Início » Aplicativos e Software » Firefox 72 vai bloquear rastreamento fingerprinting por padrão

Firefox 72 vai bloquear rastreamento fingerprinting por padrão

Navegador já tem proteção contra fingerprinting, mas deve ativá-la por padrão no Firefox 72

Emerson Alecrim Por

Lançado em maio, o Firefox 67 trouxe entre os seus atributos uma função que protege o usuário do fingerprinting, uma sofisticada técnica de rastreamento. Apesar de importante, esse recurso não vem ativado por padrão. Mas a Mozilla pode mudar isso a partir do Firefox 72.

Foto por Michele Ursino/Flickr

A técnica do fingerprinting recebe esse nome porque cria uma "impressão digital" do usuário, ou seja, combina uma série de dados oriundos de softwares, plugins, hábitos de navegação e afins para monitorar atividades específicas. Com isso, você pode ser rastreado mesmo quando tiver desabilitado os cookies no navegador.

O recurso faz parte do Track Protection, função desenvolvida pela Mozilla para proteger o usuário de vários métodos de rastreamento, incluindo cookies e scripts de cryptojacking. Ali, o usuário tem a opção de bloquear praticamente tudo ativando o filtro "Rigoroso" ou aplicar uma configuração personalizada, que tem entre as suas opções o bloqueio de fingerprinting.

Mas, no Firefox 72 Nightly, a Mozilla começou a testar a ativação por padrão do bloqueio de fingerprinting com a intenção de levar essa ideia para a versão final do navegador.

Firefox - Fingerprinters

Os desenvolvedores só devem desistir ou adiar essa implementação se os resultados dos testes não forem satisfatórios — por exemplo, se ficar constatado que o bloqueio por padrão do fingerprinting prejudica a navegação dos usuários.

Para quem não quiser esperar pelo Firefox 72 — essa versão deve ser disponibilizada em janeiro de 2020 —, é fácil habilitar a proteção em questão. Basta acessar o menu principal do Firefox, ir em Opções e, em Privacidade e Segurança, marcar a opção Fingerprinters na caixa Personalizado.

Com informações: Ghacks.