Apple diz que jailbreak legalizado pode violar garantia

Juarez Lencioni Maccarini
Por

Esse Jailbreak também é legal.

Ontem o jailbreak passou a ser legal através de um adendo ao DMCA. Hoje Leander Kahney, do Cult of Mac (talvez mais conhecido pelo seu livro “A cabeça de Steve Jobs”) recebeu uma ligação da assessoria de imprensa da Apple tratando do assunto.

O depoimento oficial da empresa sobre a legalização do jailbreak encontra-se abaixo:

“O objetivo da Apple sempre foi se certificar de que nossos clientes tenham uma ótima experiência com seu iPhone e nós sabemos que fazer jailbreak pode degradar severamente essa experiência. Como dissemos antes, a vasta maioria dos clientes não fazem jailbreak nos seus iPhones pois isso pode violar a garantia e fazer o iPhone ficar instável e não funcionar de forma confiável.”

Agora é possível que a discussão sobre o jailbreak fique ainda mais aquecida. Ele é legal, mas possibilita a utilização de apps piratas, além de que ninguém garante que aplicativos de fora da App Store não vão causar problemas ao seu iDevice se o usuário não souber bem o que está fazendo.

Mas, apesar de tudo isso, a dúvida que fica em mim agora é: pode um procedimento legal violar a garantia de um produto?

Suponho eu que sim. O jailbreak faz alterações no software do aparelho. Fazendo uma analogia com o hardware, seria como se um eletrônico fosse aberto e tivesse recebido alterações em seus componentes que não foram feitas por uma assistência autorizada. É legal abrir seu aparelho e trocar componentes, porém a fabricante não pode mais ser responsabilizada pelo estrago que isso pode causar se algo der errado, e portanto não precisa cumprir com a garantia.

Me parece um acordo justo: quem quiser fazer jailbreak pode ficar à vontade, mas a Apple lava as suas mãos. E você, leitor, o que acha?

Relacionados

Relacionados