Início » Internet » Facebook mostra aviso sobre coronavírus a 1 bilhão de usuários

Facebook mostra aviso sobre coronavírus a 1 bilhão de usuários

Segundo a empresa, 100 milhões de pessoas clicaram em link para sites de órgãos como o Ministério da Saúde

Victor Hugo Silva Por

Com a pandemia de coronavírus, o Facebook passou a destacar informações de autoridades como a OMS (Organização Mundial da Saúde) e o Ministério da Saúde para evitar desinformação em seus serviços. As medidas alcançaram 1 bilhão de pessoas, segundo a empresa.

Facebook

O número inclui usuários no Facebook e no Instagram que viram alertas no topo do feed e em pesquisas sobre o coronavírus. Para se ter uma ideia, a empresa conta com cerca de 2,6 bilhões de usuários únicos em suas redes sociais.

Os destaques sobre o coronavírus também apresentam links para sites de órgãos como o Ministério da Saúde. De acordo com o Facebook, mais de 100 milhões de pessoas em todo o mundo clicaram para ver mais informações.

A empresa também liberou créditos para autoridades de saúde criarem campanhas informativas sobre a COVID-19, doença causada pelo coronavírus. No Brasil, a iniciativa permite que o Ministério da Saúde aumente o alcance de suas mensagens.

O Facebook também destacou outras ações que estão sendo tomadas para evitar desinformação sobre o novo coronavírus. Entre elas, está o trabalho com agências de checagem para diminuir a distribuição e exibir avisos em posts classificados como falsos.

No entanto, os posts com informações falsas só estão sendo removidos quando a empresa considera que eles podem causar danos no mundo real. A remoção também vale para anúncios de máscaras e de falsas promessas de cura do coronavírus.

O Instagram, por sua vez, deixou de recomendar contas que tenham relação com a COVID-19. E a seção Explorar não destaca conteúdos sobre a doença, exceto os que forem publicados por uma organização de saúde confiável.

Governos enviaram 100 milhões de mensagens pelo WhatsApp

As ações incluem o WhatsApp, que tem colaborado com órgãos de saúde em países como Reino Unido, Índia, Indonésia, Cingapura, Israel e África do Sul. As autoridades nesses locais utilizaram o aplicativo para enviar mais 100 milhões de mensagens sobre o novo coronavírus na última semana.

O WhatsApp também conta com um bot da OMS que, em quatro dias, superou a marca de 10 milhões de usuários. O serviço oferece informações atualizadas sobre o número de casos de COVID-19 e dicas sobre como se proteger da doença.

Com informações: CNET.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação