Início » Computador » Apple aumenta preços de iPad, MacBook e acessórios no Brasil

Apple aumenta preços de iPad, MacBook e acessórios no Brasil

Apple reajustou preços após disparada do dólar; iPhones, Apple Watches e AirPods não tiveram aumento por enquanto

Felipe Ventura Por

Era questão de tempo: a Apple reajustou os preços de diversos produtos no Brasil após a disparada do dólar. Isso afetou iPads, MacBooks, iMacs e acessórios como o Apple Pencil e o Smart Keyboard para tablets. Por enquanto, iPhones, Apple Watches e AirPods não sofreram aumento no país.

iPad Air (2019)

O reajuste foi aplicado nesta semana, quando a Apple lançou novos iPad Pro com sensor LIDAR, e novos MacBook Air com mecanismo de tesoura no teclado (em vez do frágil design de borboleta). Eles terão preços mais altos que seus antecessores quando chegarem ao Brasil.

Além disso, o preço também aumentou para outros modelos de tablet e notebook, como aponta um levantamento do MacMagazine. O iPad, iPad Air e iPad Mini ficaram até 17% mais caros, começando em R$ 3.499 (antes R$ 2.999).

iPad Preço inicial (novo) Preço inicial (antigo) Variação
iPad Air Wi-Fi (64 GB) R$ 5.099 R$ 4.499 13,3%
iPad Air Wi-Fi + Cellular (64 GB) R$ 6.399 R$ 5.599 14,3%
iPad Wi-Fi (32 GB) R$ 3.499 R$ 2.999 16,7%
iPad Wi-Fi + Cellular (32 GB) R$ 4.799 R$ 4.099 17,1%
iPad mini Wi-Fi (64 GB) R$ 4.099 R$ 3.499 17,1%
iPad mini Wi-Fi + Cellular (64 GB) R$ 5.399 R$ 4.599 17,4%

Macs e acessórios da Apple sofrem reajuste

O MacBook Pro de 13 polegadas na configuração básica saltou para R$ 13.899 (antes R$ 11.999), enquanto a versão de 16 polegadas ficou ainda mais salgada em R$ 24.099 (antes R$ 21.299). Os computadores desktop não foram poupados: os iMacs estão até 38% mais caros, enquanto o Mac Pro agora começa em R$ 61.599 (antes R$ 55.999).

Alguns acessórios, que já custavam uma fortuna, agora estão ainda mais inacessíveis. O Apple Pencil de 1ª geração sai por R$ 899, e o modelo de 2ª geração é vendido por R$ 1.249; as capas para iPad também foram afetadas. No entanto, os AirPods seguem custando o mesmo de antes, assim como os iPhones e o Apple Watch.

Vários desses produtos foram lançados com o dólar a R$ 4,30; agora, a cotação da moeda americana ultrapassa os R$ 5.

Mac Preço inicial (novo) Preço inicial (antigo) Variação
MacBook Pro de 13" R$ 13.899 R$ 11.999 15,8%
MacBook Pro de 16" R$ 24.099 R$ 21.299 13,1%
iMac de 21,5" R$ 11.699 R$ 9.799 19,4%
iMac 4K de 21,5" R$ 13.799 R$ 11.699 18,0%
iMac 5K de 27" R$ 19.099 R$ 15.999 19,4%
iMac Pro R$ 52.499 R$ 37.999 38,2%
Mac Pro torre R$ 61.599 R$ 55.999 10,0%
Mac Pro rack R$ 66.599 R$ 59.999 11,0%
Acessórios Preço novo Preço antigo Variação
Apple Pencil de 1ª geração R$ 899 R$ 749 20,0%
Apple Pencil de 2ª geração R$ 1.249 R$ 979 27,6%
Smart Folio para iPad Pro de 11" R$ 739 R$ 639 15,6%
Smart Keyboard para iPad e iPad Air R$ 1.249 R$ 1.049 19,1%
Smart Keyboard Folio para iPad Pro de 11" R$ 1.449 R$ 1.199 20,9%

Comentários da Comunidade

11 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Diego Nascimento
Preços abusivos ainda mais abusivos, e a Apple supreende o total de 0 pessoas.
Douglas Knevitz
Não é só a Apple, Samsung vende o fold por 13 mil, Zflip 9 mil, mas as pessoas tem memória seletiva.
Ok, estamos falando da Apple em específico, sim ela aumentou, quem não aumentaria (levando em conta que ele é importado e sofre com o dólar, impostos, seguros, logística, manutenção da rede no Brasil e marketing) ?
Esse mimimi de “aí, tá caro”, “ Apple marcenaria”, “com esse valor podia comprar uma moto”, “Monto um PC gamer, muito melhor” e “meu xiaomi de 999 reais é melhor”. Só deu, achou caro e n tem grana pra comprar, não enche a paciência


Resumo
(Insira pessoa genérica aqui)

! Se outra pessoa tem dinheiro e comprou, ela n é trouxa, só trabalhou mais que pra estar nesse patamar.
Sabe, tem hardware pra todos os gostos, bolsos e padrões de consumo. Cada um compra aquilo que gosta e paga o quanto acha que vale.
Ok, os preços são surreais, são! Mas não é a Apple quem tem que baixar a margem de lucro dela, é o Brasil que tem que se tornar um país decente pra empreender, e começar a tratar seus cidadãos como pessoas e não como caixas eletrônicos.
O cara da Kuba disco participou de um podcast essa semana, onde ele aborda o quão difícil é o mercado brasileiro pra empreender. E deu o exemplo onde ele simula a importação por meios totalmente legais de um fone chinês de 30 dólares, e a conta final ficou em módicos 700 reais e segundo ele, cm uma margem pequena de lucro. Existem muitas coisas que influem no preço. Não tem como competir com um produto chinês via mercado cinza.
Paulo Manso
Você se esforçou bastante pra defender a maçã hein kkkkkk
Luis Gustavo
Deve ser acionista majoritário da Apple kkkkkkk
Felipe Insfran
Sai um pouco da bolha, cara kkkk
Patrick Soares
O pior é que estamos a mercê de dois sistemas operacionais: Android e IOS. Porque digo isso? Por um lado é a Apple, oferecendo um Sistema Operacional bom, mas restrito, e que joga os preços lá em cima, a qualquer hora do dia e por outros, as fabricantes com Android, que geralmente vão na mão da Apple e tbm jogam celulares com preço lá em cima e que desvalorizam muito rápido com o passar dos meses ou anos…
Douglas Furtado Gonçalves
Calma torcedor.
Eu
Ué, é isso que acontece quando a empresa está lucrando em dolares e o real desvaloriza …
Naldis
Deixa eu pegar o babador aqui. Puta merda!
Participe da discussão