Início » Brasil » Novo padrão de placas de carro começa a ser usado no Brasil

Novo padrão de placas de carro começa a ser usado no Brasil

Placa padrão Mercosul traz mudanças no visual, nova sequência de identificação, QR Code e chip; Rio de Janeiro é o primeiro estado brasileiro a aderir

Emerson Alecrim Por

Depois de vários adiamentos, placas veiculares no padrão Mercosul finalmente começaram a ser adotadas no Brasil, começando pelo Rio de Janeiro: o Detran-RJ informou que o novo modelo de placa poderá ser solicitado a partir desta terça-feira (11). Ele traz nova identidade visual, QR Code e chip.

Nesta fase inicial, a troca não é obrigatória. A nova placa está sendo disponibilizada para veículos novos e que, portanto, estão recebendo o primeiro emplacamento. Veículos já em circulação poderão receber o novo modelo se passarem por algum procedimento que envolva outro emplacamento, como troca por dano e transferência de estado.

Placa padrão Mercosul - Rio de Janeiro

Também é possível aderir ao novo padrão voluntariamente. No Rio de Janeiro, o custo do novo modelo é de R$ 219,35. De acordo com o Detran-RJ, é o mesmo valor que estava sendo praticado com o modelo de placa anterior.

O que muda com a placa padrão Mercosul?

A ideia é fazer as placas veiculares seguirem um padrão único nos países que integram o Mercosul. Argentina e Uruguai, por exemplo, emitem as novas placas desde 2016 e 2015, respectivamente. Além de facilitar os trabalhos de fiscalização por conta da padronização, o novo modelo traz recursos para combater fraudes.

No visual, a nova placa vem com fundo branco e uma faixa azul na parte superior com o nome Brasil ao centro e a bandeira do país à direita. A identificação do Mercosul aparece na ponta esquerda da mesma faixa.

Logo abaixo, na área de fundo branco, a sequência de identificação aparece com um novo padrão: sai o esquema com três letras e quatro números (AAA-1111), entra um formato com quatro letras e três números (AAA1A11) — o último caractere vai ser um número para não prejudicar programas de rodízio municipal. À direita dessa área ficam a bandeira do estado e o brasão do município.

Placa padrão Mercosul - Brasil

Para veículos particulares, a moldura e os caracteres serão pretos. Mas a cor muda conforme o tipo de veículo. Aqueles destinados a fins comerciais — como táxis e ônibus — terão moldura e caracteres em vermelho, veículos diplomáticos seguirão a cor laranja, carros oficiais receberão cor azul e assim por diante.

Entre os itens de segurança estão a pintura difrativa dos caracteres principais, marcas d’água e um QR Code no lado esquerdo, acima dos dizeres ‘BR’. O QR Code contém um número de série que ajudará em ações de fiscalização e no combate à clonagem ou adulteração de placas.

Cores da placa padrão Mercosul - Brasil

Outro recurso de segurança é um chip que armazena dados do veículo para leitura rápida pelas autoridades. Por poder transmitir dados por radiofrequência, eventualmente, o chip poderá ser usado para cobrança automática em pedágios e estacionamentos.

Por conta dos recursos de segurança, o novo modelo não precisa de lacres.

Os tamanhos das novas placas não mudam: elas continuarão tendo 40×13 cm ou, no caso de motos, 20×17 cm.

Placas para motos

Placas para motos

Nova placa no restante do Brasil

Não há informações sobre quando a placa Mercosul será adotada pelos demais estados, mas a regulamentação do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) determina que todo o país deverá ter aderido ao novo padrão até 1º de dezembro de 2018 — isso se não houver mais adiamentos, é claro.

É válido ressaltar que a nova placa só é obrigatória para novos veículos ou para procedimentos que envolvam reemplacamento. Se a previsão for mantida, o padrão Mercosul só será exigido para todos os veículos no Brasil a partir de 2024.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

roberto

isso é um imposto disfarçado !!!!!!!!!!! e outra placa sem a cidade isso é ridículo e perigoso se tu ve um carro com placa que não é da tua cidade tem algo errado , suspeito muitas vezes

Sandro Chagas

Já que a placa nova não a necessidade da lacração então podemos receber em casa e nós mesmo colicar, e está podemos atualizar os dados do novo veículo quando trocarmos e ficar com a mesma placa.

E isto que vejo para este modelo.

Roberto Bousquet

Jogue na centena, rsrsrs...

Mario L R Mira

Esses fdp ficam mudando essa porra toda hora pra fuder nosso bolso. cambada de cornos

@Sckillfer

Porque não é mais importante

Matheus Gelinski

Aí na sua cidade não tem alguns peões rodeando o Detran oferecendo repintura de placa pra passar na vistoria? Por aqui, em algumas unidades, eles pintam as letras de volta (não sei que tinta que eles usam) pra reforçar as letras antes de entrar no pátio da vistoria. Se for ainda daquela placa com padrão antigo do antigo (entenda como as de fundo cinza (particular) não refletivas), ainda dá pra fazer essa gambiarra, e normalmente o Detran deixa passar, já que você não está rompendo nenhum lacre e nem tentando mudar a sequência. Daí mantém a placa até quando for trocar pelo novo padrão.

Leonardo Jeveaux

Bom primeiramente boa noite. Dizem q o tamanho n mudou da placa, hj fui fazer a transferência do meu carro tive q pagar o duda da placa nova blz, só q a placa n cabe em meu carro. Sendo q o Detran n me deu uma opção para colocação da placa, hj me encontro com meu carro irregular pois venceu a vistoria anual e se eu for parado em um blitz ainda corro o risco de perder meu veículo q lutei tanto para comprar. Por incompetência do Estado e do Detran q n dá uma solução.

Morais Lucas

Minas Gerais estava acabando com o estoque restante, com suas locadoras de veículos.

Morais Lucas

O estado de Minas Gerais.

Ícaro

Você só troca se quiser ué

Andrey

sim, mas num tamanho que nem dá para ler

Emerson Alecrim

Não vai, não. Ali vai ficar o nome do país.

Paulo Lyrio Cruz

O Brasil escrito em cima vai ser trocado pelo nome do municipio de registro do veículo.

Fabio Santos

O mercosul e seus líderes sempre acha uma forma de tirar a grana do povo kkk.

@Sckillfer

Mas mantiveram...

Exibir mais comentários