Google Play Store está levando mais tempo para revisar novos aplicativos

O Google orienta desenvolvedores a separarem três dias em seu planejamento por conta da revisão mais lenta da Play Store

Victor Hugo Silva
Por
• Atualizado há 2 anos
Google Play Store

Como proprietário do Android, o Google precisa garantir que usuários não sejam expostos a aplicativos maliciosos. Pensando nisso, a empresa passou a levar mais tempo no processo de revisão da Play Store, o que não agradou alguns desenvolvedores.

A mudança foi observada no painel da loja de aplicativos para desenvolvedores. Na página, o Google informa que “para ajudar a proteger melhor nossos usuários, dedicaremos mais tempo para analisar completamente seu aplicativo”.

Junto ao alerta, a empresa ainda recomenda que os desenvolvedores busquem mais informações em sua página de suporte. A seção aponta que a medida vale para “algumas contas de desenvolvedor”, mas não explica qual critério faz com que algumas revisões durem mais tempo.

De acordo com o Google, uma notificação no painel mostrará o período estimado para a revisão. Ainda assim, a companhia orienta os desenvolvedores a incluírem ao menos três dias em seu planejamento entre o envio do aplicativo e sua liberação na Play Store.

Apesar de indicar um cuidado maior com a segurança dos usuários, a revisão mais demorada não ajuda os desenvolvedores. Isso porque os responsáveis por um aplicativo só são revisados sobre a mudança depois de o enviarem para a revisão, o que pode comprometer certos prazos.

Com pouca transparência sobre os critérios, é possível esperar que o processo afete qualquer conta de desenvolvedor, mesmo aquelas que já enviaram outros aplicativos anteriormente e que têm com maior reputação na Play Store.

Com informações: XDA Developers.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Victor Hugo Silva

Victor Hugo Silva

Autor

Victor Hugo Silva é formado em jornalismo, mas começou sua carreira em tecnologia como desenvolvedor front-end, fazendo programação de sites institucionais. Neste escopo, adquiriu conhecimento em HTML, CSS, PHP e MySQL. Como repórter, tem passagem pelo iG e pelo G1, o portal de notícias da Globo. No Tecnoblog, foi redator, escrevendo sobre eletrônicos, redes sociais e negócios, entre 2018 e 2021.

Relacionados