Início » Aplicativos e Software » Twitter trabalha em recursos para arquivar tweets e remover seguidores

Twitter trabalha em recursos para arquivar tweets e remover seguidores

Usuários vão poder arquivar publicações após 30, 60, 90, ou 365 dias; Twitter quer implementar mudanças que dão mais controle sobre lista de seguidores

Pedro Knoth Por

Depois de abrir inscrições para testes do Super Follows e de ingressos para as salas do Spaces, o Twitter está trabalhando em recursos para arquivar posts. A mudança faz parte de um pacote de updates para dar mais opções ao usuário sobre quem visualiza e curte publicações. Além disso, a rede social quer habilitar uma função de remover seguidores.

Tela de abertura do Twitter no celular.
Tela de abertura do Twitter no celular. (Imagem: Joshua Hoehne/Unsplash)

As mudanças foram reveladas pela Bloomberg nesta quinta-feira (2). A rede social quer implementar mudanças que os executivos estão chamando de “privacidade social”.

Uma lista de supostas atualizações inclui a opção de arquivar tweets feitos depois de 30, 60 ou 90 dias — fica a critério do usuário. Também seria possível “esconder” posts publicados depois de um ano. Essa ferramenta ainda está em fase conceitual.

Outra função que o Twitter quer implementar é a remoção de seguidores. Atualmente, não é possível excluir quem te segue no Twitter. A pessoa deve deixar de te seguir voluntariamente. O máximo que pode ser feito é bloqueá-la, impedindo acesso ao feed.

Twitter quer função para esconder likes do usuário

O Twitter também está desenvolvendo uma opção de esconder posts que o usuário curte, sem que todos os seguidores vejam o like. Contudo, não existe previsão para testar a nova funcionalidade.

Além disso, a rede social está trabalhando em um jeito de habilitar perfis para “deixarem” uma conversa pública na plataforma. Por enquanto, essa opção tem previsão para ser testada antes de 2022.

Svetlana Pimkina, pesquisadora sênior do time do Twitter, disse à Bloomberg que muitos dos usuários da rede não entendem se suas contas são visíveis ao público ou são privadas.

“Quando a necessidade de privacidade social das pessoas não é alcançada, elas limitam a própria expressão”, disse Pimkina. “Elas acabam deixando a conversa”. O Twitter planeja, no futuro, avisar perfis para que reavaliem as definições de privacidade.

Na quarta-feira (1), o Twitter anunciou um “Modo de Segurança”: um dispositivo que bloqueia contas que usam linguagem ofensiva, como insultos ou discurso de ódio, além de spam de menções e respostas. Com o novo modo ligado, a plataforma vai analisar o conteúdo da resposta relacionado ao post, assim como a relação de quem comenta com o autor do post.

Também ontem, o Twitter anunciou que está trabalhando em outra novidade: gorjetas na Tip Jar feitas em bitcoin (BTC).

Com informações: 9to5Mac

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando