Início » Celular » Huawei anuncia Mate 30 Pro com quatro câmeras e nenhum app do Google

Huawei anuncia Mate 30 Pro com quatro câmeras e nenhum app do Google

Mate 30 Pro é novo celular topo de linha da Huawei com processador poderoso e tela OLED que escorre pelas bordas

Paulo Higa Por
19/09/2019 às 10h10

Direto de Munique — A Huawei apresentou nesta quinta-feira (19) seu novo smartphone topo de linha, o Mate 30 Pro. O modelo pode filmar em câmera ultra lenta e fotografar com zoom óptico de 3x, além de ser equipado com processador Kirin 990 da própria fabricante, bateria de 4.500 mAh com carregamento rápido de 40 watts e sistema operacional Android 10, mas sem aplicativos do Google.

Huawei Mate 30 Pro

Hands-on do Huawei Mate 30 Pro em vídeo

Sob embargo comercial dos Estados Unidos, a Huawei está impedida de negociar com empresas americanas e não pode licenciar os aplicativos do Google, o que inclui a Play Store. O Android 10 é um sistema operacional de código aberto e pode ser utilizado livremente, mas traz de fábrica somente as ferramentas da própria Huawei, a interface EMUI 10, os softwares encontrados no mercado chinês e a loja de aplicativos AppGallery.

Assim como na série P30, a Huawei deu atenção especial às câmeras. Na traseira, temos um conjunto quádruplo com a grife da Leica: uma principal de 40 megapixels (f/1,6) com estabilização óptica de imagem; uma ultrawide de 40 megapixels (f/1,8); uma teleobjetiva de 8 megapixels (f/2,4) com zoom óptico de 3x; e um sensor de profundidade 3D.

É possível tirar fotos em macro a uma distância de 2,5 centímetros e capturar imagens no modo noturno, inclusive com a lente ultrawide. Mas as novidades principais estão em filmagem: o efeito de desfoque de fundo é feito em tempo real e as gravações são realizadas em 4K HDR+ a 60 quadros por segundo, com ISO até 51.200. Um modo de câmera ultra lenta pode atingir 7.680 fps em HD.

Huawei Mate 30 Pro

A tela OLED de 6,53 polegadas (2400x1176 pixels), batizada de Horizon Display, tem uma curvatura de 88 graus nas laterais, maior que a do Galaxy Note 10+. Ela possui um notch maior que a gota d’água do P30 Pro para abrigar cinco sensores: uma câmera frontal de 32 megapixels, um sensor de gestos, um sensor de luz ambiente e uma dupla para detecção de profundidade.

Huawei Mate 30 Pro

A traseira, nas cores preto, prata, verde ou roxo, tem um acabamento em gradiente: ela é brilhante na região das câmeras, mas vai se tornando fosca na parte inferior para ficar mais resistente a marcas de dedos e melhorar a ergonomia. Também haverá modelos em "couro vegano". Não há mais botões físicos de volume: o controle é feito por meio das bordas da tela que escorre pelas laterais.

Huawei não pode embutir Google Play no Mate 30 Pro

O Mate 30 Pro é o primeiro flagship da Huawei afetado fortemente pelas sanções impostas pelos Estados Unidos. Os principais desfalques são os aplicativos do Google, o que inclui a Play Store. Apesar de rodar Android 10, o celular roda um software mais parecido com o oferecido no mercado chinês, apenas com a interface EMUI 10 e os softwares da Huawei.

Huawei AppGallery

Isso significa que a loja de aplicativos é a AppGallery, da própria Huawei. Segundo a empresa, a plataforma Huawei Mobile Services tem 570 milhões de usuários ativos mensais em 170 países. A AppGallery possui 390 milhões de usuários, que fazem mais de 180 bilhões de downloads por ano. Um dos aplicativos mais usados é o Huawei Brower, com mais de 200 milhões de usuários.

No entanto, a AppGallery ainda terá que evoluir muito para chegar perto do nível da Play Store. Por isso, a Huawei criou um fundo de US$ 1 bilhão para incentivar os desenvolvedores a criarem aplicativos para sua loja. Esse dinheiro será utilizado em treinamentos, distribuição e marketing dos aplicativos.

Huawei Mate 30 Pro tem 5G rápido e bateria de 4.500 mAh

O conjunto de hardware ficou mais poderoso. O Kirin 990 é um processador octa-core de até 2,86 GHz fabricado em 7 nanômetros e acompanha um chip gráfico Mali G76 de 16 núcleos. A Huawei implantou uma NPU (unidade de processamento neural) que processa aplicações de inteligência artificial em games e fotografia de forma mais eficiente, liberando a CPU e a GPU para outras tarefas.

Segundo a Huawei, o Mate 30 Pro com conexão 5G possui 21 antenas, sendo 14 apenas para a nova geração de redes móveis. Ele suporta mais bandas que outros concorrentes, o que também melhora o desempenho: em uma demonstração, o lançamento da Huawei atingiu 1.516 Mb/s de velocidade de download, contra 985 Mb/s do Galaxy Note 10+ 5G.

Huawei Mate 30 Pro

Além do chip da Huawei, o smartphone acompanha 8 GB de RAM, 256 GB de armazenamento (com possibilidade de expansão por meio do formato proprietário NM Card) e bateria de 4.500 mAh com carregamento rápido de 40 watts. Também é possível abastecer o Mate 30 Pro por meio de um carregador wireless, com potência de até 27 watts. O compartilhamento de bateria sem fio está três vezes mais rápido em comparação com a geração anterior.

Claro, ele não será nada barato: o Mate 30 Pro com 256 GB de espaço será vendido por 1.099 euros, enquanto a versão com 5G tem preço sugerido de 1.199 euros. A data de lançamento ainda não foi revelada.

A Huawei não confirmou se o celular será lançado no Brasil. A empresa não tem restrições no país e fornece cerca de 80% das antenas das operadoras em território nacional, mas a disputa com os Estados Unidos e o consequente impasse com o Google afeta as operações da fabricante chinesa em todo o mundo.

Huawei Mate 30 Pro - ficha técnica

  • Tela: OLED flexível de 6,53 polegadas com resolução de 2400x1176 pixels (Full HD+), bordas Horizon Display com curvatura de 88 graus e leitor de impressões digitais;
  • Processador: Huawei Kirin 990 octa-core de até 2,86 GHz (7 nanômetros) com GPU Mali G76 MP16;
  • RAM: 8 GB;
  • Memória interna: 256 GB;
  • Memória externa: suporte a cartão de memória NM Card;
  • Bateria: 4.500 mAh com carregamento rápido de 40 watts ou carregamento rápido sem fio de 27 watts;
  • Câmeras traseiras:
    • Principal: 40 megapixels (f/1,6) com estabilização óptica de imagem;
    • Ultrawide: 40 megapixels (f/1,8);
    • Telefoto: 8 megapixels (f/2,4) com estabilização óptica de imagem e zoom óptico de 3x;
    • Sensor de profundidade 3D;
    • Gravação de vídeo em 4K HDR+ 60 fps, 1080p 960 fps e 720p 7680 fps;
  • Câmera frontal: 32 megapixels (f/2,0);
  • Sistema operacional: Android 10 com interface EMUI 10;
  • Dimensões: 158,1x73,1x8,8 mm;
  • Peso: 198 gramas.

Paulo Higa viajou para Munique a convite da Huawei.