Início » Telecomunicações » Oi Fibra lança plano de internet com 1 Gb/s de velocidade

Oi Fibra lança plano de internet com 1 Gb/s de velocidade

Plano gigabit da Oi Fibra está disponível em 137 cidades; operadora também vende internet de 200 Mb/s e 400 Mb/s

Lucas Braga Por

A Oi lançou nesta terça-feira (13) um novo plano de banda larga com velocidade de 1 Gb/s. A tele já testava a internet gigabit da Oi Fibra no Rio de Janeiro e Petrópolis, mas finalmente lançou o serviço de forma comercial nas 137 cidades onde atua com fibra óptica até a casa do cliente (FTTH). Confira os preços e detalhes dos pacotes da operadora.

Modem utilizado pela Oi Fibra (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

Oi Fibra de 1 Gb/s custa R$ 500 por mês (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

Esses são os planos da Oi Fibra:

Velocidade de download Velocidade de upload Preço mensal
200 Mb/s 60 Mb/s R$ 99,90 no débito automático
R$ 119,90 no boleto bancário
400 Mb/s 200 Mb/s R$ 149,90 no débito automático
R$ 169,99 no boleto bancário
1 Gb/s 500 Mb/s R$ 499,90 no débito automático
R$ 519,90 no boleto bancário

Vale destacar que o valor mensal do plano de 1 Gb/s no lançamento é mais caro que o do piloto realizado no Rio de Janeiro: a Oi cobrava R$ 449,90 por mês pela banda larga gigabit durante a fase de testes. Em Petrópolis o pacote custava R$ 649,90 por mês.

Os planos incluem uma linha de telefone fixo com ligações à vontade para fixos e celulares, inclusive DDD. A instalação é grátis, e o cliente leva modem Wi-Fi sem custo extra.

Todas as velocidades dão acesso ao Oi Play com Coleção Oi. As velocidades de 400 Mb/s e 1 Gb/s também incluem o Paramount+ e o Discovery Kids Plus, além do suporte técnico Oi Expert.

O interessado deve observar que em todos os planos há fidelidade de um ano, com multa em caso de cancelamento antes do período. Outro detalhe é que a partir do 13° mês a operadora cobra um acréscimo de R$ 20 na mensalidade dos pacotes de banda larga.

Além do plano de banda larga com telefone fixo, a Oi Fibra tem combo com TV por assinatura via IPTV. Com a velocidade de 1 Gb/s, o pacote Top custa R$ 699,90 mensais no débito automático e dá direito a 189 canais (sendo 108 em HD), um ponto adicional e a possibilidade de incluir HBO ou Telecine.

Os planos de internet rápida de outras operadoras

A grande verdade é que nenhuma grande operadora comercializa planos de pessoa física com velocidade gigabit:

  • Até 2019, a TIM Live comercializava planos de 1 Gb/s por R$ 860 mensais e 2 Gb/s por R$ 1.560 por mês, com upload de 300 Mb/s e 500 Mb/s, respectivamente. No entanto, a operadora reformulou o portfólio em 2020, e a velocidade máxima passou a ser 400 Mb/s.
  • A Vivo Fibra possui um plano de 600 Mb/s de download e 300 Mb/s de upload pelo preço mensal de R$ 299,99. A empresa também comercializa internet de 300 Mb/s de download e 150 Mb/s de upload por R$ 129,90 mensais.
  • A Claro NET vende internet via cabo coaxial de 500 Mb/s de download e 35 Mb/s de upload por R$ 449 mensais, mas esse plano é comercializado apenas no Rio de Janeiro e São Paulo. Nos demais municípios cobertos com tecnologia de cobre, a velocidade máxima é de 240 Mb/s de download e 20 Mb/s de upload.

Partindo para empresas regionais, é possível encontrar planos de 1 Gb/s. A Brisanet, que atua em municípios da região Nordeste, cobra R$ 499 mensais pela banda larga gigabit com upload de 200 Mb/s.

Os planos mencionados na matéria são referentes ao Rio de Janeiro (DDD 21), exceto na oferta da Brisanet, onde foi consultada a cidade de João Pessoa (PB). Os valores podem variar de acordo com a região.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
24 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Com uma velocidade dessas da pra atender um prédio residencial de tamanho pequeno a médio, não só uma casa/apartamento.

@RODRIGO

Provedores regionais oferecem, às vezes, internet 1Gb/s por um pouco mais de 100 reais, no mínimo! Achei este plano Gigabit da Oi Fibra ligeiramente caro!

Bruno Cabral Peixoto (@Bruno_Cabral_Peixoto)

sou heavy user! A internet aqui de casa tem limitador pra ninguém engolir sozinho a banda. Uso 200 Mbps, deixo uma folga de 40 Mbps pro resto da casa (3 pessoas).

Antonio Júnior (@antoniocpjunior)

Faltou uma melhor pesquisa na parte da Claro. Pois onde ela atende com fibra FTTH, possui velocidade de até 500 MB com 250 de upload.

Jedielson (@Jedielson)

Eu com meus 350Mbps passo raiva ainda. Problema no Brasil ainda é a pouca presença de grandes Data centers. Tu abre o YouTube até rápido, mas é um parto pra abrir as miniaturas, carrega uma a uma. Outra coisa é jogos que a maioria dos servidores são fora do Brasil.
Não adianta velocidade alta com latência mais alta ainda.

Danílio Costa da Silva (@Daniliocs)

Qual regional que vende por “pouco acima de 100 reais”? A única que ouvi falar com essa velocidade é a Brisanet, e o custo é de 499!!

Alisson Santos (@alisson)

Argentinos e uruguaios reclamam muito nas redes sociais que os servidores de jogos da região ficam todos no Brasil e a latência fica horrível. Acho que o problema é o tamanho do país, que necessitaria de bem mais servidores. Como se concentram em São Paulo, o resto do país sofre tanto quanto Argentina.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Acho que teu provedor não tem CDN da google, aqui as miniaturas abrem bem de boa.

Acho que falta backbone por terra até São Paulo para eles, pq aqui no Rio Grande do Sul, não muito mais longe do que é o Uruguai de São Paulo não tenho problema de latência, agora se tivesse de pegar os cabos submarinos, imagino que ia piorar bastante.

Lucas Braga (@LucasBraga)

Eu sei que a Claro vende planos com upload maior na fibra, mas a matéria fala especificamente sobre banda larga ofertada por cobre:

A Claro NET vende internet via cabo coaxial de 500 Mb/s de download e 35 Mb/s de upload por R$ 449 mensais, mas esse plano é comercializado apenas no Rio de Janeiro e São Paulo. Nos demais municípios cobertos com tecnologia de cobre, a velocidade máxima é de 240 Mb/s de download e 20 Mb/s de upload.

A Claro atua com fibra nos municípios entrantes, mas sua atuação com FTTH é ínfima perto da Vivo ou Oi. Dados da Anatel de fev/21 mostram que 96,4% de todos os acessos SCM da tele usam cabo coaxial, enquanto apenas 3,6% ficam na fibra – e incluem nessa conta os contratos de link dedicado e serviços corporativos prestados pela Embratel.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Mais um chorando as pitangas, a Oi só mantem essa rede de par metálico pq é obrigada, se pudesse tenho certeza que chutaria todos os clientes que usam ela pra pararem de reclamar.
Procure outro provedor de internet.

Cat Games - Contato (@Cat_Games_Contato)

Lançar é uma coisa, FUNCIONAR é outra bem diferente… rsrs

Veremos no que vai dar…

Marlon Boeck (@marlonboeck)

O negócio é acabar com a concorrência e com esses capitalistas opressores, olha só que maravilha que seria, todo mundo teria a mesma internet kkkkkkkkk.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

@Red_Squad e @Schmidt a minha cidade tem 22 mil habitante e tem o 2 provedor de FTTH instalados e mais 1 se instalando na cidade, 2 deles começaram como via radio, sendo que um deles entregava uma internet via radio muito boa, ip valido, banda sempre chegando direitinho, poucas quedas de sinal, inclusive por dificuldade de passar cabeamento da fibra na casa da minha mãe ela ainda tá usando via radio e funcionando super bem.
Não tem nenhuma empresa via radio de qualidade ai? a empresa só vai passar fibra se tiver demanda, se ela tiver um numero de clientes que se pague o investimento.

jacob (@jacob)

Pelo menos aqui no Sul, onde moro, tá tendo GPON em vários vilarejos rurais também. Na minha cidade de 40k habitantes tem um distrito afastado com cerca de 200 habitantes e com cobertura de fibra ótica em sua maior parte. Na área urbana, já há opção de fibra de 5 provedores. A Oi aqui virou simplesmente uma nota de rodapé, só se mantém com telefonia de quem ainda mantém o fixo e não portou a linha para algum desses provedores locais que também oferecem telefonia.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Sabe o que eu sinto falta as vezes, uma empresa de voip baratinha, queria manter uma linha fixa por até uns 20 reais por mês, mesmo que fosse só uns 50 ou 100 minutos de franquia pra fixo. Incrível que os planos fixos hoje em dia são mais caros do que os de celular ilimitado e com internet.

Exibir mais comentários