Início » Telecomunicações » SpaceX chega a 500 mil reservas para internet Starlink

SpaceX chega a 500 mil reservas para internet Starlink

A Starlink já soma mais de 1.500 satélites em órbita e planeja entregar mais dezenas de milhares deles com ajuda da SpaceX

André FogaçaPor

A Starlink já conta com 420 satélites lançados ao espaço desde março e comemora ter ultrapassado a quantia de meio milhão de assinantes que resolveram pagar uma espécie de pré-venda do serviço de internet. A reserva inclui um pacote de equipamentos para o acesso, que já pode ser testado em alguns países como Austrália, Nova Zelândia, Reino Unido, Estados Unidos, Canadá e até mesmo no Brasil.

Antena da Starlink (Imagem: divulgação/SpaceX)

Antena da Starlink (Imagem: divulgação/SpaceX)

Se você olhar para o céu em algum dia sem nuvens, poderá encontrar alguma fileira de pontos luminosos, que são os satélites da Starlink lançados pelos foguetes reutilizáveis da SpaceX. Até o último frete espacial para entregar mais 60 deles, ocorrido na última terça-feira (4), a empresa de Elon Musk somou 1.560 – sendo 420 entregues desde março.

Junto desta quantidade cada vez maior de satélites para levar internet aos clientes, a Starlink anunciou ter ultrapassado o número de 500 mil reservas para seu serviço. Este número representa um crescimento generoso, já que em fevereiro deste ano a empresa disse ter alcançado os 10 mil clientes nos Estados Unidos e em outros países.

Cada pessoa disposta a ter a conexão prometida para até mesmo locais remotos, precisa colocar US$ 99 na conta da empresa para garantir seu lugar na fila, depois mais US$ 499 para receber um kit com antena e o modem Wi-Fi utilizado para levar os dados até os dispositivos.

Starlink tem limitações e não está disponível para todos

O serviço de internet ainda não está disponível para qualquer pessoa e continua em fase de testes, funcionando em diversos pontos do mundo e incluindo áreas do Brasil. A Starlink ainda não conta com cobertura global para a rede de internet justamente pelo número de satélites, garantindo a passagem dos grupos por apenas alguns pontos específicos.

Por conta desta limitação técnica, o serviço de internet oferecido pela Starlink diz que mesmo nas áreas com a passagem dos satélites garantida, podem existir momentos onde a conexão estará mais lenta e outros até mesmo sem qualquer chegada ou envio de dados para a antena do assinante.

Elon Musk também comentou que outra limitação está no uso em áreas urbanas, principalmente onde há maior densidade de assinantes da Starlink. Mesmo com este ponto em mente, o executivo garante que a maioria dos mais de 500 mil clientes receberão a internet normalmente.

Para diminuir cada vez mais a quantidade de momentos sem conexão, a Starlink promete entregar ainda mais satélites ao espaço, passando dos 40 mil com ajuda dos lançamentos quase que semanais. Quando este objetivo estiver concluído, a empresa garante que conseguirá enviar internet de alta velocidade para qualquer pessoa em praticamente todos os pontos do planeta.

Com informações: TechCrunch.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando