...
Robert Rey
Se os dois métodos são inseguros, então mais uma vez Frank Underwood tinha razão: "Democracy is so overrated"
Seraph
De papel jamais será seguro, totalmente inviável isso.
Alberto Prado
Poderia ser ambos. Mas o TSE já tá enrolando faz uma década. O que torna tudo ainda mais suspeito.
Alberto Prado
Órgãos públicos quase sempre tem gente com ego e orgulho em demasia para acata críticas e melhorar o seu trabalho. É nojento trabalha com esse povo.Ps: sela???
Felipe
Mais segura que o de papel, pelo menos 🤷
Azr
Exato, que fala que não é segura, são os "gopitas".
Felipe
“Qualquer um poderia invadir qualquer coisa se você colocá-la no meio de uma sela e oferecer à pessoa acesso e tempo ilimitado”Olha eu tenho que concordar. Ao mesmo tempo que as empresas deveriam estar juntas resolvendo as falhas encontradas, é inviável imaginar que uma quantidade considerável de urnas seria manipulada a ponto de gerar uma mudança considerável, ainda mais no cenário nacional. É muita gente envolvida pra você conseguir pegar a urna e fazer algo desse tipo
Seraph
Não acho que tenha algum método seguro, sinceramente. pra mim qualquer Hacker com tempo consegue quebrar o sistema de qualquer urna. Não tem um método 100% seguro mesmo :/
Robert Rey
Mas as daqui são seguras. Pode confiar.