Início » Aplicativos e Software » Como funciona o Land Lordz [o golpe no AirBnb]

Como funciona o Land Lordz [o golpe no AirBnb]

Aprenda a identificar o golpe do anúncio falso no AirBnb, em que pilantras usam ferramentas como o Land Lordz

Por
14 semanas atrás

Como todo serviço popular, o AirBnb não está livre de golpes e espertinhos. Uma das falcatruas mais recentes é o golpe do anúncio falso, que se tornou uma praga graças a um serviço de automação chamado Land Lordz, voltado especificamente para facilitar a criação de ofertas que não existem. Veja como ele funciona e aprenda a evita-lo.

Tero Vesalainen / AirBnb / Pixabay / golpe no airbnb

O que é Land Lordz?

O Land Lordz é um serviço por assinatura que automatiza a criação de anúncios falsos, copiando dados reais de ofertas no AirBnb e replicando-os em outros sites de aluguel.

O pacote básico do software custa US$ 550 por mês e, embora seja um valor elevado, o montante que os criminosos recolhem com clientes pegos pelo golpe acaba fazendo o investimento compensar. O cibercriminoso pode gerenciar mais de 500 contas falsas simultaneamente e interagir com até 100 convidados com uma única conta no sistema.

Como funciona o golpe no AirBnb

Land Lordz / golpe no airbnb

Painel do Land Lordz, exibindo anúncios falsos oferecidos no Reino Unido

O golpe em si é simples, que se vale da ingenuidade e distração do interessado em alugar um imóvel. Por via de regra, o AirBnb só garante a segurança de seus usuários em negociações realizadas dentro de seu próprio site, ou através dos apps oficiais para iPhone e Android. Assim, os picaretas copiam anúncios legítimos fora da plataforma.

Funciona assim:

  1. Um anúncio legítimo do AirBnb é copiado, tendo descrição, fotos, endereço e detalhes replicados em outro site, app, serviço de anúncios ou classificados, em geral por um valor abaixo da média do mercado;
  2. Quando um interessado encontra o anúncio falso e entra em contato, o falsário se passa pelo locador e tenta fechar o negócio por fora do AirBnb, embora use o link original como forma de legitimar o golpe, sempre usando e-mails e contatos falsos;
  3. Quando o cliente diz que deseja ver o imóvel, o “locador” diz que isso não é possível, pois não há ninguém disponível para acompanhar o interessado e só se deslocará se houver real interesse;
  4. O cliente é convencido a assinar um contrato de longa duração via e-mail falso, e a pagar valores (normalmente altos) por fora do AirBnb, que seria o mediador do negócio.

Segundo relatos de quem já caiu no golpe, os falsários costumam arrancar milhares de dólares ou reais de uma vez. É mais comum fora do Brasil. Se for viajar, tenha cuidado.

Como evitar o golpe no AirBnb

O AirBnb recomenda aos usuários que sempre utilizem o site e aplicativos oficiais para alugar imóveis. Além disso, evitar as ofertas e descontos oferecidos por locadores que desejam fazer negócios por fora da plataforma para não pagar “a taxa do AirBnb”.

Mais sobre: