Início » Gadgets » Samsung Galaxy Buds Pro: som de qualidade sem ruído

Samsung Galaxy Buds Pro: som de qualidade sem ruído

Samsung Galaxy Buds Pro tem cancelamento ativo de ruído em design intra-auricular e excelente qualidade de som

Paulo Higa Por
Nota Final 8.9
Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Os Galaxy Buds ficaram tão conhecidos pela rivalidade direta com a Apple que era até estranho a Samsung não ter lançado um modelo intra-auricular com cancelamento de ruído para competir com os AirPods Pro. Isso acaba de mudar: os novos fones de ouvido da fabricante coreana, previsivelmente batizados de Galaxy Buds Pro, prometem tocar música sem deixar os barulhos te atrapalharem.

Com design totalmente sem fio, promessa de bateria de cinco horas no modo de cancelamento de ruído e muitas novidades internas, o Galaxy Buds Pro desembarcou no Brasil com preço sugerido de R$ 1.399. Será que vale a pena? Eu ouvi dezenas de horas de músicas no lançamento da Samsung nas últimas semanas e conto minhas impressões a seguir.

Análise do Galaxy Buds Pro em vídeo

Aviso de ética

O Tecnoblog é um veículo jornalístico independente que ajuda as pessoas a tomarem sua próxima decisão de compra desde 2005. Nossas análises não têm intenção publicitária, por isso ressaltam os pontos positivos e negativos de cada produto. Nenhuma empresa pagou, revisou ou teve acesso antecipado a este conteúdo.

O Galaxy Buds Pro foi fornecido pela Samsung por empréstimo e será devolvido à empresa após os testes. Para mais informações, acesse tecnoblog.net/etica.

Design e conforto

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

O Galaxy Buds Pro fica discreto no ouvido e lembra o formato dos primeiros Galaxy Buds, que também não deixam nenhuma perninha de fora. A parte externa, que é sensível ao toque, tem o mesmo acabamento espelhado do Galaxy Buds Live. As imagens promocionais da Samsung fazem parecer que essa região segue o mesmo tom de violeta do resto do fone de ouvido, mas ela tende ao prata. Não é tão elegante quanto o bronze, mas é bonita e é a cor que eu escolheria.

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Para que o Galaxy Buds Pro caiba em ouvidos de tamanhos diferentes, a Samsung envia dois pares extras de ponteiras de silicone. No meu caso, as borrachinhas pré-instaladas foram confortáveis e selaram bem o ouvido, como comento adiante. No início, eu não senti tanta segurança na fixação como nos feijões da Samsung, mas era só questão de costume: os fones não caíram da minha orelha mesmo durante uma corrida.

Uma novidade muito bem-vinda dos Galaxy Buds Pro é a certificação IPX7 de resistência contra água, para garantir que os fones não estraguem mesmo se você deixá-los cair em uma poça por acidente. Tanto o Galaxy Buds+ quanto o Galaxy Buds Live eram IPX2, ou seja, tinham apenas proteção básica contra respingos, como uma chuva leve.

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

O estojo tem um LED interno e outro externo para indicar o estado de carregamento e pode abastecer o par de fones de ouvido duas vezes e meia. Assim como nos outros Galaxy Buds, a porta USB-C está na traseira para quem quiser carregar o estojo via cabo, e a Samsung manteve a compatibilidade com o padrão Qi, o que pode ser útil especialmente se você tem um celular com compartilhamento de bateria sem fio, como os da linha Galaxy S.

Software e funções

Quanto ao software, a Samsung deu uma de Apple e lançou funções exclusivas para quem está no ecossistema Galaxy. Uma delas é a troca automática: se você estiver assistindo a um filme no tablet e receber uma ligação, o Galaxy Buds Pro alterna sozinho para o seu celular, sem que você precise tocar em nada. A outra é o áudio 360 graus, que rastreia o movimento da sua cabeça para reproduzir um som tridimensional. Ambas exigem aparelhos com One UI 3.1, ainda presente em poucos celulares.

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Já o aplicativo Galaxy Wearable, que permite equalizar os fones e personalizar os comandos de toque, continua disponível para qualquer Android. Estranhamente, a ferramenta ainda não funcionava com o Galaxy Buds Pro no iPhone enquanto eu fazia este review. É um retrocesso, já que o Galaxy Buds+ e o Galaxy Buds Live eram compatíveis desde os primeiros dias.

No Galaxy Wearable, você pode alternar entre os modos de cancelamento de ruído e som ambiente, inclusive podendo ajustar quanto de ruído externo quer deixar passar. Um ótimo recurso é o que ativa sozinho o modo de som ambiente ao detectar que você está falando, eliminando a necessidade de tirar os fones quando quiser conversar com alguém (desde que a outra pessoa não se incomode com isso). Não é perfeito e às vezes erra na detecção, mas pode ser útil no escritório.

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Assim como os AirPods, o Galaxy Buds Pro é um pouco limitado se você não estiver imerso no ecossistema da fabricante. É legal poder chamar o assistente de voz só falando o comando de ativação, ou então consultar a localização dos fones se você eventualmente perdê-los. Mas, de novo: isso só vai funcionar se o seu celular for um Galaxy.

Qualidade de som e microfone

O som do Galaxy Buds Pro é um dos melhores que eu já escutei em um fone de ouvido totalmente sem fio. Ele representa uma grande evolução em relação ao Galaxy Buds+, último modelo da Samsung com formato intra-auricular, e pode agradar o ouvido de mais pessoas que os AirPods Pro, que são até mais caros no mercado brasileiro.

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Na 1000 Doves, da Lady Gaga, as batidas estiveram presentes, sem exagerar como alguns fones assumidamente voltados para graves, mas de forma mais pronunciada que no Galaxy Buds+. Nos médios, a potência e as nuances da voz da cantora são bastante perceptíveis, com uma textura que traz uma sensação de detalhamento na medida certa, sem parecer áspero demais. Percebi um brilho nos agudos que pode incomodar algumas pessoas, mas esse é o tipo de característica que costuma me agradar e está no mesmo nível de outros fones da Samsung.

Em Face to Face, do Daft Punk (saudades), senti que as frequências baixas embolaram um pouquinho a apresentação, em parte porque as porradas tinham uma certa maciez, especialmente em comparação com os AirPods Pro, que têm batidas mais secas e com menor presença, o que ajuda a evitar isso. Com o equalizador no modo Dinâmico, que reduziu levemente a presença dos graves, mas sem tirar a diversão, o som ficou mais ao meu gosto.

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

O curioso é que, para os meus ouvidos, o Galaxy Buds Pro funcionou muito bem com a equalização padrão no My Sacrifice, do Creed, que tem partes mais agitadas, com pratos, guitarras e vocal que facilmente se transformam em uma amálgama desagradável em certos fones. A apresentação foi excelente do início ao fim, com ótimo corpo e detalhamento. O fato de a Samsung ter colocado um woofer para os graves e um tweeter para as outras frequências pode ter colaborado para esse desempenho.

A Samsung está de parabéns na qualidade sonora, e a captação não fica muito atrás. São três microfones (um interno e dois externos) que gravam a voz com clareza, principalmente considerando que ele não tem nenhuma perninha voltada para a boca como outros fones. A compressão do Bluetooth, que prejudica a definição e traz um aspecto levemente metalizado para as falas, está presente, mas em um nível muito baixo, que ainda permite à pessoa do outro lado te entender perfeitamente.

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Cancelamento de ruído e bateria

A grande novidade do Galaxy Buds Pro é, sem dúvida, o cancelamento ativo de ruído. Eu já havia degustado a tecnologia de ANC da Samsung no Galaxy Buds Live e gostei do que ouvi, considerando que estávamos falando de um fone de ouvido com formato aberto, que nunca conseguiria eliminar tanto barulho quanto um intra-auricular. Por isso, eu tinha expectativas bem altas para o modelo novo. E elas foram atendidas.

O Galaxy Buds Pro tornou meus dias de trabalho em tardes quentes mais calmos por ter sido extremamente competente em eliminar ruídos mais agudos, como aqueles emitidos por um compressor inverter de ar-condicionado portátil, que os AirPods Pro deixam passar um pouquinho. Isso também significa que ruídos repentinos, como vozes, sirenes e motos passando na rua, serão menos percebidos quando você estiver com o Galaxy Buds Pro nos ouvidos.

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Como não estamos viajando e o teste de cancelamento de ruído mais tradicional não pode ser realizado, toquei um som de cabine de avião no alto-falante do escritório, um Sonos Play:5. A conclusão é que os AirPods Pro ainda são melhores nesse cenário, mas a desvantagem do Galaxy Buds Pro é bem pequena, e você ainda terá uma ótima experiência ouvindo música sem o barulho de um motor te incomodando.

Já a bateria me deixou uma pontinha de decepção. A Samsung promete cinco horas de reprodução contínua no modo de cancelamento de ruído, o que fica dentro da média do mercado, mas o Galaxy Buds Pro, com volume em 50%, só aguentou 4h26min, abaixo da estimativa oficial. Repeti o teste e o resultado piorou: o lado direito morreu depois de 4h04min, quase uma hora a menos que o prometido.

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Isso me deixou intrigado, porque as fabricantes tendem a subestimar a autonomia de seus fones, divulgando um número menor que o real. O próprio Galaxy Buds+ era um exemplo: ele tinha promessa de 11 horas, mas aguentou 12h33min nos meus testes, uma duração sensacional. O problema de um fone de ouvido totalmente sem fio durar menos que o prometido logo nos primeiros dias de uso é que, com o desgaste natural da bateria ao longo dos meses, a autonomia tende a piorar ainda mais.

Desligando o cancelamento de ruído, o Galaxy Buds Pro durou 8h34min — agora sim, acima da promessa de 8 horas da fabricante. Esse resultado indica que ou a Samsung superestimou a autonomia dos fones no modo ANC, ou o algoritmo de cancelamento de ruído ainda não está otimizado e pode ser melhorado em atualizações futuras para consumir menos bateria.

Quando a bateria acabar, ao menos o abastecimento é rápido. Depois de zerar a carga, coloquei os fones no estojo e, 15 minutos depois, a bateria já estava em 49%, o suficiente para mais duas horas de música no modo de cancelamento de ruído. Os níveis atingiram 80% após 40 minutos e 100% após 1h15min. O estojo pode dar até 2,5 cargas completas em cada fone, então a autonomia total é suficiente para a maioria das pessoas.

Vale a pena?

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

O Galaxy Buds Pro é uma excelente opção de fone de ouvido true wireless com cancelamento ativo de ruído. A comparação com os AirPods Pro é inevitável, como ficou claro ao longo do review, porque o modelo da Apple é o que mais vende a nível global. A Samsung conseguiu entregar tanta qualidade quanto a concorrência, só que cobrando um preço menos salgado e com mimos para quem está dentro do ecossistema Galaxy.

Note que eu citei “ecossistema” três vezes durante a análise. Para mim, o Galaxy Buds Pro, mais do que um fone novo, sinaliza uma mudança de posicionamento da Samsung, que já havia tornado alguns recursos dos relógios Galaxy Watch exclusivos aos donos de celulares Galaxy. Se você estava acostumado com uma Samsung agnóstica e mais aberta que a Apple, pode se decepcionar. Por outro lado, ele oferece a melhor experiência musical até agora para quem tem um celular da marca.

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

O preço de lançamento de R$ 1.399 do Galaxy Buds Pro é difícil de engolir porque o Galaxy Buds+, no momento da publicação deste review, era encontrado por cerca de R$ 500 no varejo, uma verdadeira pechincha. Felizmente, assim como aconteceu com fones anteriores da Samsung, a tendência é que o valor baixe com o tempo. E, mesmo tendo que aceitar uma bateria inferior, eu certamente pagaria uns 30% ou 40% a mais para ter o cancelamento de ruído e uma qualidade de som melhor.

Especificações técnicas

  • Conectividade: Bluetooth 5.0;
  • Codecs: AAC, SBC, Scalable;
  • Baterias:
    • Estojo de recarga sem fio: 28 horas de som (ANC desligado) e 20 horas de som (ANC ligado);
    • Galaxy Buds Pro (cada lado): 5 horas de som (cancelamento de ruído ativado), 8 horas de som (cancelamento de ruído desativado) e 4 horas de conversação;
  • Sensores: dois microfones externos, um microfone interno, filtro de vento, proximidade, acelerômetro e giroscópio;
  • Compatibilidade: celulares e tablets Samsung Galaxy com One UI 3.1 ou superior (para alternância rápida entre dispositivos e áudio 360 graus);
  • Proteção: contra submersão na água (IPX7);
  • Dimensões:
    • Estojo de recarga sem fio: 27,8x50x50,2 mm;
    • Galaxy Buds Pro (cada lado): 20,5×19,5×20,8 mm;
  • Peso:
    • Estojo de recarga sem fio: 44,9 gramas;
    • Galaxy Buds Pro (cada lado): 6,3 gramas.

Samsung Galaxy Buds Pro

Prós

  • Boa resistência contra água (IPX7)
  • Cancelamento ativo de ruído eficiente
  • Design compacto e seguro no ouvido
  • Microfone com boa qualidade de captação
  • Som ótimo para quem gosta de um áudio mais encorpado

Contras

  • Duração de bateria no modo ANC não é tão boa
  • Eu ainda preciso me acostumar com uma Samsung fechada como a Apple
Nota Final 8.9
Design
9
Bateria
7
Conectividade
9
Conforto
8
Graves
10
Médios
9
Agudos
9
Isolamento
9
Recursos
10

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
7 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Felipe Insfran (@felipous)

Higa fez mais pela divulgação do Chromatica do que a Lady Gaga