Início » Brasil » Como dar entrada no seguro-desemprego online

Como dar entrada no seguro-desemprego online

Portal Emprega Brasil permite que seguro-desemprego seja pedido pela internet; cidadão deve ir a um posto em caso de pendências

Emerson Alecrim Por
TB Responde

Dar entrada no seguro-desemprego ficou um pouco mais fácil. É possível consultar e fazer o requerimento por meio do Portal Emprega Brasil. A ideia é permitir que o cidadão tenha acesso ao benefício sem precisar comparecer a uma unidade do Sine (Sistema Nacional de Emprego). Veja como dar entrada sem precisar de agendamento.

Carteira de trabalho

Já era possível dar entrada no seguro-desemprego pela internet. Mesmo assim, o cidadão tinha que comparecer a um posto de atendimento para conferência da documentação. Agora, todas as etapas poderão ser 100% online. A ida a uma unidade do Sine só será necessária em caso de pendências ou divergências cadastrais.

Como dar entrada no seguro-desemprego pela internet

Como dar entrada no seguro-desemprego totalmente online;

  1. Acesse o Portal Emprega Brasil (empregabrasil.mte.gov.br);
  2. Clique em Cadastrar no menu à esquerda do site;
  3. Preencha o formulário com os seus dados;
  4. Assim que o acesso for liberado, vá até à opção do seguro-desemprego;
  5. O próximo passo consiste em preencher um formulário de oito etapas com questões sobre atividades laborais, formação acadêmica e experiência profissional.

Seguro Desemprego Online - Emprega Brasil - Sine

No momento do cadastro, é importante ter a Carteira de Trabalho (CTPS) e outros documentos em mãos, pois o procedimento só prosseguirá se o cidadão acertar pelo menos quatro das cinco questões iniciais. Se não conseguir, terá que esperar 24 horas para realizar outra tentativa ou entrar em contato com o INSS pelo número 135.

De acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego, todo o processo passa por uma análise de risco, “com mecanismos de inteligência avaliando se o requerimento pode ser concedido ou se é preciso ir ao posto para complementar alguma informação”.

Esse ponto indica que, nesta fase inicial, boa parte das solicitações ainda exigirá comparecimento a um posto de atendimento do Sine. No entanto, o Ministério do Trabalho afirma que, à medida que os dados do sistema ficarem mais consistentes e os mecanismos de inteligência se aperfeiçoarem, o número de trabalhadores que conseguirão fazer todo o procedimento online aumentará gradualmente.

Ministério do Trabalho e Emprego

Quanto vou receber?

Estando tudo certo, o cidadão receberá a primeira parcela do seguro em 30 dias, em caso de ajustes, esse tempo pode aumentar. Atualmente, o valor do benefício não pode ser inferior ao salário mínimo de R$ 1.039 e a parcela máxima a ser recebida é de R$ 1.813,03, dependendo da média salarial. O trabalhador poderá receber entre três e cinco parcelas, de acordo com o tempo trabalhado. A tabela de orientação é essa:

Salário Médio Média Salarial Cálculo
Até R$   1.599,61

Multiplica-se salário médio por 0.8 = (80%).

De

Até

R$  1.599,62

R$ 2.666,29

A média salarial que exceder a R$ 1.599,61 multiplica-se por 0,5 (50%) e soma-se a R$ 1.279,69.

Acima de R$ 2.666,29

O valor da parcela será de R$ 1.813,03, invariavelmente.

O Portal Emprega Brasil foi desenvolvimento pela Dataprev. Além de requisição do seguro-desemprego, o site dá ao trabalhador indicações de cursos de qualificação profissional e oportunidades de emprego. Para quem preferir atendimento presencial para solicitação do benefício, os postos continuam funcionando.

Seguro-desemprego apenas via depósito em conta

O seguro-desemprego passou por outra mudança: desde junho de 2019, o benefício só pode ser pago via depósito em conta corrente ou poupança na Caixa Econômica Federal — o cidadão terá que criar uma conta gratuitamente no banco caso ainda não a tenha.

Com essa medida, os pagamentos via saques em lotéricas ou terminais da Caixa deixam de existir. De acordo com o Ministério do Trabalho, a mudança traz economia e diminui o risco de fraude. Para mais informações, consulte o empregabrasil.mte.gov.br.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Antô nio

mentira ,o site é complicado e não te leva a lugar algum ,despois é só agendamento ,pois vc tem de comparecer ao local ....pra dar entrada.....é uma piada desta pessoas que não sabem informar ´.

Rodrigo Siqueira

Olha, já precisei desse benefício. Precisava entrar de madrugada para conseguir agendar pela internet a visita ao posto, uma vez tentei ir diretamente lá, fui abordado por pessoas que cobram para fazer o agendamento. Que esse novo processo traga acesso à quem realmente precisa do benefício

Cristina Nascimento

Caraca, tem q abrir conta naquela budega só pra isso? Q lixo..

Jarbas Coqueiro

Mas já tem

Foi o que eu pensei. Os caras lá ate podem ate ser inteligente e pensar no tipos de trambiques, mas os fraudadores estão sempre um passo a frente, rs

Diógenes Toledo

Que comecem as fraudes no seguro desemprego em 3... 2... 1... ready.

Caleb Enyawbruce

Enfim parece que o Governo está começando a sair dos anos 90...