Início » Aplicativos e Software » Google lança sistema operacional Fuchsia, começando pelo Nest Hub

Google lança sistema operacional Fuchsia, começando pelo Nest Hub

Sistema operacional Fuchsia faz sua estreia oficial no Google Nest Hub, mas usuários não devem notar mudanças na interface

Emerson Alecrim Por

Depois de cinco anos de desenvolvimento e especulações, o Fuchsia foi anunciado oficialmente nesta terça-feira (25). O novo sistema operacional do Google faz a sua estreia no Nest Hub de primeira geração. Trata-se de um começo tímido, mas importante: a expectativa é a de que a companhia adote o Fuchsia como sistema padrão de seus dispositivos em um futuro não muito distante.

Google Nest Hub (imagem: divulgação/Google)

Google Nest Hub de primeira geração (imagem: divulgação/Google)

Petr Hosek, líder técnico do projeto, celebrou o anúncio no Twitter, ainda que com discrição: “você não lança um novo sistema operacional todo dia, mas hoje é esse dia”.

Hosek fala da confirmação, pois era de conhecimento público que o Google Nest Hub com o Fuchsia 1.0 estava a caminho — o dispositivo chegou a receber certificação para Bluetooth no início de maio. Faltava apenas o anúncio oficial.

Interface do Nest Hub não muda

Usuários do Google Nest Hub devem conter uma possível empolgação. O dispositivo foi lançado em 2018 (na época, sob o nome Google Home Hub) com o Cast OS, sistema operacional baseado em Linux. A mudança para o Fuchsia não deve incrementar a experiência de uso da plataforma, porém.

Na verdade, a maioria dos usuários provavelmente não perceberá a mudança do Cast para o Fuchsia no Nest Hub. Isso porque o Google utiliza o kit de desenvolvimento Flutter para padronizar a experiência de uso de seus dispositivos inteligentes com tela. Essa padronização pode ser implementada em sistemas operacionais diferentes.

Em outras palavras: a migração do Cast para o Fuchsia não deve implicar em mudanças significativas na interface do dispositivo, pelo menos não nesta primeira versão.

Se é assim, para que mudar? Bom, o Google assegura que o Fuchsia foi idealizado para ser um “sistema operacional de nível de produção seguro, atualizável, inclusivo e pragmático”. Essa declaração sugere que, por ora, o Fuchsia deve otimizar determinados parâmetros técnicos, como o desempenho geral do dispositivo.

O Fuchsia será liberado para o Nest Hub nos próximos meses, começando pelas unidades de usuários participantes do Preview Program. Não está claro quando e se outros dispositivos baseados no Cast OS também serão portados para o novo sistema operacional.

Com informações: 9to5Google, The Verge.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
8 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Mickey Sigrist (@Mickey)

Lançamento tão tímido, mas tão tímido, que se o Tecnoblog não tivesse noticiado cerca de 5 pessoas ficariam sabendo aqui no Brasil. Até hoje as ambições da Google com esse sistema são meio desconhecidas. Será que o objetivo é substituir o Android em algum ponto?

Lucas Pinheiro (@LucasMiller)

Eu acho que sim! Sabe a ambição da HUAWEI de fazer tudo rodar o HarmonyOS, desde smartphones, tablets, TV’s, até carros?? Acho que o FucshiaOS é meio que o equivalente do Google!!! Com a diferença que o do Google foi feito com anos de desenvolvimento, então é um OS proprietário; já o HarmonyOS, pelo menos nessa versão inicial, é quase um fork do Android (tipo o FireOS da Amazon).