Início » Celular » Huawei trapaceia em benchmarks com o Kirin 970

Huawei trapaceia em benchmarks com o Kirin 970

Processador passa a consumir o dobro de energia quando detecta que um app de benchmark está sendo executado

Paulo Higa Por

A chinesa Huawei é mais uma empresa a ser pega trapaceando em testes de performance: ao detectar que um aplicativo de benchmark está rodando, o Kirin 970, processador para smartphones que equipa o P20, P20 Pro e Honor Play, entra em um modo de energia especial para atingir um desempenho que nunca é fornecido em condições normais de uso.

Quem descobriu o esquema foi o AnandTech, quando percebeu que o Honor Play, smartphone gamer com GPU potente, apresentava um desempenho pior que o do P20 Pro, embora ambos tenham o mesmo processador. Eles rodaram versões modificadas de aplicativos de benchmarks, que não são detectadas pelo sistema da Huawei, e notaram que as diferenças chegavam a quase 40%.

No GFXBench Manhattan 3.1 Off-screen, por exemplo, que testa o chip gráfico sem ser influenciado pela resolução da tela, o P20 Pro atingiu média de 36,74 fps, contra 33,56 fps do P20 e 26,15 fps do Honor Play na versão modificada do AnandTech. Já quando a versão padrão do teste é executada, o processador entra no modo de benchmark e os três apresentam resultados parecidos, na casa dos 39 fps.

O que aconteceu? Basicamente, quando certos aplicativos são executados, o processador entra em um modo especial que gasta bem mais energia — passa de 4,39 watts para 8,57 watts no caso do Honor Play com Kirin 970. Isso chega a dobrar o desempenho, mas reduz a vida útil da bateria, faz o aparelho esquentar mais e diminui a eficiência energética, por isso, só é ativado em benchmarks.

Huawei diz que os outros fazem a mesma coisa

Em resposta, a Huawei admitiu que implantou um modo de benchmark em seus processadores, mas disse que “outras fabricantes também enganam com seus números”, e que isso está se tornando “uma prática comum na China”. O presidente da divisão de software da Huawei, Wang Chenglu, conta ao veículo que “outros fazem o mesmo teste, conseguem resultados mais altos e a Huawei não podia ficar quieta”.

A Huawei não comentou como irá lidar com o recurso de detecção de benchmarks nos próximos lançamentos — o Mate 20, próximo topo de linha da marca, deverá ser lançado em 16 de outubro.

Samsung também foi pega em 2014

A Samsung se envolveu na mesma polêmica em 2014: o Galaxy S4, equipado com um processador Exynos 5 Octa, fazia uma espécie de overclock quando detectava que aplicativos de benchmark estavam sendo executados — o chip gráfico trabalhava a 480 MHz quando o usuário rodava jogos bem pesados, mas chegava a 500 MHz só ao abrir o GFXBench.

Após ser descoberta, a Samsung liberou uma atualização de sistema que removia a trapaça.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lúcio

Parabéns, melhor resposta..rs

Alessandro

Se a pessoa confia nas propagandas, algo não tá certo, o melhor é ver os testes raiz, feitos no quintal, nesses da para quase acreditar

Franco Luiz

Sem novidades quem compra aparelho por numeruzinho de benchmark so lamento por acreditar em mentiras...... Desde o dia q eu peguei um moto G 1 e mudei o kernel e com isso ele ganhou quase 20k de pontos no benchmark eu parei de leva isso a serio

Stark

https://tecnoblog.net/25638...

Infelizmente não é a única que trapaceia.

zoiuduu .

Se meus amigos tirarem 10 então pela lógica ele nao precisa tirar tb kkk

Juninho

Verdade

Jairo ☠️

Realmente atitude vergonhosa e desnecessária , sem desculpas , é enganar os usuários, shame you huawei.

JOSÉ AUGUSTO

Trapaceia nas fotos como?
Eu saí de um Iphone 7 plus para um P20 e a diferença de câmera é absurda.

JOSÉ AUGUSTO

exatamente. Vide o iPhone X vendido a mil dólares, sendo que na prática o aparelho é um iphone como qualquer outro. Minha chefa tem um que trouxe dos eua e sinceramente não achei essas coca-cola toda não.

Juninho

Pois é, eu já falei em algum artigo por aqui que um bom aparelho intermediário já seria o suficiente para muita gente hoje em dia, o que as fabricantes fazem é encher os aparelhos de perfumaria para deixá-lo mais atrativo e vender todo ano

Don Ramón

Analisando por outro lado, isso quer dizer que em condições normais de uso, ninguém precisa de um processador top. E o mais incrível é que o desempenho do aparelho é bastante elogiado, mesmo com o processador "pisando no freio"! Como a maioria das fabricantes, a Huawei está entregando o que os consumidores querem: números...

Lucas Henrique

E tem gente que briga por causa desses números falsos.

Thiago Silva

Definitivamente, melhor definição pra isso.

DumbSloth87

"Se teus amigos pularem da ponte, tu vai pular também?" (MÃE, 1997)

TheusKhan

"Samsung também foi pega em 2014"

Exibir mais comentários