Início » Celular » Netflix encerra assinaturas in-app no iPhone e iPad

Netflix encerra assinaturas in-app no iPhone e iPad

A mudança atinge novos usuários e os que cancelaram a assinatura, para voltarem ao serviço mais de um mês depois

André Fogaça Por

A Netflix acaba de eliminar permanentemente a possibilidade de que usuários do iOS assinem o serviço de streaming através do iTunes. No lugar de utilizar a plataforma da Apple para pagamento, o aplicativo abrirá uma janela do navegador e o pagamento cairá direto na empresa.

Netflix Natal Ben White Unsplash

A mudança não é novidade, já que a Netflix ensaiava em alguns países a saída do iTunes como forma de pagamento, com um teste que permitia o pagamento em um navegador que abre dentro do próprio app. Nele, o usuário registra o método de pagamento direto no site da Netflix.

Além de novas assinaturas, a mudança atinge usuários que cancelaram o serviço e estão voltando ao menos um mês depois do fim do pagamento – para os que estão renovando e já estavam com o iTunes como plataforma de pagamento, nada muda por enquanto.

A Apple não é a única que está na mira de desenvolvedores e gigantes da tecnologia. O Google passou recentemente pelo sucesso do Fortnite, que fez questão de transacionar tudo fora do sistema do Android, deixando assim de receber os 30% que vai para a plataforma. Com a Netflix o mesmo acontece, já que deixando de lado o iTunes, ela deixa de repassar a parte da Apple na cobrança – no Android, usuários não podem pagar pelo Google Play desde maio deste ano.

Outros nomes de peso que estão deixando Apple e Google são o Spotify, a Valve com o Steam e o jornal Financial Times. A Epic foi além e criou sua própria loja para distribuir jogos para PC e Mac.

Com informações: VentureBeat.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

disqus_PupXxqRniW

eduardobragaxz I agree

Caleb Enyawbruce

Tá certo... Pagar taxas pra q?

Caio The Brain

Não que eu saiba.

Eles até removeram o recurso de comprar jogos da versão do Steam Link para iOS numa tentativa de ter o app aprovado pela Apple, mas até agora nada.

Eduardo Braga

A Valve não conseguiu?

Zanac_Compile

Os passes de temporada tudo do Fortnite, compro pelo iPhone, só pela questão de segurança mesmo, com touchid e tudo sem passar nem número de CC, só pra não fazer a compra no Windows, mas o jogo em si, meu guri joga só no Win mesmo.

Vítor Hugo

Já tô imaginando todas as empresas de streaming formando um cartel pra todas removerem a forma de pagamento através da loja, vai ser inviável pra apple banir todas elas kkkk

Caio The Brain

Provavelmente o app da Netflix vai apenas mostrar uma mensagem com o endereço para o usuário inserir no navegador.

A matéria original não diz que terá um link a partir do aplicativo.

Diferentemente da Google, a Apple não permite em sua loja que um app ofereça uma forma de pagamento que não o iTunes, e isso inclui carregar um webview ou um link para um site, seja ele do próprio desenvolvedor ou de terceiros. Como foi o seu caso.

A Amazon, por exemplo, sabe muito bem disso.

Fabio Alvez

Deixa ela, se pra figurar dentro da Store, tem de passar pelo seu processo de pagamento só pra poder mamar 30%, e que grandes empresas começarem a pular do barco, vai acabar como o Windows Phone, sem apps e bau bau!

gabriel_balbino

redn0x 5+

Gertrudes, a Lhama

Uns tempos atrás, o aplicativo que fiz para a empresa onde trabalho foi recusado pois tinha um botão de "criar conta" que levava a um site externo (pois envolvia pagamento). A justificativa é que o pagamento deveria ser feito através da Apple, pra "manter uma experiência de uso agradável para o usuário".

No fim só tirei o botão.

Vamos ver se a Apple muda de ideia quando grandes players decidem tirar os pagamentos da estrutura dela

Andre Crespo

Um tempo atras alguns aplicativos foram removidos da Apple store justamente por terem removido a opção de pagamento pela Apple. A Netflix vai dar a cara pra bater se fizer isso aí. A Google por outro lado, não tem restrição quanto a isso.

DeadPull

Spotify, Valve, Financial Times, Epic, Netflix. Todos usando as lojas da Apple e Google apenas como vitrine. Isso vai render boas tretas em 2019.