Início » Computador » MacBook Air com Apple Silicon tem 18 horas de bateria e preço maior no Brasil

MacBook Air com Apple Silicon tem 18 horas de bateria e preço maior no Brasil

Com preços a partir de R$ 12.999 no Brasil, novo MacBook Air é o primeiro computador da Apple com chip próprio, o M1

Paulo Higa Por

A Apple revelou nesta terça-feira (10) seu primeiro laptop com processador próprio. O novo MacBook Air traz um chip Apple M1, baseado em arquitetura ARM, que promete ser 3,5 vezes mais rápido que a geração passada do ultrafino, equipada com Intel. Sem nenhuma ventoinha, o notebook promete bateria de até 18 horas e alto desempenho para tarefas profissionais, como edição de múltiplos vídeos em resolução 4K.

MacBook Air com chip Apple M1 (Imagem: Divulgação/Apple)

MacBook Air com chip Apple M1 (Imagem: Divulgação/Apple)

O MacBook Air é o laptop mais popular da Apple e foca em portabilidade, com corpo compacto e bateria de longa duração, mas a empresa resolveu destacar a performance de seu chip próprio: ele é 98% mais rápido que os laptops com Windows vendidos no último ano, graças ao Apple M1, que oferece aumento de 3,5 vezes no desempenho em CPU e 5 vezes em GPU em relação ao MacBook Air com Intel, diz a Apple.

A Apple demonstrou o MacBook Air executando uma nova versão do editor de fotos Adobe Lightroom, que será lançado em dezembro como um aplicativo universal, sendo capaz de rodar tanto em Macs quanto em dispositivos com iOS. O notebook também pode editar múltiplos streams de vídeos em 4K ProRes no Final Cut Pro “sem pular um único quadro”, de acordo com a Apple. Softwares legados serão executados pelo Rosetta 2, que traduz o código de x86 para ARM.

MacBook Air com chip Apple M1 (Imagem: Divulgação/Apple)

MacBook Air com chip Apple M1 (Imagem: Divulgação/Apple)

MacBook Air com Apple Silicon custa R$ 12.999 no Brasil

O chip Apple M1 também permitiu à Apple melhorar outras características do MacBook Air: a câmera FaceTime para chamadas em vídeo é auxiliada por um processador de sinal de imagem que reduz o ruído, aumenta o alcance dinâmico, melhora o balanço automático de branco e detecta rostos com aprendizagem de máquina.

A bateria pode aguentar até 15 horas de navegação na web no Safari, que está 50% mais rápido em execução de códigos JavaScript e “quase duas vezes mais responsivo” no macOS Big Sur. Já a autonomia prometida para reprodução de vídeo passou para 18 horas com o novo chip. O modelo anterior, com processador Intel Core de 10ª geração, durava 12 horas em vídeos.

MacBook Air com chip Apple M1 (Imagem: Divulgação/Apple)

MacBook Air com chip Apple M1 (Imagem: Divulgação/Apple)

O notebook traz duas portas Thunderbolt (compatíveis com USB 4), conexão Wi-Fi 6, tela Retina de 13,3 polegadas (2560×1600 pixels) com suporte à gama de cores DCI-P3 e leitor de impressões digitais Touch ID. Ele poderá ser equipado com até 16 GB de RAM e até 2 TB de armazenamento em flash, sendo que o novo SSD tem o dobro de desempenho do modelo antigo.

O novo MacBook Air com Apple M1 será vendido nos Estados Unidos com preço a partir de US$ 999, mesmo valor da geração passada; a empresa continuará oferecendo um desconto para estudantes no mercado americano, que reduz o valor inicial para US$ 899.

No Brasil, no entanto, ele ficou mais caro: a versão de entrada com 8 GB de RAM e 256 GB de SSD será comercializada por R$ 12.999, mais cara que os R$ 10.299 do modelo anterior. Uma versão com 512 GB de espaço custará R$ 16.099. A data de lançamento no mercado brasileiro não foi revelada.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Bruno Cabral Peixoto (@Bruno_Cabral_Peixoto)

Lá atrás eu disse que os preços seriam os mesmos ou até maiores, fui criticado.
Tá ai a resposta pros que me criticaram.