Google Maps agora te ajuda a encontrar vagas para estacionar

Emerson Alecrim
Por

Pelo menos nas grandes cidades, encontrar lugar para estacionar o carro é uma tarefa que exige doses elevadíssimas de paciência. Mas há uma boa notícia: a função do Google Maps que ajuda o usuário a descobrir se terá dificuldades para achar vaga perto do local de destino começou a funcionar nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro.

O recurso funciona desde o início do ano em alguns locais dos Estados Unidos, mas, a partir desta terça-feira (29), chega oficialmente a cidades da Europa (como Barcelona, Paris e Londres), Canadá (Toronto e Vancouver) e Brasil.

Google Maps - estacionamento no Brasil

Para usar a função, basta traçar uma rota no Google Maps para Android ou iOS. O serviço indicará a área de estacionamento mais próxima do destino e mostrará qual o nível de dificuldade para encontrar vaga livre ali naquele horário: fácil, médio ou difícil.

De acordo com o Google, a classificação é feita com auxílio de aprendizagem de máquina e com base no histórico de tráfego de cada ponto. A ideia é permitir que o usuário saiba com antecedência se terá dificuldade para estacionar naquele local e, assim, possa estudar uma alternativa, como ir para lá em outro horário ou pedir um Uber (ou similar).

Esse é só o começo. Nos Estados Unidos, o Google Maps passou a permitir que o usuário escolha um estacionamento específico em uma lista de opções que aparece no card que descreve o trajeto, também informando qual o nível de dificuldade de cada um.

Google Maps - estacionamento

Basta escolher um estacionamento na lista para esse ponto ser imediatamente incluído na rota. Depois disso, o serviço poderá até indicar o caminho a pé do estacionamento até o destino. A funcionalidade deve chegar a outros países, mas não há previsão para isso.

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Relacionados

Relacionados