Início » Internet » Cabo submarino do Google une Brasil à Argentina e Uruguai

Cabo submarino do Google une Brasil à Argentina e Uruguai

Tannat é exclusivo para melhorar conectividade do Google Cloud; empresa tem outros cabos submarinos na América Latina

Felipe Ventura Por

A rede de cabos submarinos do Google ficou ainda maior: a empresa anunciou nesta sexta-feira (4) que foi finalizada a extensão do Tannat. Ele já ligava as cidades de Santos (SP) e Maldonado, no Uruguai; agora, há uma infraestrutura que chega até Las Toninas, na Argentina.

Cabo submarino do Google (Imagem: Reprodução)

Cabo submarino do Google (Imagem: Reprodução)

O Tannat, lançado em junho de 2019, passou a formar uma bifurcação ao sair do Brasil e chegar ao litoral do Uruguai e da Argentina. A cidade de Las Toninas é onde se conectam a maior parte dos cabos submarinos que chegam ao país vizinho; ela é conhecida como “quilômetro zero da internet” por lá.

Este cabo do Google possui seis pares de fibra e chega a velocidades de 90 Tb/s. Ele foi fabricado pela Alcatel-Lucent Submarine Networks e instalado em parceria com a Antel, empresa uruguaia de telecomunicações.

Tannat liga Brasil, Argentina e Uruguai (Imagem: Divulgação/Google)

Tannat liga Brasil, Argentina e Uruguai (Imagem: Divulgação/Google)

Os cabos submarinos do Google na América Latina

O Google não vai dividir o Tannat com os outros: ele é exclusivo para servir de infraestrutura e melhorar a conectividade no serviço de nuvem Google Cloud. Para esse mesmo propósito, a empresa tem outros cabos submarinos passando pela América Latina:

“A rede e a infraestrutura do Google nos permitem processar grandes quantidades de informações, em tempo real, para hospedar alguns dos serviços mais exigentes do mundo e ser capazes de entregar conteúdo com os mais altos níveis de disponibilidade e eficiência”, afirma Cristian Ramos, gerente de Desenvolvimento de Infraestrutura do Google, em comunicado.

Estima-se que, no mundo inteiro, existam 447 sistemas de cabo submarino ativos ou em construção, segundo a TeleGeography. Você pode conferir um mapa global interativo neste link; e ver na imagem abaixo as redes de fibra óptica que conectam o Brasil ao mundo.

Mapa dos cabos submarinos no Brasil (Imagem: Reprodução / TeleGeography)

Mapa dos cabos submarinos no Brasil (Imagem: Reprodução / TeleGeography)

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando