Início » Celular » Moto G10 e Moto G30 são lançados com câmera quádrupla de até 64 MP

Moto G10 e Moto G30 são lançados com câmera quádrupla de até 64 MP

Motorola apresenta Moto G10 e Moto G30 na Europa com bateria grande, câmera quádrupla e ficha técnica intermediária

Bruno Gall De BlasiPor

A Motorola estreou o Moto G10 e o Moto G30 nesta terça-feira (16). Opções intermediárias, ambos os celulares possuem bateria grande na ficha técnica, câmera quádrupla de até 64 megapixels e até 128 GB de espaço para guardar fotos, vídeos e afins. Os celulares estarão à venda na Europa com preços a partir de 150 euros.

Motorola Moto G10 e Moto G30 (Imagem: Divulgação/Motorola)

Motorola Moto G10 e Moto G30 (Imagem: Divulgação/Motorola)

Os celulares da Motorola chegam com bateria de 5.000 mAh em seu interior. Além disso, ambos possuem conjunto fotográfico quádruplo, mas a câmera principal é de 48 megapixels no Moto G10 e de 64 MP no Moto G30; o quarteto fica completo com os sensores de 8 MP (ultrawide), 2 MP (macro) e 2 MP (profundidade).

Outro ponto em comum é a tela de 6,5 polegadas com resolução HD+ e notch em forma de gota d’água. Mas, novamente, o Moto G30 é o mais encorpado da dupla devido à taxa de atualização de 90 Hz e a câmera frontal de 13 megapixels. O Moto G10, por sua vez, possui display de 60 Hz e sensor de selfies de 8 megapixels.

Bateria do Moto G30 (Imagem: Divulgação/Motorola)

Bateria do Moto G30 (Imagem: Divulgação/Motorola)

O Moto G10 tem a ficha técnica mais simples entre os dois, formada pelo processador Qualcomm Snapdragon 460 e memória RAM de 4 GB. Os consumidores podem optar pelo modelo com armazenamento de 64 GB ou de 128 GB na hora da compra.

O Moto G30 traz, entre suas especificações, o processador Qualcomm Snapdragon 662 e armazenamento de 128 GB. Neste caso, as escolhas se concentram na RAM, de 4 GB ou 6 GB. Ambos os smartphones possuem entrada para cartão de memória microSD.

A lista de recursos fica completa com a entrada para fones de ouvidos, Android 11 de fábrica e NFC. Os celulares Motorola também contam com leitor de impressões digitais na parte de trás e botão dedicado para acionar o Google Assistente.

Câmera do Moto G10 (Imagem: Divulgação/Motorola)

Câmera do Moto G10 (Imagem: Divulgação/Motorola)

As vendas dos telefones começam nas próximas semanas. Na Europa, o preço sugerido do Motorola Moto G10 começa em 150 euros (cerca de R$ 980 em conversão direta). O Motorola Moto G30 é um pouco mais caro: a partir de 180 euros (por volta de R$ 1.170).

Não há previsão de lançamento dos celulares no Brasil. O Moto G10 e o Moto G30, porém, receberam seus certificados de homologação da Anatel em meados de janeiro.

Motorola Moto G10 e Moto G30 – ficha técnica

Motorola Moto G10

Motorola Moto G30

Tela

IPS LCD de 6,5 polegadas com resolução HD+ (1600 x 720 pixels) e taxa de atualização de 60 Hz

IPS LCD de 6,5 polegadas com resolução HD+ (1600 x 720 pixels) e taxa de atualização de 90 Hz

Processador

Qualcomm Snapdragon 460

Qualcomm Snapdragon 662

RAM

4 GB

4 GB ou 6 GB

Armazenamento

64 GB ou 128 GB (expansível via cartão de memória microSD)

128 GB (expansível via cartão de memória microSD)

Câmera traseira

– principal: 48 megapixels

– ultrawide: 8 megapixels

– macro: 2 megapixels

– profundidade: 2 megapixels

– principal: 64 megapixels

– ultrawide: 8 megapixels

– macro: 2 megapixels

– profundidade: 2 megapixels

Câmera frontal

8 megapixels

13 megapixels

Bateria

5.000 mAh com recarga de 10 watts

5.000 mAh com recarga de 20 watts

Sistema operacional

Android 11

Android 11

Conectividade

entrada dedicada para fones de ouvido (3,5 mm), porta USB-C, 4G, Wi-Fi, Bluetooth 5.0, NFC e GPS

entrada dedicada para fones de ouvido (3,5 mm), porta USB-C, 4G, Wi-Fi, Bluetooth 5.0, NFC e GPS

Mais

leitor de impressões digitais na parte de trás, rádio FM e botão dedicado ao Google Assistente

leitor de impressões digitais na parte de trás, rádio FM e botão dedicado ao Google Assistente

Cores

Aurora Gray (cinza) e Iridescent Pearl (prateado)

Phantom Black (preto) e Pastel Sky (prateado)

Com informações: Android AuthorityGSMArena e Pocket-lint

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
10 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Yago G. Oliveira (@yagogabriell)

Até quando a Motorola vai fazer telefones feios? Olha esse queixo! cadê uma tela amoled?

Guilherme Oliveira (@Guilherme_Oliveira)

LCD, HD+, 90hz … OMEGALUL

Pericles Cipriano (@Pericles_Cipriano)

Snap 662 é o novo Snap 625

Julio Andrade (@Julio)

A Motorola devia ter vergonha de lançar um celular em 2021 com um queixo bizarro desses.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

A Motorola se não abrir o olho, vai virar uma LG…

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Poderiam ter economizado nas câmeras macro e de profundidade e investido em uma tela menos pior.

Dark (@Darkalliance)

Tela LCD é até ok para um celular de entrada, mas não dá para defender tela HD+ em pleno 2021.

Sem contar o design ultrapassado e cansado utilizado sem muita variações dês do Moto G7.

Pelo menos dessa vez colocaram o NFC dês do modelo base, só resta saber se tomaram vergonha na cara e colocaram o Wi-Fi 5, em todos os modelos tbm.

No mais ambos os celulares não deveria custar mais de 1000 reais, mas já sabemos que “This is Brazil”.

@ksio89

Parei de ler em “HD+”.

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

Eu esperaria pelo lançamento nacional antes de comemorar, visto que a Motorola tem o péssimo hábito de capar o NFC na variante brasileira de diversos aparelhos dela…

@ksio89

Já ia dizer isso, aposto que ambos os modelos virão sem.