Início » Legislação » Blogueiro egípcio é condenado a 3 anos de prisão

Blogueiro egípcio é condenado a 3 anos de prisão

Avatar Por

Uma corte militar egípcia condenou o blogueiro Maikel Nabil, de 28 anos, a três anos de prisão por "difamar o exército e divulgar falsa informação", informa a CNN. Detido no último dia 28 de março, Nabil teria usado de "linguagem inapropriada" para "difamar" a comissão militar que assumiu o comando do país depois dos protestos que derrubaram o então presidente Hosni Mubarak no começo do ano

Ironicamente, a internet teve um importante papel de mobilização popular. "Seus apelos pelo fim do recrutamento militar obrigatório foram considerados uma ameaça à juventude do Egito", afirmou Joe Stork, representante da Human Rights Internacional à rede de notícias norte-americana.

De acordo com o órgão, este seria "o pior ataque contra a liberdade de expressão no Egito desde que o governo de Mubarak prendeu seu primeiro blogueiro em 2007". "A decisão tem implicações sérias para a liberdade na internet em geral e abre precedentes para outros abusos militares", completa.

Em janeiro deste ano manifestantes egípcios usaram a internet como uma ferramenta para organizar protestos contra o regime do ditador Hosni Mubarak, que chegou a cortar o acesso à rede no país por uma semana. Desde sua queda uma comissão militar assumiu o comando do país.

Mais sobre: , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Caio Furtado
Gente! Do que adianta voltar a internet se não se pode falar o que quer?
@brunogdb
Pensei a mesma coisa, e que eu me lembre, isto deveria ter acontecido antes dos protestos o.O
Turdin
Caramba, até agora ainda está havendo repressão, mesmo com a queda da ditadura?
Murdock
Totalmente off topic mas depois de ver no site da Exame e do TechTudo, se eu vir aquela geladeira de mão aqui perco a linha com os editores!
Filipe Freitas
não me surpreendo..
Gabriel Bemfica
A máscara dos militares está caindo. Já houve denúncias na CNN de que eles estariam por trás de torturas e mortes durante as manifestações na praça Tahir. Mais essa agora...
@brenocs
Os caras só precisavam de mais aulas de história. Se não tivessem matado aula no dia em que explicaram sobre a revolução bolchevique, provavelmente não cometeriam o erro de colocar uma junta militar no poder pós ditadura.
e.ricardo
O lance no Egito esta cada vez pior ! vamos ver o que vai rolar daqui pra frente !
@andradevini
que absurdo...
mas o Egito está todo "doido" mesmo.