Mandriva 2011 disponível para download

Paulo Graveheart
Por

Apesar de todos os problemas envolvendo a saída de desenvolvedores e a criação de um fork, o Mandriva 2011 finalmente foi liberado para download, trazendo algumas novidades interessantes para quem gosta de usar o Linux principalmente como desktop e já não aguenta mais o roxo do Ubuntu.

Todo feito em KDE

De começo, as más (ou boas, dependendo do leitor) notícias: esqueça GNOME, Xfce e outros gerenciadores de janela: o Mandriva 2011 usará o KDE como padrão, e somente ele. Aliás, mesmo os pacotes para esses gerenciadores não serão mais mantidos pela equipe do Mandriva, mas sim por terceiros. Quer instalar o GNOME? Instale, mas você não terá qualquer tipo de suporte oficial.

Outra mudança é a filosofia “Um objetivo — um programa” : agora a ISO com a instalação padrão traz somente um programa para cada tarefa (um editor de textos, um gravador de dvd, um navegador, etc.), em vez de incluir vários programas com funções parecidas simplesmente para agradar todos os usuários. Obviamente, você pode instalar outros programas a partir dos repositórios ou até mesmo baixando o código-fonte e compilando.

E o que o usuário ganha com isso? Segundo a própria Mandriva, a escolha de um único gerenciador de janelas permitiu que o time de desenvolvedores reunisse todos os esforços para tornar o Mandriva uma das melhores distros baseadas no KDE, com modificações diversas e customizações para aumentar a velocidade e estabilidade do sistema. E, com a política de apenas um programa por tarefa, a Mandriva garante que esses mesmos programas foram testados exaustivamente e estão totalmente otimizados para uso.

E quais são as mudanças que o Mandriva traz no KDE? O que mais chama a atenção é o SimpleWelcome, um lançador que traz diversos atalhos para os programas mais comuns, documentos acessados e pastas do usuário.

Lembra um pouco o Unity, não?

Para conhecer as outras novidades do Mandriva 2011, não deixe de visitar o tour do sistema. O download da ISO pode ser feito na própria página da distribuição.

Com informações: Blog da Mandriva

Relacionados

Relacionados