Início » Aplicativos e Software » Streamers criticam lives de apostas na Twitch e pedem banimento de casinos

Streamers criticam lives de apostas na Twitch e pedem banimento de casinos

Para o streamer Zack "Asmongold", Twich deve banir lives que recebem patrocínio para apostarem em jogos de azar

Murilo Tunholi Por

Streamers famosos da Twitch começaram a discutir sobre a legalidade das lives de apostas na plataforma, na última semana. Embora sejam permitidas pelo site, as transmissões de jogos de azar não são bem vistas por algumas pessoas, principalmente por quem mora em países onde casinos são ilegais. Na última sexta-feira (25), o streamer Zack “Asmongold” chegou a sugerir que esses conteúdos fossem banidos da Twitch.

Tyler “Trainwrecks” Niknam em live de aposta (Imagem: Reprodução/Twitch Trainwreckstv)

Tyler “Trainwrecks” Niknam em live de aposta (Imagem: Reprodução/Twitch Trainwreckstv)

Sites de apostas patrocinam streamers com dinheiro

As lives de apostas existem há anos na plataforma. Os canais focados em exibir jogos de azar, como caça-níqueis e roletas, costumam ser patrocinados pelos próprios sites dos games, que fornecem dinheiro para que os criadores gastem com apostas durante várias horas, incentivando outras pessoas a fazerem o mesmo.

Um exemplo é o site Stake, conhecido como um “casino de bitcoin”. No mês passado, o usuário Tyler “Trainwrecks” Niknam transmitiu uma sessão de 24 horas de apostas para mais de dois milhões de espectadores. Em um momento live, ele ganhou US$ 400 mil de uma vez para continuar gastando no jogo. Logo depois, a live atingiu o pico de visualizações, com diversas mensagens no chat comemorando a suposta vitória de Trainwrecks.

Devido à relação entre sites de jogos de azar e streamers, alguns usuários da plataforma defendem que as lives de apostas devem ser banidas da Twitch. Nas redes sociais, criadores de conteúdo como Trainwrecks têm sido criticados e chamados de “vendidos” por aceitarem os patrocínios dos casinos.

Além disso, por mais que boa parte do público das lives seja formada por pessoas com independência financeira que moram em países nos quais os casinos são permitidos, há também uma parcela de espectadores menores de idade e usuários de VPN que burlam os bloqueios de região, violando as leis. O Stake, aliás, é proibido nos EUA e no Reino Unido pelas legislações locais.

Lives de apostas podem destruir a Twitch, diz Asmongold

No Twitter, Asmongold — o maior streamer de World of Warcraft da Twitch — disse que as transmissões de jogos de azar deveriam ser banidas imediatamente da plataforma, pois poderiam “destruir o site de muitas maneiras nos próximos seis meses”. “Olhando as leis sobre apostas da União Europeia, qualquer um pode ver que isso não vai acabar bem”, comentou o streamer.

Asmongold pede o banimento das lives de apostas da Twitch (Imagem: Reprocução/Twitter @Asmongold)

Asmongold pede o banimento das lives de apostas da Twitch (Imagem: Reprocução/Twitter @Asmongold)

Enquanto isso, o youtuber Jeremy Hambly, do canal TheQuartering, publicou um vídeo no qual mostrou uma conversa supostamente vazada entre Trainwrecks e Félix “xQc” Lengyel, outro streamer que surfou na onda das lives de apostas. Nas mensagens, os criadores conversam sobre as regras para fazer lives usando o Stake, como não mostrar o nome do site na tela, criar uma conta nova sempre que fosse jogar e até se mudar para outros países.

No caso de xQc, o streamer atualmente mora na cidade de Austin, no Texas. Pelo Stake ser proibido nos EUA, é provável que o criador tenha usando VPN para acessar o site de jogos de azar, correndo riscos de ser preso pelas autoridades por praticar apostas ilegais com criptomoedas.

No dia 25 de junho, xQc fez uma live avisando que iria deixar de transmitir jogos de azar na Twitch por “motivos pessoais”. Ele também ironizou as críticas que havia recebido por incentivar apostas e aproveitou para acusar outros streamers de receberem dinheiro para gastarem no Stake.

Twitch tem focado em proibir lives com conteúdos sexuais

Até o momento, a Twitch não comentou sobre o caso das livestreams de apostas. Por enquanto, a plataforma não proíbe transmissões com jogos de azar e até mantém uma categoria específica para conteúdos desse tipo, chamada “Slots”.

Vale lembrar que, nos últimos dias, o site tem se pronunciado com frequência sobre conteúdos sexuais. Na semana passada, por exemplo, duas streamers foram banidas por fazerem lives sensuais com ASMR e poses de ioga.

Com informações: Kotaku, DotEsports, Ginx, Sportskeeda, TheQuartering.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando