Arquivo Negócios

Microsoft anuncia Visual Studio para Mac

Paulo Higa
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Surpresa (na verdade, nem tanto): a Microsoft anunciou nesta segunda-feira (14) que vai lançar uma versão do Visual Studio para usuários de macOS ainda em novembro. Com a novidade, a empresa vai permitir que os desenvolvedores construam aplicações em .NET ou C# sem necessidade de ter um computador com Windows.

A Microsoft já havia liberado, em 2015, o Visual Studio Code para macOS e Linux, um editor de código com suporte a diversas linguagens de programação. O Visual Studio que está chegando agora é um ambiente completo: “Se você gosta da experiência de desenvolvimento do Visual Studio, mas precisa ou quer utilizar macOS, você deverá se sentir em casa”, afirma a empresa.

visual-studio-mac

Diz a Microsoft: “Compatibilidade é um dos principais focos do Visual Studio para Mac. Embora seja um produto novo e não suporte todos os tipos de projetos do Visual Studio, ele utiliza a mesma solução MSBuild e o mesmo formato de projeto para os tipos suportados. Se você possui membros da equipe no macOS e no Windows, ou alterna entre os dois sistemas operacionais, você pode compartilhar seus projetos em todas as plataformas. Não há necessidade de nenhuma conversão ou migração”.

É uma continuação da estratégia da Microsoft como empresa de serviços, não de software. Ao liberar o Visual Studio para Mac, a companhia permite que os desenvolvedores aproveitem as tecnologias da Microsoft no sistema operacional que preferirem. Além disso, o The Verge destaca que a ferramenta é baseada no Xamarin Studio, e que a mudança pode incentivar os desenvolvedores de iOS e macOS a produzirem aplicativos para Windows.

Uma prévia do Visual Studio para macOS será liberada durante o evento para desenvolvedores Microsoft Connect();, que acontece a partir de quarta-feira (16).

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista, com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque