Início » Aplicativos e Software » Windows 10 vai receber atualização que remove Adobe Flash

Windows 10 vai receber atualização que remove Adobe Flash

A ferramenta de remoção do Adobe Flash no Windows 10 também lista o Windows 8.1 e a versão Server 2012 do sistema operacional

André Fogaça Por

Se tem uma frase importante para 2021 é: o Adobe Flash está morto e lide com isso. Ela já está tão presente na vida das pessoas, ao ponto da Microsoft estar quase pronta para lançar uma atualização que remove o plugin nativo do Windows 10 para você – aquele que já vem por padrão no próprio sistema operacional, sabe.

Adobe Flash já é bloqueado no Microsoft Edge (Imagem: reprodução)

Adobe Flash já é bloqueado no Microsoft Edge (Imagem: reprodução)

O dia 31 de dezembro de 2020 foi marcado pelo velório e enterro do Adobe Flash Player, que animou a internet antes da chegada e popularização do HTML5, seja em vídeos do YouTube que rodavam com o falecido plugin, ou mesmo na hora de matar a aula com joguinhos online dentro do laboratório de informática da escola ou faculdade.

Como a vida do Flash acabou, morte já anunciada pela própria Adobe muito tempo atrás, a Microsoft resolveu limpar de vez a sujeira ainda presente no Windows 10 que roda no computador das pessoas e também em servidores. Este trabalho é feito com ajuda de uma atualização opcional de software disponibilizada pela empresa desde meados de outubro de 2020 e ela atinge apenas alguns usuários, mas que agora em 2021 ela será automática para todos.

Este patch tem nome de “Atualização para Remoção do Adobe Flash Player para Windows” e segue com o número da versão do sistema operacional detectado pela ferramenta de atualização automática. Ele pode ser qualquer build do Windows 10 em processadores ARM ou x86, Windows 8.1 e Windows Server 2012.

“Esta atualização remove o Adobe Flash Player instalado em qualquer um dos sistemas operacionais listados na seção “Aplica-se”. Depois de instalado, o update não pode ser desinstalado”, diz a nota de lançamento do patch.

Mesmo deixando claro que não é possível reinstalar o Flash Player após a atualização, a Microsoft oferece duas formas para o usuário que, por algum motivo, ainda precisa do Adobe Flash rodando em sua máquina. A primeira utiliza o ponto de restauro do sistema para um dia antes do update, enquanto a segunda é ainda mais drástica e propõe a formatação do PC, sem instalar a ferramenta de remoção automática quando o processo de restauro terminar.

Microsoft não remove todo resquício do Adobe Flash

A intenção da Microsoft é nobre e pode proteger o usuário dos riscos de ter um plugin antigo e sem suporte no PC, mas sua ferramenta ainda não é capaz de remover o Adobe Flash por completo do sistema.

Ele consegue retirar apenas o plugin nativo do Windows, aquele com configuração que pode ser acessada dentro do Painel de Controle do Windows 10. Isso significa que se o player do Adobe Flash foi instalado pelo usuário de forma manual, ele continuará disponível no computador após a atualização. O mesmo vale para navegadores com o player embutido e que ainda não bloquearam o acesso.

Um destes navegadores é o Edge da própria Microsoft, que já está na lista para perder o plugin da Adobe ainda em janeiro deste ano. Se você está preocupado com o resto do Adobe Flash no Windows 10, basta entrar em “Configurações” do sistema (no menu Iniciar) e depois clique em “Aplicativos”. Nesta tela uma barra de buscas aparece, é só digitar “Flash” nela e ver se existe algo do player instalado.

Com informações: Microsoft.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando