Arquivo Legislação

Apple encerra brigas de patentes com HTC e fabricante de relógios

Rafael Silva
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Uma das primeiras grandes disputas de patentes abertas pela Apple foi encerrada essa semana. Para quem não lembra, em março de 2010 a empresa da maçã processou a fabricante Taiwanesa HTC por infração de pelo menos 10 patentes relacionadas aos aparelhos Android vendidos por ela. Mas depois de mais de dois anos de conversa, as empresas finalmente chegaram a um acordo.

Os detalhes desse acordo? Não se sabe: são todos confidenciais. A disputa foi encerrada no domingo e nenhuma das duas fabricantes declarou muito sobre o assunto. Tim Cook, CEO da Apple, disse apenas que “estamos satisfeitos por ter chegado a um acordo com a HTC” e Peter Chou, CEO da HTC, declarou “a HTC está satisfeita em ter resolvido sua dusputa com a Apple […] para que possamos focar em inovação no lugar de litígio”.

O acordo de patentes dá por encerrado todos os processos que a Apple tem contra a HTC (e vice-versa) ao redor do mundo e é válido por 10 anos. Segundo o consultor de litígios envolvendo patentes Florian Muller, o acordo é “esperado e inesperado ao mesmo tempo, já que nenhuma das empresas tinha muita vantagem sobre a outra”. Resta saber se os processos voltarão depois dos dez anos passarem – já que o próprio Steve Jobs prometeu gastar até o último centavo da Apple na briga judicial contra o Android.

21 milhões por um relógio suíço

Enquanto em Taiwan a empresa da maçã ganha, na Suíça ela teve que se desfazer de uma quantia considerável em dinheiro por ter usado o design de um relógio suíço sem pedir. Por causa disso, a empresa dona do design, chamada Mondaine, ameaçou processar a Apple no final do mês de setembro.

Relógios: pouco mais do que similares | Crédito: CBS Interactive

Ao que parece, de acordo com a CNET, esse problema foi resolvido depois que Tim Cook assinou um gordo cheque de US$ 21 milhões à Mondaine. A informação dos valores não é oficial e sim de fontes ligadas à Mondaine e ouvidas por um jornal suíço.

E se for mesmo esse valor, não é nada que a Apple não vá recuperar com 10 anos de licenças de patentes da HTC. Ou com uma multa bilionária da Samsung.

Rafael Silva

Rafael Silva tem 27 anos, estudou Tecnologia de Redes de Computadores e mora em São Paulo. Tem uma queda pela Apple na área de dispositivos móveis, mas sempre usou Windows em todos os seus notebooks e desktops. Vez ou outra fala alguma coisa interessante no Twitter: @rafacst. [Envie um email]

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque