Início » Celular » iPhone 11, 11 Pro e Pro Max entram em pré-venda no Brasil

iPhone 11, 11 Pro e Pro Max entram em pré-venda no Brasil

iPhone 11, 11 Pro e Pro Max estão em pré-venda no Submarino, Americanas.com, Shoptime, Pontofrio, Casas Bahia e FastShop

Felipe Ventura Por

A Apple iniciou a pré-venda de seus mais novos celulares: o iPhone 11, iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max estão disponíveis em varejistas como Submarino, Americanas.com, Shoptime, Pontofrio, Casas Bahia e FastShop. Os preços variam entre R$ 4.999 e R$ 9.599, com desconto de até 12% no pagamento à vista. Os smartphones serão lançados em 18 de outubro.

iPhone 11

Cada uma das varejistas promete vantagens na hora de comprar o iPhone 11. Submarino, Americanas.com e Shoptime, que pertencem ao grupo B2W, dizem que os clientes receberão até R$ 1 mil de cashback ao pagarem com a conta digital Ame; o saldo pode ser usado em compras nos sites e lojas parceiras e não tem data de validade. Ao pagar à vista com boleto, você recebe de 10% a 12% de desconto.

Casas Bahia e Pontofrio, do grupo Cnova, darão R$ 500 na próxima compra para quem adquirir um iPhone 11 usando o cartão de crédito da loja. Há um desconto de 12% ao pagar à vista em qualquer cartão ou no boleto.

A FastShop, por sua vez, oferece somente o desconto de 12% no pagamento à vista com cartão. A iPlace dá desconto de 10% ao pagar em 1x.

iPhone 11, 11 Pro e Pro Max custam até R$ 9.599 no Brasil

Os preços do iPhone 11, 11 Pro e Pro Max são tabelados, e você pode conferi-los abaixo:

Modelo Armazenamento Preço cheio Preço com 12% de desconto
iPhone 11 64 GB R$ 4.999 R$ 4.399,12
iPhone 11 128 GB R$ 5.299 R$ 4.663,12
iPhone 11 256 GB R$ 5.799 R$ 5.103,12
iPhone 11 Pro 64 GB R$ 6.999 R$ 6.159,12
iPhone 11 Pro 256 GB R$ 7.799 R$ 6.863,12
iPhone 11 Pro 512 GB R$ 8.999 R$ 7.919,12
iPhone 11 Pro Max 64 GB R$ 7.599 R$ 6.687,12
iPhone 11 Pro Max 256 GB R$ 8.399 R$ 7.391,12
iPhone 11 Pro Max 512 GB R$ 9.599 R$ 8.447,12

Os celulares serão vendidos no Brasil a partir de 18 de outubro com processador Apple A13 Bionic, design à prova d’água e baterias maiores que em seus antecessores. O iPhone 11 tem câmera dupla na traseira e tela LCD, contra a câmera tripla e tela OLED dos modelos Pro e Pro Max.

O Apple Watch Series 5 com tela sempre ativa chega ao país em 25 de outubro, nos modelos GPS e GPS + Cellular. O novo iPad de 10,2 polegadas já foi homologado pela Anatel, mas ainda não tem previsão de lançamento; ele custará entre R$ 2.999 e R$ 4.899.

Com informações: MacMagazine.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Paulo Neto

“iPhone é bom para comprar na operadora pois dependendo do plano sai mais barato...”

Paulo Neto

Na vdd quanto mais rico for menos imposto paga hehe

Credulos

Levando em conta que estamos falando da Apple eu esperava preços inicias mais altos, não estão baratos, mas 4999 outros fabricantes ja adotaram erroneamente claro, isso é ridículo para a realidade do pais...

Paulo Neto

Não mesmo kkk

Paulo Neto

Será?!

Vegeta humilde

No caso do zenfone ainda bem que tem garantia, pq só de zenfone 3 na minha bolha social vi uns 4 com problemas...

Vegeta humilde

E pedir a entrega mais barata q as vezes nem código de rastreio tem pra depois reclamarem dos correios.

Vegeta humilde

O 5 tbm deveria custar metade do que custa
Zenfone nem de graça

Armando Figueirêdo

Então se equivocou feio.

Armando Figueirêdo

Não, não voto! O que você acabou de falar é ridículo! Mas enfim...

Armando Figueirêdo

"Ter condição" soa como "ter muita grana", coisa que 80% da população não tem. Pelo visto você vive num mundo paralelo pra achar que não existe desigualdade social. Me diga quantas pessoas na sua rua paga um plano de R$ 350, tem um celular de quase R$ 10 mil e um carrão na garagem. Todos pagamos os mesmos impostos, mas nem todos tem acesso aos mesmos serviços e bens. Ah, me poupe!

Armando Figueirêdo

Preços estratosféricos. Sou usuário de iPhone, mas no Brasil, não compro nunca mais!

Armando Figueirêdo
Preços estratosféricos. Sou usuário de iPhone, mas no Brasil, não compro nunca mais!
Armando Figueirêdo

E você acha justo? Qualquer criatura em países ricos pagam planos mensais, QUALQUER um. No Brasil TUDO é supervalorizado e o seu dinheiro, desvalorizado. Como se não bastasse, isso só aumenta a desigualdade social...

Hemerson Silva

Claro que tem, mas tudo tem seu preço.

Exibir mais comentários