Em abril desse ano o Nexus S, o celular conhecido por conter a versão mais pura e limpa do Android, foi homologado pela Anatel para venda no Brasil. Sua fabricante, a coreana Samsung, pretendia vendê-lo aqui, mas pouco depois da homologação a empresa decidiu desistir desse plano, primeiro dizendo que havia uma restrição da Anatel e depois admitindo que por “motivos comerciais” ele não seria vendido aqui. Para efeitos de conversa em bar e discussões nos círculos geeks no Brasil, o caso ficou conhecido como Nexusgate. E hoje sabemos um pouco mais do que aconteceu.

Segundo o Link, do jornal Estadão, uma disputa judicial envolvendo a marca Nexus impede que o modelo Nexus S seja vendido oficialmente no Brasil. Uma empresa brasileira chamada Nexus Telecom conseguiu com uma liminar em maio contra o Google e a Samsung para impedir que a venda do Nexus S acontecesse. Segundo ela, o uso da marca Nexus no meio de telecomunicações já é de exclusividade da empresa e por isso o pedido da liminar. O Google também é acusado de uso indevido da marca, mas ele se defende dizendo que não comercializa o aparelho em território nacional.

A Samsung mantém sua posição e diz que a decisão de não vender o aparelho por aqui foi mesmo o motivo comercial e diz que a Nexus Telecom não tinha a liminar na época. Mas provavelmente a empresa não quis arriscar trazer o Nexus S para cá só para depois ter sua venda proibida. Os advogados do Google até tentaram derrubar a decisão, mas o pedido foi negado. O que quer dizer que enquanto a Nexus Telecom detiver o uso da marca, poderemos nunca ver um aparelho Nexus sendo comercializado no país. Oficialmente, claro.

O processo está sob o número 583.00.2011.147293-7 no Fórum Central Civel João Mendes Júnior, em 1ª instância, e sob o número 0153297-47.2011.8.26.0000 no Tribunal de Justiça de São Paulo, em 2ª instância.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@wnobuo
Sinseramente, se eu fosse dono da empresa Nexus Telecom eu ganharia uma fortuna em cima do produto da samsung. Bastava licenciar o nome e cobrar por aparelho vendido um determinado valor. Acho burrice esse negocio de proibir vendas. Além de da NT perder com o licenciamento da marca. Afinal eu nunca vi um telefone da marca Nexus Telecom no mercado, nem sei onde ela atua. Seria marketing gratuito e ainda ganharia uma grana preta aceitando receber por aparelho vendido! Enfim, a empresa não é minha, eles que se fodam se não pensam direito.
Yangm
Menos ter um sistema de push Android 2.2+
@Namelessbr
Podem simplesmente trocar o nome dele no Brasil como se faz com carros e coisa assim, e aí não teria problema, todo mundo saberia que é um Nexus S, no Brasil podia ser chamado de forma diferente..
Kowalski
"Confere, Casão?!" (Cléber Machado, em dúvida se compra o Nexus com a nova versão do Android ou escolhe um 'xing-ling' mesmo)
Yangm
"Qual outro aparelho do mercado lançado em 2010 terá o ice green sandwich?" Provavelmente nenhum nem o Nexus one.
Paulo Henrique
Olha eu que peguei e vi o celular! MEU MILESTONE FAZ TUDO QUE ELE FAZ!
Marcelo
fuck shit!
@TatoGomes
Sanduiche de gelo verde?
Vinicius Kinas
Quando fui comprar meu smartphone, tava em dúvida entre o Nexus S (que era lançamento) e o Galaxy S. Só não peguei o Nexus S porque era exclusividade de uma loja no lançamento, e não tinha como trazer.
Blek Zarioky
http://instantrimshot.com/
j2k
história meio mal contada... vamos ver no que dá!
Kowalski
Como nordestino, conheço bem essa palavra. :D :P
Kowalski
@Guilherme Macedo: Eu me expresssei mal. O juiz não é "obrigado" mesmo a decidir de forma semelhante ao processo do "iPad". Porém, seguindo os princípios gerais de direito e o bom senso, ele "deveria" observar a decisão e julgar de forma parecida, ou seja, não prolatar uma sentença totalmente em desacordo com casos anteriores. Nesse sentido e a fim de evitar muitos absurdos nas decisões da justiça brasileira, o STF criou a chamada "Súmula Vinculante" há poucos anos. Quanto às duas empresas estarem no mercado de telefonia, creio que não há impedimento tão grande que proíba a venda do "smartphone", pois as duas não irão concorrer diretamente com produtos similares.
Ibraim (G)
Não tem NEXO nenhum essa briga. O nome do modelo do aparelho não iria prejudicar em nada a marca dessa empresa que nem conhecemos. Eles estão de olho é no dinheiro. Daqui a pouxo o NX 0 vai entrar na briga também. [:D]
@gribeiro_dev
Eu tenho um, trouxe de Londres! A interface limpa dele é EXCELENTE, e as atualizações Over the Air fazem-no o melhor android do mercado (fora do brasil).
Exibir mais comentários