Início » Brasil » Brasil é 7º no ranking mundial de governo digital e 1º nas Américas

Brasil é 7º no ranking mundial de governo digital e 1º nas Américas

GovTech Maturity Index do Brasil é de 0,92, enquanto a média global é de 0,52; Banco Mundial destaca portal gov.br e Comitê de Governança Digital

Giovanni Santa Rosa Por

O Brasil ocupa o primeiro lugar nas Américas no ranking de governo digital feito pelo Banco Mundial, superando até mesmo EUA e Canadá. Na classificação global, o País é o sétimo colocado entre 198 economias avaliadas. Entre os países do top 10, é o único a ter mais de 100 milhões de habitantes.

App Meu Gov.br no iPhone (Imagem: Ronaldo Gogoni/Tecnoblog)
App Meu Gov.br (Imagem: Ronaldo Gogoni/Tecnoblog)

Brasil é líder em governo digital, diz Banco Mundial

O GovTech Maturity Index do Banco Mundial vai de 0 a 1. O Brasil ficou com 0,92, bem acima da média global, que é de 0,52. Coreia do Sul, Estônia, França, Dinamarca, Áustria e Reino Unido estão acima na lista.

Em seu relatório, o Banco Mundial destaca que o Brasil é um líder em sistemas de governo e instituições para viabilizar a digitalização. O Comitê de Governança Digital é citado como responsável por essa transformação, e a existência de uma estratégia de governança de dados, proteção de dados e segurança que vai até 2022 é elogiada.

O documento também menciona o Marco Regulatório da Inteligência Artificial, que foi disponibilizado para consulta pública em dezembro de 2019 e aprovado pela Câmara recentemente.

Em termos de serviços para o cidadão, o Banco Mundial destaca o portal gov.br, que permite acessar diversos órgãos públicos com um único login e senha. A entidade ainda ressalta que ele tem mais de 80 milhões de usuários, 40 vezes mais do que em janeiro de 2019. O governo brasileiro fala em 115 milhões de usuários.

Como lembra a Agência Brasil, o País teve uma série de serviços digitais lançados recentemente, como o auxílio emergencial, as carteiras digitais de trabalho e de trânsito e o Pix.

A plataforma Fala.BR, usada como ouvidoria e portal de acesso à informação, também consta no relatório, assim como o Software Público Brasileiro, que existe desde 2007 e oferece 60 soluções de código aberto para diferentes setores.

Meu gov.br App (Imagem: Gabrielle Lancellotti/Tecnoblog)
Meu gov.br App (Imagem: Gabrielle Lancellotti/Tecnoblog)

Banco Mundial avalia 48 indicadores

O GovTech Maturity Index é um índice do Banco Mundial para medir a maturidade digital de governos ao redor do mundo. Ele leva em consideração 48 indicadores divididos em quatro componentes.

O primeiro componente mede a existência de sistemas digitais de governo. Ele agrega indicadores como existência de uma nuvem governamental, de órgãos para promover software livre, de uma plataforma de interoperabilidade e de sistemas para gerenciamento fiscal, controle alfandegário e investimento público, entre outros.

O segundo mede a entrega de serviços públicos, com indicadores que avaliam a disponibilidade de sistemas para cidadãos e empresas.

O terceiro mede o engajamento cidadão, avaliando a existência de portais de dados abertos e plataformas para contribuir nas decisões políticas.

O quarto e último mede a viabilização de um governo digital, checando se há entidades focadas no assunto, leis e autoridades para proteção de dados, programas para capacitação da população e identificação nacional única para os cidadãos.

O Brasil obteve pontuação média de 0,92, e os quatro componentes ficaram bem equilibrados, com notas entre 0,91 e 0,93.

Com informações: Agência Brasil, Banco Mundial

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Alex (@wuhkuh)

Tá aí uma das 3 coisas que esse governo fez de bom, a digitalização do serviço publico, essa semana eu precisei de dois documentos, um do exercito e outro da secretária de educação e literalmente em dois dias, com o enviar de dois e-mails, eu resolvi tudo. Nunca que um processo de simples requisição de documento seria tão rápido, no mínimo uns 15 dias, com sorte

Gustavo Guerra (@GustavoGuerra)

Primeira vez que fico surpreso com um rank onde o Brasil está no topo que não seja uma avaliação de problemas. É fato que temos muitos sistemas digitais, mas a burocracia e lentidão em certas áreas mostra que temos muito o que evoluir.

Hélio Márcio Filho (@heliommsfilho)

Pena que ao lado desta boa notícia tem essa:

image1920×531 66.5 KB

Ainda falta muita estrutura. A inovação é bem-vinda sempre, mas as instituições ainda são amadoras em segurança digital, seja Governo ou setor privado. Só neste ano já vazou tudo que é possível vazar.

Felipe (@darth)

Só falta agora na CNH digital aparecer a pontuação

uma mudança na forma ma conta salário (Que ela possa ser em qualquer banco sem esse negócio de abrir e fazer portabilidade

Reduzir a taxa de licenciamento, ja que os documentos são digitais

INSS fazer o pagamento direto na conta do beneficiário, tendo a opção de campo próprio nos requerimentos.

Interligar ATMs (qualquer banco em qualquer caixa)