Início » Negócios » Tecnocast 156 – A disputa pelo TikTok

Tecnocast 156 – A disputa pelo TikTok

Thiago Mobilon Por

Os Estados Unidos não estão felizes com o crescimento da China na tecnologia. Depois das sanções contra a Huawei, o grande alvo de Trump é o TikTok, de propriedade da chinesa ByteDance. A rede social pode ser completamente banida do país se não for vendida para uma empresa “muito americana”, como a Microsoft. O aplicativo de mensagens WeChat, da Tencent, também foi afetado.

No segundo bloco, discutimos a briga da Apple contra as plataformas de games por streaming. A dona do iPhone já disse que não permitirá nem o Google Stadia e nem o Project xCloud na App Store. É claro que a Microsoft não gostou nada disso, mas até o Facebook entrou na briga contra a maçã. Quem será que está com a razão?

Participantes

Links Citados

Assine o Tecnocast

Créditos

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
9 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

 • 令和 • Ward'z de Souza 🇯🇵🎌🦊🔥 - Risonho e Límpido (@Wardz_de_souzA)

Ah, gente.

Eu acho que as pessoas estão desesperadas demais com privacidade.

Eu parto de um princípio simples:

Eu consumo os serviços das empresas de forma gratuita. Em troca, tenho que dar algo de valor: dados.
Dou meus dados, confiando quem a empresa vai tratar ele bem. Sei que vai vender, mas espero que venda pra algo/alguém minimamente decente.

Posso estar errado, mas é assim que enxergo.

Se você está na Internet, ficar paranoico com privacidade não é a solução.

 • 令和 • Ward'z de Souza 🇯🇵🎌🦊🔥 - Risonho e Límpido (@Wardz_de_souzA)

Como falei, não esquento com isso.

Desde muito antes da invenção dos apps, sei que meus dados eram coletados, e muito mais do que se era anunciado.

Se eu fosse me preocupar com isso, nunca teria tido conta em banco, pra começar.

Ilusão achar que pouco ou nenhum dado seu está nas mãos de empresas, seja online ou offline.

Tudo que eu faço, é torcer que a empresa esteja fazendo bom uso dele.

E, sabendo como o mundo funciona, existem alguns serviços/apps que sequer uso.

Tem que se procurar com privacidade, mas não virar paranoia.