Trote para polícia e bombeiros vai dar multa no RJ

Thássius Veloso
Por

Que o trote telefônica para serviços de emergência prejudica a população, isso todo mundo já sabe. Enquanto um engraçadinho finge ser uma criança em apuros, uma pessoa que acaba de ser assaltada pode ficar sem o atendimento necessário. Para tentar mudar esse quadro, um deputado do Rio de Janeiro vai atacar algo infalível: o bolso.

A lei 5.784/10 prevê que as pessoas que passarem trote para os serviços de emergência da Polícia Militar e dos Bombeiros deverá pagar uma multa, referente ao custo operacional que aquela ligação acarretou, desde o atendimento na central de atendimento da entidade até o possível deslocamento de equipes.

Para os espertos que já pensam em uma forma de burlar o pagamento, uma má notícia: a cobrança será automática e feita diretamente na conta telefônica. Para evitar multas além do necessário, cada entidade deverá divulgar um cálculo com o preço de cada trote.

A lei foi criada pelo deputado Flávio Bolsonaro (PP-RJ). Infelizmente só vale para o Estado do Rio de Janeiro, mas se algum deputado federal ou senador resolver levá-la para o Congresso, os cidadãos de bem agradecem.

Você sabia? | Telefonar para o 911 – famoso número de emergência dos filmes e séries – faz com que a ligação chegue no atendimento policial mais próximo? Todas as chamadas para esse número são redirecionadas para o 190.

Com informações: JB Online. Imagem: sun dazed.

Thássius Veloso

Ex-editor-executivo

Thássius Veloso foi editor e editor-executivo do Tecnoblog de 2008 a 2014. Liderou o noticiário e cobriu de perto os maiores acontecimentos do mercado de eletrônicos de consumo, games e serviços. É jornalista, palestrante e apresentador de tecnologia na rádio CBN e no canal de TV por assinatura GloboNews.

Relacionados

Relacionados