Início » Software » Microsoft sugere desinstalar atualizações do Office devido a bugs

Microsoft sugere desinstalar atualizações do Office devido a bugs

Microsoft suspende atualizações do Office 2010 que foram lançadas com falhas; elas podem travar Outlook, Access e outros

Por
21/11/2018 às 13h02

A Microsoft lançou três atualizações com bugs que causam algumas falhas no Office 2010: elas podem travar o Outlook, o Access e outros aplicativos. É mais um problema de qualidade de software: a empresa precisou suspender o Windows 10 October 2018 Update por apagar arquivos; ele está sendo liberado novamente.

As atualizações KB2863821 e KB4461522, ambas para o Office 2010, foram suspensas pela Microsoft; elas não são mais distribuídas aos usuários. A empresa diz: “após instalar este update, você pode enfrentar falhas no Microsoft Access ou outros aplicativos; para resolver esse problema, desinstale-o”.

As instruções de desinstalação valem para o Windows XP, Vista, 7, 8 e 10; acesse-as aqui e aqui. O patch foi aplicado apenas ao Office 2010 com licença perpétua; no caso de assinantes do Office 365, essa atualização será revertida automaticamente.

Esses dois patches foram lançados no início do mês e estão relacionadas ao calendário japonês. O Japão usa um nome de era diferente para cada imperador: por exemplo, 2018 é o ano 30 da era Heisei, porque o imperador Akihito está no poder há 30 anos.

Akihito anunciou que vai abdicar do trono, deixando seu filho Naruhito na posição de imperador. Quando esse evento ocorrer em abril de 2019, começará uma nova era com outro nome, e o Office recebeu patches para ficar preparado — o que não deu muito certo.

Atualização do Office faz Outlook 2010 travar

Por sua vez, a atualização KB4461529 faz o Outlook 2010 de 64 bits travar assim que é aberto, impedindo sua utilização. É algo que um teste de qualidade teria identificado com facilidade, mas ainda assim o patch está sendo distribuído aos usuários.

A Microsoft não recomenda desinstalar essa atualização porque ela resolve uma vulnerabilidade de segurança. Em vez disso, ela sugere que você use o Outlook Web Access para gerenciar seus e-mails. Novamente, o patch afeta apenas o Office 2010 com licença perpétua; ele não se aplica ao Office 365.

Com informações: Ars Technica.