Início » Celular » Tentar trocar a bateria do LG G8 pode ser uma péssima ideia

Tentar trocar a bateria do LG G8 pode ser uma péssima ideia

Forçar a remoção pode danificar a bateria e isso tende a não acabar bem (não é, Galaxy Note 7?)

Por
19 semanas atrás

A LG colocou um aviso que sempre alerta o usuário que ele não deve remover a bateria do G8 ThinQ. O YouTuber JerryRigEverything resolveu abrir o aparelho e descobriu que a fabricante coreana colocou cola permanente na bateria, o que pode facilmente tornar a troca dela em um acidente e dificulta sua manutenção.

Remover a bateria não é mais uma atitude do cotidiano do usuário comum, nem mesmo para aparelhos intermediários mais simples – mesmo com a capacidade de carga diminuindo com o tempo de uso. Este trabalho ficou para os técnicos, mas a LG dificultou até a vida deles com o G8 ThinQ.

Enquanto que todos os celulares, com bateria que não pode ser removida pelo usuário, utilizam uma cola simples ou adesivo de fácil remoção para retirar a bateria antiga e trocar por outra, a LG colocou cola permanente. Este tipo de cola praticamente inviabiliza a remoção do componente do G8.

Para conseguir retirar o componente do corpo do aparelho, o youtuber precisou aplicar mais força do que o comum e até adicionar álcool, que consegue aliviar o adesivo – já que aquecer a cola, o que ajudaria bastante, é especialmente perigoso para a neste local. Este tipo de cola permanente faz com que a bateria seja entortada ainda mais nas tentativas de remoção e isso pode causar um curto e até explosão.

Este pode ser um problema que não afeta usuários que não ficam mais do que um ano com o smartphone, mas é muito ruim para quem planeja ficar mais tempo. O LG G8 ThinQ já foi homologado pela Anatel e seu lançamento no Brasil deve acontecer em breve.

Com informações: JerryRigEverything.

Mais sobre: