Início » Aplicativos e Software » Galaxy Max Hz é um app grátis para tunar telas de celulares Galaxy

Galaxy Max Hz é um app grátis para tunar telas de celulares Galaxy

App para celulares Samsung Galaxy, Galaxy Max Hz oferece ferramentas para incrementar o controle da taxa de atualização da tela

Bruno Gall De BlasiPor

Desde o ano passado, a Samsung vem lançando celulares com telas de 90 Hz e 120 Hz, como o Galaxy A72 e o Galaxy S21. Mas e se os usuários pudessem ter mais controle sobre a taxa de atualização? Esta é a promessa do Galaxy Max Hz, um app gratuito que promete aprimorar as configurações de painéis de smartphones da marca sul-coreana.

Samsung Galaxy S21 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Samsung Galaxy S21 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Galaxy Max Hz ajusta telas de celulares da Samsung

O aplicativo para celulares Samsung Galaxy é uma iniciativa do desenvolvedor do XDA-Developers conhecido como tribalfs. Ao instalá-lo, os usuários contam com algumas opções extras para configurar a tela de seus telefones, como a possibilidade de ajustar a taxa de atualização e a resolução diretamente pelas configurações rápidas.

O software ainda permite que os usuários ativem a frequência oculta de 96 Hz, caso o celular seja compatível. Outra alternativa é habilitar a taxa de atualização adaptável experimental em dispositivos que não possuem suporte nativo ao recurso. Ou até mesmo forçar a redução da frequência ao mínimo quando a tela estiver desligada.

Segundo o XDA-Developers, o app deve funcionar em celulares da Samsung que tenham taxa de atualização alta, incluindo os modelos da linha Galaxy S20 e o Galaxy A52, por exemplo. Aos interessados, as instruções para instalar o aplicativo – por sua conta e risco – estão disponíveis no GitHub do desenvolvedor do Galaxy Max Hz: github.com.

Com informações: XDA-Developers

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Bruno Gall De Blasi (@brunogdb)

Tenho a sensação de que a tecnologia se tornará mais “tangível” com a chegada das taxas variáveis em mais celulares, devido ao consumo de energia, mesmo. Eu, que leio muito pelo smartphone, por exemplo, posso ser beneficiado por isso, pois a tela fica basicamente parada no mesmo lugar por bastante tempo.