Início » Jogos » Feira de jogos E3 deve ser digital em 2021 para continuar existindo

Feira de jogos E3 deve ser digital em 2021 para continuar existindo

Site informa que E3 2021 será realizada em formato digital, mas planos são iniciais e dependem de empresas parceiras do evento

Felipe Vinha Por

O site VGC obteve documentos com planos para a E3 2021, que deve ser realizada em formato digital, com apresentações e demonstrações remotas. O site relata que este é o plano inicial, mas diz ainda que a feira de games precisa do apoio de grandes empresas, caso contrário o projeto pode não ir adiante.

E3 2021 deve ser apenas digital (Imagem: Divulgação/ESA)

E3 2021 deve ser apenas digital (Imagem: Divulgação/ESA)

O futuro da E3

O evento digital deste ano seria por conta da pandemia do novo coronavírus. A E3 é normalmente realizada de forma anual, na cidade de Los Angeles, Califórnia, nos EUA. Contudo, no ano passado, o evento foi cancelado – após ter sido planejado para uma versão virtual, porém.

Agora a organização Entertainment Software Association (ESA) visa mudar o formato para poder “voltar ao jogo” e também não encontrar seu fim em definitivo. Nos últimos anos o evento tem sido alvo de críticas da indústria e fãs. Além disso, várias empresas chegaram a sair ou cogitaram sair da programação, como EA e Activision.

De acordo com os documentos comentados pelo VGC, a intenção da ESA para a E3 deste ano é realizar o evento entre os dias 15 e 17 de junho, com uma “spoiler night” no dia 14. Além disso, a ideia é oferecer apresentações de duas horas para as publicadoras e também organizar uma premiação, envolvendo parceiros e influenciadores.

Vale lembrar também que, no ano passado, por conta da pandemia, empresas como Ubisoft, Microsoft e Sony realizaram eventos digitais de sucesso, com apresentação de novos consoles e jogos. Em diversos momentos levantou-se a questão sobre a real necessidade da E3, já que as companhias e produtoras de jogos conseguiam realizar suas “próprias E3”.

Outro grande baque sentido pela ESA foi a saída de Geoff Keighley, jornalista especializado em jogos e um dos principais nomes da indústria. Keighley era um dos principais parceiros da E3 e da ESA, mas cortou laços e realizou seu próprio evento virtual em 2020, o Summer Game Fest, com algum sucesso. O jornalista, inclusive, confirmou ao VGC que o SGF voltará em 2021, sem envolvimento da E3.

Ainda não se sabe o futuro definitivo da E3, então resta aguardar por mais novidades concretas.

Com informações: VGC.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
3 usuários participando