Arquivo Celular

Queda dos serviços BlackBerry diminuiu acidentes de trânsito

Rafael Silva
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Se você tem um aparelho BlackBerry provavelmente foi uma das pessoas afetadas pela queda dos serviços da empresa na semana passada. Na lista de consequências dessa queda estão alguns itens já esperados como usuários nervosos, perda de mensagens importantes, possíveis prejuízos financeiros e vários outros. Mas uma consequência específica foi algo que ninguém poderia prever: durante os dias de indisponibilidade dos serviços da RIM, os acidentes de trânsito de duas cidades árabes diminuíram.

Quem afirma são os chefes de polícia da cidade de Abu Dhabi, a capital dos Emirados Árabes Unidos, e de Dubai, a segunda maior cidade da nação. Eles dizem que perceberam uma queda de 40% em acidentes na primeira e 20% de queda na segunda, ambos durante o período em que os serviços BlackBerry ficaram fora do ar.

Seja inteligente: faça pareamento do BlackBerry no carro e não envie SMS.

Os chefes de polícia Gen Dahi Khalfan Tamim e Brig Gen Hussein Al Harethi afirmam que isso aconteceu porque, devido à queda dos serviços, os usuários de BlackBerry não podiam ler e-mails ou enviar SMS com seus aparelhos enquanto estivessem dirigindo, o que os forçou a prestar mais atenção no tráfego.

Como Abu Dhabi tem uma grande quantidade de empresas e prédios comerciais você espera que o número de executivos trabalhando neles também seja alto, então os dados da polícia local até fazem sentido. Mas pode ser outro fator também, apontado pelo pessoal do Naked Security: a morte do jogador da seleção de futebol dos EAU, Theyab Awana. Ele teria morrido num acidente de trânsito enquanto mandava uma mensagem no seu BlackBerry, o que pode ter causado uma maior conscientização desse perigo à população árabe.

Imagem sob licença CC do usuário ChrisFizik no Flickr.

Rafael Silva

Rafael Silva tem 27 anos, estudou Tecnologia de Redes de Computadores e mora em São Paulo. Tem uma queda pela Apple na área de dispositivos móveis, mas sempre usou Windows em todos os seus notebooks e desktops. Vez ou outra fala alguma coisa interessante no Twitter: @rafacst. [Envie um email]

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque