O Windows 10 já roda em notebooks com processadores ARM, mas tem uma série de limitações, como a impossibilidade de executar aplicativos de 64 bits. Isso deve mudar a partir de maio, quando a Microsoft vai anunciar um kit de desenvolvimento (SDK) com suporte a ARM64.

A informação foi revelada pelo gerente geral de Windows, Erin Chappie, ao Engadget. Segundo o executivo, o SDK será lançado na próxima conferência para desenvolvedores Build, que acontece entre os dias 7 e 9 de maio. Com isso, “os desenvolvedores poderão recompilar seus apps para rodarem nativamente em 64 bits em PCs baseados em ARM”.

Na prática, isso significa que os softwares poderão aproveitar melhor o potencial dos chips ARM, tanto em desempenho quanto em recursos. Na plataforma da Intel, o Firefox se beneficia dos 64 bits, apresentando 39% menos travamentos e mais segurança. E o Snapdragon 835, que equipa a primeira leva de notebooks com processadores da Qualcomm, já suporta instruções de 64 bits.

Só não houve nenhum anúncio específico com relação à emulação de softwares x64. Um dos chamarizes do Windows 10 em ARM é a possibilidade de rodar aplicativos compilados originalmente para a plataforma da Intel, sem exigir modificações no código — mas isso só funciona com x86, e o desempenho ainda não é a coisa mais impressionante do mundo.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Paulo Higa

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Relacionados