Início » Internet » YouTube desativa comentários em milhões de vídeos após denúncias de pedofilia

YouTube desativa comentários em milhões de vídeos após denúncias de pedofilia

YouTube remove 400 perfis que deixavam comentários inadequados sobre crianças; Disney e Nestlé suspenderam anúncios

Felipe Ventura Por

O YouTube desativou comentários em “dezenas de milhões de vídeos” após uma denúncia de que usuários estavam compartilhando links para pornografia infantil. Além disso, a plataforma removeu mais de 400 perfis que deixavam comentários inadequados sobre crianças. Empresas como Disney, Nestlé e Epic Games (de Fortnite) suspenderam seus anúncios por causa da polêmica.

YouTube / Christian Wiediger / Unsplash

O roteiro parece ser o mesmo que vimos antes: alguém encontra um problema no YouTube, a plataforma não reage imediatamente, empresas começam a suspender anúncios, aí os vídeos e canais infratores são removidos.

Desta vez, o problema foi revelado pelo YouTuber Matt Watson. Ele pesquisou por “bikini haul” (teste de biquíni) e clicou nos vídeos recomendados na seção “Próximo”, no canto superior direito do YouTube. Em poucos cliques, ele foi levado a vídeos de garotas jovens.

Watson explica que os vídeos não foram feitos para serem pornográficos, mas os comentaristas marcavam os momentos em que as meninas ficavam em posições mais comprometedoras. Pior: os usuários até trocavam links para pornografia infantil. Ele chamou isso de “comunidade de pedofilia soft-core no YouTube”.

Uma vez que você visita esses vídeos, o algoritmo do YouTube passa a recomendar apenas esse tipo de conteúdo. “Isso facilita o trabalho dos pedófilos”, diz Watson. Claro, alguns desses vídeos têm anúncios e são monetizados.

YouTube reage após perder anunciantes

Empresas como Disney, Nestlé e Epic Games (criadora de Fortnite) pausaram seus anúncios no YouTube após a polêmica, de acordo com a Bloomberg. Enquanto isso, a operadora AT&T disse à CNBC: “até que o Google possa proteger nossa marca contra conteúdo ofensivo de qualquer tipo, estamos removendo toda a publicidade do YouTube”.

Em 48 horas, o YouTube removeu milhares de comentários inadequados em vídeos de menores de idade; encerrou mais de 400 canais pelos comentários deixados nesses vídeos; e removeu dezenas de vídeos que deixavam jovens em risco (mesmo que tenham sido publicados sem malícia).

O YouTube diz que os vídeos em questão receberam um total de apenas US$ 8 mil, valor que será reembolsado às empresas anunciantes. Além disso, o algoritmo de recomendação foi ajustado para limitar o alcance de vídeos com comentários predatórios.

Já vimos uma história semelhante antes. Em 2017, descobriu-se que alguns vídeos infantis no YouTube traziam conteúdo violento, ofensivo ou até mesmo erótico. Empresas começaram a suspender anúncios na plataforma. Depois disso, foram removidos milhares de vídeos infratores.

Com informações: Ars Technica, TechCrunch.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Joaquim Gonçalves

Até videos com mods de personagens com nudez eles nem apagam. Enquanto outros que tinham a conta sem um video carregado, postam texto e são banidos sem aviso prévio. Mudem-se para o MetaCafe. O youtube virou a LIXO!

Joaquim Gonçalves

É por isso que andam a remover contas dos usuários sem avisar? Parece que a moda vai ser ver vídeo no youtube sem comentar nada mesmo.

Lúcio Dsc

Filhos valem a pena mesmo?

Geraldo Lopes

Diz isso porquê não possui um fedelho encapetado...
. https://uploads.disquscdn.c...

Taverna do URF

ou só queria te lembrar que quem faz o YouTube somo nós mesmo, cabe a nós reportar esse tipo de conteúdo, viaja na maionese não plz...

Gaius Baltar

Vídeos de malucos pedófilos ou de anões de bandana gritando palavrões têm o mesmo efeito: afastar anunciantes. Dinheiro é a única ideologia que Zuck, Page e cia ltda têm. Quem tem ideologia é pobre, rico tem conveniência.

Arthur Reyx

Sinceramente eu não consigo compreender como algo assim existe. But then again, eu imagino que o sucesso deles faz dinheiro ao YouTube, sendo assim, acredito que para eles, que se dane a mentalidade frágil das crianças, pois o dinheiro é mais importante.

Arthur Reyx

Nem nunca vai estar. Como eu disse, a criação é um problema. Uma coisa é dizer que bandido não tem culpa pois a sociedade o criou assim. Só que é um adulto, que consegue responder por seus atos e tem a liberdade de escolha.
Agora, é diferente quando é uma criança, que segue os desejos e anseios dos pais e não tem nenhuma visão concreta do mundo ainda. Pior ainda, um mundo grande e obscuro que é a internet, ensinando coisas que nenhuma criança antes teria acesso, pelo menos normalmente, sem antes amadurecer. Deveriam já existir formas mais rígidas de controle, visto que a internet é algo relativamente novo, que antes não se existia e não fora formulado ainda grandes leis com foco a conscientizar as pessoas de que é algo perigoso para menores.

Uriel Dos Santos Souza

Você esta dizendo que "progressistas" deixam coisas assim por?
Esta tentando imputar que progressistas gostam de pedofilia?

O que você quer dizer com progressistas deixam essas coisas?

Uriel Dos Santos Souza

O problema não esta com as crianças.

Uriel Dos Santos Souza

Que outros casos esta em comentar muito em vídeo com crianças são esses?

Uma nova conta(da serviço, precisa de um novo email e um número de celular novo) e acessar muito da mesma rede IP. Não ajudaria muito não!

Uriel Dos Santos Souza

Estão fazendo errado sim!

Uriel Dos Santos Souza

Também poderiam fazer!

ricms

Só respondendo a ironia, se tu ler o comentário original, vai ver que o "super pai teórico" diz para cortar tudo, seguir regras rígidas e zero tablet.
Quem vive no mundo real e quer uma educação coerente e que a criança tenha uma evolução dentro do esperado na idade vai saber dosar tudo. Pode ter tablet sim, desde que com supervisão e acompanhamento constante dos pais.
Mas aí vem um monte de pais virtuais aqui fazendo decreto disso e daquilo. Mas quando realmente acontecer eu DUVIDO que continue com essa linha dura de postagem de facebook.

ricms

Repetindo: Alguém aqui não tem filhos.

Exibir mais comentários