Arquivo Celular

Motorola confirma (mas não explica) falta de atualização do Android no Brasil

Thássius Veloso
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Se você estava esperando mais um pouco para adquirir um smartphone da Motorola com a versão mais recente do Google Android, é bom começar a pensar em outras alternativas de outros fabricantes. A Motorola confirmou nessa semana que, diferentemente do que vai acontecer nos Estados Unidos e países da Europa, no Brasil não vai haver atualização para os aparelhos que já foram vendidos.

Depois que a Motorola americana anunciou que disponibilizaria o Android 2.2 (Froyo) para os clientes que possuem um Motorola Milestone (conhecido como Droid por lá), ficamos na dúvida se haveria ou não a mesma atualização para os produtos vendidos no país.

Android 2.2? Nem queria mesmo...

Eis que, agora há pouco, chegou o banho de água fria: consultada por nós, a Motorola brasileira confirmou que não vai fornecer o Android 2.2 para quem já tem um Milestone. O Motorola Dext e o Backflip, que estavam para receber o Android 2.1 nos Estados Unidos, também tiveram a atualização negada.

Segue abaixo exatamente o que a Motorola nos informou:

A Motorola reforça que está comprometida em manter a evolução constante das experiências de seus smartphones Android, trazendo periodicamente atualizações de software. A empresa busca a melhor combinação de hardware e software para cada dispositivo e toma suas decisões baseadas em uma série de fatores de mercado que depende das negociações com cada operadora, com a Google e do planejamento do portfólio da Motorola no Brasil.

No que se refere aos upgrades de software, a Motorola informa que não disponibilizará a atualização do Dext e do Backflip para a plataforma Android 2.1, nem do Milestone para Android 2.2.

Esquisito, não? A melhor combinação de hardware e software eles já têm, tanto que vão oferecer a atualização em outros mercados. A negociação com o Google pelo visto funcionou, senão nenhum aparelho Milestone com Android 2.1 poderia receber o Android 2.2. Por fim, restam as negociações com as operadoras brasileiras, que realmente podem ser um problema, e o planejamento estratégico da Motorola Brasil.

Questionada sobre de onde partiu essa decisão, a Motorola brasileira não informou se a matriz ou a subsidiária foi a responsável, mas confirmou que tais decisões são alinhadas entre as duas. Mais uma vez, o “planejamento do portfólio da Motorola no Brasil” é citado como motivo para a decisão.

Resta saber se a Motorola faz isso para garantir um pouco mais de mercado para si, vendendo Milestones com Android 2.1 agora, mas com intenção de mais para frente lançar o Milestone rodando Android 2.2 no mercado, apenas para quem comprar um novo aparelho. É essa é a impressão que eu tenho. Tenho certeza que é a impressão que você, nobre leitor, também tem.

Sugestão enviada pelo leitor Rafael Estevan. Valeu, Rafael!

Thássius Veloso

Ex-editor-executivo

Thássius Veloso foi editor e editor-executivo do Tecnoblog de 2008 a 2014. Liderou o noticiário e cobriu de perto os maiores acontecimentos do mercado de eletrônicos de consumo, games e serviços. É jornalista, palestrante e apresentador de tecnologia na rádio CBN e no canal de TV por assinatura GloboNews.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque