Um raro tipo de estrela conhecida como Pulsar Binário Interrompido foi descoberta por três participantes do projeto Einstein@Home, em que os navegantes doam o tempo ocioso de seus computadores para a análise de dados coletados por antenas de rádio frequência localizadas na Terra e que exploram sinais vindos do espaço.

O corpo celeste, que agora atende pelo simpático nome de PSR J2007+2722, é “um tipo de estrela de nêutrons de alta velocidade rotacional que pode ser formar em alguns tipos de supernovas, ou explosões estelares”.

Proteção de tela usada no Einsten@Home

Ele teve sua descoberta oficialmente creditada ao casal de profissionais de tecnologia norte-americano Chris e Hellen Colvin e ao analista de sistemas alemão Daniel Gebhardt. De acordo com os responsáveis pelo projeto, a nova estrela rotaciona 41 vezes por segundo sobre seu próprio eixo e tem “um campo magnético estranhamente baixo”.

Organizado desde 2005 pela universidade de Winsconsin-Milwaukee, o projeto Einstein@Home é um experimento que procura evidências de ondas gravitacionais emitidas por pulsares, buracos negros, estrelas de nêutrons e outros objetos de grande densidade que usa o software BOINC (Berkeley Open Infrastructure for Network Computing) para “repartir” a tarefa de processar os dados coletados por suas antenas entre as máquinas dos navegantes. Para o usuário, todo o processo de apresenta apenas como um descanso de tela que mostra a área do céu que está sendo varrida.

Com informações: BBC, Science Mag.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
João Brunelli Moreno

João Brunelli Moreno

Ex-redator

Formado em comunicação e jornalismo pela Universidade Metodista de Piracicaba, João Brunelli Moreno é redator, blogueiro, roteirista e produtor de conteúdo. Venceu mais de 100 prêmios de publicidade, incluindo o 40° Profissionais do Ano realizado em 2018. Foi autor no Tecnoblog entre 2009 e 2012 cobrindo assuntos relacionados a gadgets, computadores, Apple, Google, Microsoft, entre outros.

Relacionados