A HP anunciou na terça-feira a mais nova geração da Z Series Workstations, família de computadores para aplicações profissionais que pedem altas capacidades de processamento, como hospitais, empresas de engenharia ou edição de vídeos e animação.

Toda a linha é equipada com os poderosos chips Intel Xeon, mas o grande destaque é que um dos modelos pode chegar trazendo — pasme — até 512 GB de memória RAM instalados debaixo do capô.

Quem disse que computadores profissionais não são legais?

A honra cabe ao modelo Z820, topo de linha que em sua configuração mais poderosa pode chegar com dois processadores Xeon de oito núcleos rodando a 3,1 GHz, 14 TB de armazenamento e 512 GB de RAM.

Se isso não for o suficiente, o processamento de gráficos é garantido por duas placas gráficas Nvidia Quadro 6000. Em suas entranhas, o T-Rex do mundo dos computadores exibe 7 entradas Sata para HDs e 16 slots de memória, capazes de abrigar pentes DDR3 de até 32 GB de capacidade, tudo isso comprimido em um gabinete de alumínio com 44,4 cm x 20,3 com 52,5 de profundidade. Mesmo tamanho de um PC de mesa comum.

Os outros modelos da linha são o Z420 e o Z620, que têm configurações modestas perto de seu irmão mais velho. O primeiro conta com os serviços de apenas um chip Xeon de até 2,9 GHz e “apenas” 64 GB de RAM, enquanto o segundo já conta com dois processadores e pode ter até 96 GB de RAM. Todos modelos da Z Series Workstations podem rodar Windows 7 Professional ou Linux.

As vendas dos modelos estão agendadas para começar em abril. Em sua versão básica, o Z820 sai por módicos US$ 2.299 (R$ 4 mil) e chega trazendo dois Xeon 1,8 de GHz e 4 GB de RAM. O valor da máquina equipada com todos seus opcionais ainda não foi divulgado, mas certamente tende ao infinito.

Com informações: Slashgear

Nota do blogger: 512 GB de memória RAM é uma cifra tão absurda, mas tão absurda para os dias de hoje, que houve um erro na digitação do título, em que a sigla GB foi trocada por MB na primeira versão. Até outro dia vivíamos entre computadores que exibiam 512 MB de RAM e é meio duro se livrar de velhos hábitos. Pedimos desculpas aos leitores que acabaram topando com tal erro e agradecemos aqueles que prontamente nos apontaram a falha.