Início » Negócios » Apple Music chega a 60 milhões de assinantes em meio à disputa com Spotify

Apple Music chega a 60 milhões de assinantes em meio à disputa com Spotify

Spotify tem 100 milhões de assinantes Premium e reclama de taxas da App Store

Paulo Higa Por

O vice-presidente de serviços da Apple, Eddy Cue, informou na quinta-feira (27) que o Apple Music atingiu mais um marco: 60 milhões de assinantes já usam o serviço de streaming de música. O número se aproxima do Spotify, que possui 100 milhões de usuários pagantes ao redor do mundo e está em uma briga com a Apple pelas taxas cobradas na App Store.

Apple Music

Os dados foram revelados por Cue ao site francês Numerama em uma entrevista na Apple Store Champs-Élysées. Segundo o executivo, o Apple Music já é o serviço de streaming mais popular dentro do ecossistema da Apple e será aperfeiçoado continuamente com novos recursos, como as letras de músicas sincronizadas no iOS 13.

O crescimento do Apple Music foi rápido: o último número que havia sido divulgado pela empresa era de 50 milhões de assinantes, em abril. O The Verge lembra que a Apple tem se esforçado para tornar o serviço mais popular: ela diminuiu os preços na Índia, ofereceu degustações de quatro meses para usuários do Shazam e fez parceria com a American Airlines para fornecer streaming grátis no Wi-Fi das aeronaves.

Apple e Spotify trocam acusações por taxas cobradas na App Store

Apple Music

Quem não deve estar tão feliz com o crescimento do Apple Music é o Spotify, que briga com a Apple pelas taxas cobradas na App Store — a empresa sueca chegou a levar o caso à Comissão Europeia. Pelas regras da loja de aplicativos do iOS, a Apple fica com 30% do valor pago pelos usuários no primeiro ano de assinatura, e 15% depois desse período.

“Se pagarmos essa taxa, isso nos forçaria a aumentar artificialmente o preço de nossa assinatura Premium bem acima do preço do Apple Music. E, para manter nosso preço competitivo para nossos clientes, isso não é algo que podemos fazer”, disse Daniel Ek, CEO do Spotify. Ek quer o mesmo tratamento de serviços como o Uber, que não pagam a taxa adicional da Apple.

A Apple discorda: “Depois de anos usando a App Store para fazer o seu negócio crescer de modo significativo, o Spotify busca ficar com todas as vantagens do ecossistema da App Store — incluindo a receita substancial que a empresa gera por lá —, mas sem contribuir para esse marketplace”, disse a empresa em um comunicado. No meio da briga, a Apple publicou uma página em seu site explicando os princípios da App Store e divulgando serviços concorrentes.

Mais sobre: , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

johndoe1981
Enquanto isso pobretão como eu usa o Deezerzão da massa :D
Bruno Sousa
600 milhões de usuários Apple. Essa foi a estimativa mais conservadora e irreal possível (peguei apenas usuários de iPhone e ainda supus que metade dos usuários teriam 2 iPhones), e você ainda chama de arbitrária… 🤦‍♂️É verdade, esqueci que hoje não existem fatos, cada um cria a sua verdade.Concordo.Fato: Internet Explorer desbancou o NetscapeSua verdade: Desbancou por ser empurradoFato: O sucessor do Netscape, que não é empurrado, desbancou o Internet ExplorerSua verdade: ???PS: Nossa, você sabe escrever cuzinho. Uau. 🙄
Pereira
Mas nessa sua estimação arbitrária você não levou em conta o percentual de pessoas que não gostam/não se importam com músicas.Não adianta ser ironicuzinho, estais usando estimativas tiradas de tua cabeça.Portanto, não se pode afirmar que o Internet Explorer foi o mais utilizado por ser empurrado.Kkkkkkk. É verdade, esqueci que hoje não existem fatos, cada um cria a sua verdade.Beleza então, amigo, acredite no que quiser, eu realmente não podia me importar menos. Bom fim de domingo.
Bruno Sousa
🤦‍♂️ Vou tentar ser o mais didático possível.Não existe uma informação da Apple sobre quantos usuários únicos ela tem. Só temos a informação de que ela conta com 1,4 bilhão de dispositivos ativos capazes de rodar o Apple Music. Desses, 900 milhões são iPhones.Mesmo que eu levasse em conta apenas os iPhones e estimasse a base de usuários da Apple em apenas 600 milhões (ou seja, metade dos usuários de iPhone - 300 milhões - teriam 2 iPhones), os 60 milhões representariam apenas 10% do contingente.Resumindo:Se o Apple Music ser "empurrado" fosse um dos principais motivos pelo seu sucesso, então ele deveria ter muito mais do que apenas 60 milhões de assinantes.PS: Internet Explorer continuou sendo empurrado e mesmo assim foi desbancado por navegadores que não são empurrados (sendo um deles o sucessor do Netscape). Portanto, não se pode afirmar que o Internet Explorer foi o mais utilizado por ser empurrado.
Pereira
Qual foi a lógica de seu pensamento que, se fosse o principal motivo, ele teria 1 bi de usuários dos 1,4 bi de dispositivos? De onde você tirou essa estimativa? Porque não 1,4 bi de usuários? Qual foi a lógica do seu cálculo
Bruno Sousa
É óbvio que ser "empurrado" é um dos motivos, mas não é nem de longe um dos principais motivos. Se fosse, então ele deveria ter, no mínimo, 1 bilhão de assinantes. Afinal, a Apple conta com 1,4 bilhão de dispositivos ativos capazes de rodar o Apple Music.
Pereira
Vale lembrar que o próprio Internet Explorer demorou anos até desbancar o Netscape, não foi de uma hora para outra.Um dos indicativos de que um dos motivos do Apple Music ter crescido tanto por ser "empurrado" é que, quando olhamos no mundo Android, enquanto o Spotify passou das 500 milhões de instalação na Play Store, o Apple Music não chegou aos 50 milhões.Considerando que nem todas as instalação se convertem em assinaturas, dá pra inferir que boa parte da base de usuários (se não a imensa maioria) usa iPhone. E o Apple Music já vem instalado no iPhone.
biscoitao
Concordo totalmente. A qualidade premium não é tão premium
Bruno Sousa
Vale lembrar que não funciona mais assim há um bom tempo. Vide o próprio Internet Explorer e o Edge.
Franco Luiz
Nem fala Spotify está muito atrasado
André G
Até hoje não tem? Nossa, o Deezer já tinha isso uns 5 anos atrás
Pereira
Vale lembrar que o Internet Explorer desbancou o Netscape e se tornou o navegador mais utilizado justamente porque era empurrado.
Dan Santos
Não tem como ouvir no navegador e nem tem app para PC no pinguim, então pra mim foda-se
Por um momento achei que vc estaria reclamando pro Spotify pedir melhor qualidade de musica para as bandas kkkEnfim, vc tem razao, uma pena o spotify não ter som HD. bem lamentável uma vez que o Tidal ja tem faz teeeempo, ainda mais pra quem tem HT e fones Hi-end.
Leonardo Feelckins
eu também
Bruno Sousa
Se a razão das assinaturas fosse o Apple Music "ser empurrado" nos consumidores, então ele deveria ter, no mínimo, 1 bilhão de assinantes. Afinal, a Apple conta com 1,4 bilhão de dispositivos ativos capazes de rodar o Apple Music.Ah, e o Internet Explorer/Edge seriam os navegadores mais utilizados do mundo. 😂👍
Filipe Espósito
Não disse que não vale. A única questão é que a Samsung praticamente não oferece serviços próprios (ao menos não tão relevantes assim), por isso citei só o iPhone. E repare que, mesmo com o aumento nas vendas da Samsung, o lucro deles caiu consideravelmente. Seria resultado de um corte expressivo no valor dos aparelhos em alguns países?https://tecnoblog.net/28789...
Buldego
Mas esse argumento de aparelhos melhores duram mais também vale para as outras, como Samsung, que no fim venderam mais.
Daniel R. Pinheiro
Não, tudo bem. Eu só me assustei mesmo com o número, pois há dois anos a Apple tinha dito que vendeu 1 bilhão de iPhones (contando até os primeiros que quase ninguém mais usa), e dois anos depois, esse número aumenta significativamente, sendo que houve queda no número de vendas?Mas já peguei o número atualizado aqui (que também ainda me impressiona).
Filipe Espósito
E só pra deixar mais claro. É óbvio que eles não estão deixando os produtos mais caros pra vender mais serviços. É mais uma consequência. Se os aparelhos ficam mais caros e as pessoas compram menos, a forma que encontraram pra ganhar dinheiro com essas pessoas é fazer com que esses produtos durem mais e recebam os serviços de assinatura deles. Aparentemente tem funcionado.
Filipe Espósito
Meu raciocínio foi basicamente mostrar o que tá acontecendo desde os últimos resultados fiscais com os números oficiais, mas tudo bem hahahaha
Daniel R. Pinheiro
Pronto. Essa era a informação que eu tava procurando, achei no Google na hora que vc respondeu. Ou seja, os 1,4 bilhão inclui todos os dispositivos Apple ativos hoje, não só iOS, como diz a matéria.
Capitão Caverna
Os números ok, mas o seu raciocínio não tem a menor lógica
ωαท∂єrℓєy ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ
Mas o fato é que provavelmente uns 90% desse numero suporte o apple music por exemplo... os primeiros iphones nem chegam perto de terem sido os mais vendidos.. agora o 5s por exemplo está rodando o ios 12 que suporta o apple music...
Filipe Espósito
Exatamente isso. Se mais de 80% de todos os aparelhos que eles já venderam estão na versão mais recente do sistema, provavelmente é porque são aparelhos ativos.
Filipe Espósito
E a reportagem do The Verge também menciona. “Of those devices, 900 million are active iPhones in use.”
ωαท∂єrℓєy ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ
Se o iOS 12 está em 80% ou mais de dispositivos significa que esses dispositivos são ativos...agora se for contar a ultima versão do android o androis só está em uns 100 aparelhos
Filipe Espósito
Aqui você encontra mais informações sobre os principais dispositivos deles atualmente. Como eu falei, mais da metade são aparelhos recentes.https://deviceatlas.com/blo...https://www.statista.com/st...https://developer.apple.com...
Daniel R. Pinheiro
Não, ele disse que havia vendido 1 bilhão de iPhones desde o lançamento do original até então. Mas dispositivos que ninguém usa mais não é contabilizado no faturamento trimestral de uma empresa hoje, tampouco gera lucros...
Daniel R. Pinheiro
Meu amigo, eles já venderam isso até hoje. Taí nessa lista iPhone de 2007 e o primeiro iPad, que ninguém mais usa hoje.O que realmente importa são dispositivos ativos (que estão sendo utilizados hoje), onde está essa informação?
Filipe Espósito
Só falei o que os números já mostram. Um exemplo: https://tecnoblog.net/28846...
Douglas Souza Luz
Tentei dar uma chance mas nem consegui usar direito. Tô muito habituado ao Spotify.
Filipe Espósito
E tem um detalhe. Mais de 50% são aparelhos recentes (iPhone 7 em diante). Se considerar que até o 5s chegou no iOS 12, boa parte dessas pessoas podem aproveitar todos os serviços da Apple sem ter que trocar de aparelho.
Capitão Caverna
Nossa Quanta coisa sem sentido
Filipe Espósito
Corrigindo, são 1.4 bilhões já. A própria Apple divulga esses dados em seus resultados fiscais. Mas é só pegar informações de qualquer analista de mercado sobre as vendas de iPhone que também dá pra ver que eles já venderam mais de 1 bilhão de unidades. Aí soma com iPod e iPad... https://www.theverge.com/20...
ωαท∂єrℓєy ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ
Se não me engano a WWDC 2017 Tim disse que tinha 1 BI... de lá para cá já deve ter é passado de 1.2...
Daniel R. Pinheiro
De onde você tirou essa informação de 1,2 bilhão de dispositivos iOS ativos?
Filipe Espósito
Pelo contrário. O número só tem aumentado e deve aumentar ainda mais. Hoje existem mais de 1.2 bilhões de dispositivos com iOS ativados no mundo. Se somar os Macs, o número é muito maior. Tem muita gente aí pra Apple trazer para os seus serviços ainda. E isso é uma estratégia deles. Os aparelhos estão mais caros, vendem menos, mas ao mesmo tempo eles duram mais. O dinheiro que o cliente ia gastar pra trocar de iPhone a cada 1-2 anos pode usar para assinar Apple Music, iCloud e comprar acessórios como os AirPods e Apple Watch. Pega os últimos resultados fiscais deles. Ao mesmo tempo em que as vendas do iPhone caíram, o lucro com acessórios e serviços cresceu proporcionalmente.
Uriel Dos Santos Souza
O empurrado Apple music tem 60 milhões de assinantes! Nossa que incrível quem diria!Se empurrar vende kkk
 david
Spotify
Franco Luiz
Spotify ta na hora de aumenta a qualidade das musicas o nivel " altissimo" ainda é pouco
Buldego
Caraca e o Spotify com 217 milhões de usuários (100 milhões pagantes).Achei que a Apple tinha mais de 60. Esse número deve estagnar ou cair, tendo em vista que a Apple está vendendo menos aparelhos (onde é a grande base de usuários do Apple Music).