Início » Legislação » Fundadores do Instagram opinam sobre proposta de dividir o Facebook

Fundadores do Instagram opinam sobre proposta de dividir o Facebook

Para Kevin Systrom e Mike Krieger, autoridades precisam ser específicas ao discutir a divisão de empresas de tecnologia

Victor Hugo Silva Por

As falas de Mark Zuckerberg sobre a integração de Messenger, Instagram e WhatsApp e da senadora americana Elizabeth Warren sobre desmembrar empresas de tecnologia têm sido muito discutidas. Entre os que trataram do assunto, estão os fundadores do Instagram, Kevin Systrom e Mike Krieger, que estiveram na SXSW 2019 na segunda-feira (11).

Os dois venderam a rede social para o Facebook em 2012 e permaneceram na empresa até setembro de 2018. Um dos motivos para a saída teria sido o envolvimento cada vez maior de Zuckerberg nos planos do Instagram.

Fundadores do Instagram opinam sobre proposta de dividir o Facebook

Mike Krieger (à esquerda) e Kevin Systrom

Quando perguntados, eles evitaram fazer críticas sobre o direcionamento dado à plataforma e disseram que a perda de autonomia foi algo natural com o seu crescimento. Para Systrom, a venda foi o que fez a rede social se tornar ainda maior.

Ele não se mostrou muito confiante em relação à proposta de dividir empresas como Facebook, Google, Apple e Amazon para impedir monopólios. Em sua opinião, a medida precisa ser tratada como uma “receita muito específica para um problema muito específico”.

“Se você quer resolver problemas econômicos, há formas de fazer isso. Se quer resolver a interferência russa, há formas de fazer isso”, disse Systrom. “Dividir uma empresa não corrige esses problemas. Isso não significa que as empresas não devam ser desmembradas se ficarem muitos grandes e forem monopólios e causarem problemas, mas ser grande por si só não é um crime”.

Systrom teme que a proposta esteja jogando com o que ele chama de sentimento de “anti-tecnologia”, que estaria presente em muitas pessoas. Para ele, os políticos deveriam “abordar problemas reais com soluções reais”.

Krieger tem uma opinião parecida e afirma que as autoridades precisam definir quais pontos desejam solucionar. “Acho que elas [discussões sobre a proposta] serão melhores e levarão a uma política melhor se formos realmente específicos sobre os problemas que estamos tentando resolver”, afirmou.

A divisão de grandes companhias de tecnologia é uma das propostas de Elizabeth Warren, uma das possíveis candidatas do Partido Democrata à presidência dos Estados Unidos nas eleições de 2020. O projeto, no entanto, vai de encontro com planos de Zuckerberg, que pretende integrar ainda mais as suas empresas.

Com informações: TechCrunch, The Verge.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ

Os próprios fundadores do Instagram falaram que copiaram o snap chat.

Alessandro

Se o snapchat fosse tão maravilhoso, quem teria dado errado era o Instagram.
Para você ter uma ideia, nunca tive vontade de ter um snapchat, ele nunca foi um app "amigável". Ah os stories do face de whatsapp? Esses também não gosto, nem uso.

Agora me explica como o Twitter ainda existe? O Facebook faz tudo que ele faz e vai além, e com certeza o Facebook tem suficiente para acabar com o Twitter.

E o telegram? Com o whatsapp copiando as funcionalidades dele, e a Rússia bloqueando, como ele ainda existe?

🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ

Cofundadores do Instagram admitem que Stories foram criados para rivalizar com Snapchat

Kevin Systrom e Mike Krieger (que se demitiram recentemente da empresa) admitiram que a instalação dos stories foram feitas para minar a audiência do Snap.

Fonte:https://jovemnerd.com.br/ne...

doorspaulo

Sim sim, por isso coloquei "além".
A real é que, o primeiro que lançasse um app nesses moldes, que fosse bom, mataria o Snap.

Mesmo antes de ter as cópias, já tinha desinstalado e parado de usar, pois comia uma bateria absurda, além de ser pesado sem nenhum motivo aparente.

Foram burros de não terem vendido pro tio Zuk.

🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ

O cara COPIOU o snapchat e colocou em três plataformas diferentes e você ainda acha que ele não acabou com o snap...

Tentou comprar, mas não conseguiu e minou todo o potencial de crescimento da empresa. O Snap teve/tem falhas bizarras, mas todo aplicativo/site tem bugs, o problema é o tamanho e o poder de cada um:

Facebook:
Funcionários: mais de 30.000
Lucro líquido: 22 bilhões de dólares (2018)

Snapchat:
Funcionários: 3.000
Prejuízo líquido

Maxnoob

Faz sentido, mas o fato do Facebook "clonar" o app foi o golpe final. Acho que isso deveria infringir alguma patente né? Ou direito autoral, sei lá

Alessandro

Bem de leve, se um app é bom você não deixa de usar.

🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ

Mas o Zuck deu um empurrãozinho...

doorspaulo

Além do Zuck, acho que o maior problema do Snapchat foi ele mesmo.

App bugado, desnecessariamente pesado, e com uma experiência de uso medíocre.

Eles não ouviam o feedback da comunidade, e gastavam dinheiro com coisas nonsense, como aquele óculos nada a ver.

DDR31600Mhz

O que o Mark Zuckerberg fez com o Snapchat é a prova que esses monopólios são perigosos