Microsoft Edge com base do Google Chrome chega em 15 de janeiro para todos

Microsoft Edge traz novo logotipo, modo IE e proteção contra rastreamento na web; navegador está no Windows e macOS

Felipe Ventura
Por

O novo Microsoft Edge ganhou uma data oficial de lançamento: ele terá disponibilidade geral em 15 de janeiro de 2020 com suporte a mais de 90 idiomas. O navegador usa a engine Chromium, assim como o Google Chrome, e traz um novo logotipo, coleções, modo Internet Explorer e proteção contra rastreamento na web. Ele está disponível no desktop para Windows 10, Windows 7, Windows 8.1 e macOS.

Microsoft Edge

A Microsoft vai liberar uma versão “release candidate” do Edge que poderá ser baixada neste link. Ela se juntará aos canais Beta, Dev e Canary, que recebem atualizações em diferentes frequências.

Yusuf Mehdi, vice-presidente na Microsoft, nota em um blog oficial que 60% do tempo que passamos no PC é dentro do navegador. Imagino que, por isso, a empresa não poderia simplesmente ceder ao Chrome e desistir de fazer um browser. Em vez disso, a Microsoft preferiu usar o Chromium para aumentar a compatibilidade com os sites e expandir o Edge além do Windows 10.

Microsoft Edge tem proteção contra rastreamento na web

Microsoft Edge

O Edge tem a prevenção de rastreamento ativada por padrão. Você pode escolher entre os níveis básico, balanceado e estrito, ou desligar esse recurso. Mehdi diz que, combinado com o Defender SmartScreen, isso pode proteger usuários contra golpes de phishing e vários tipos de malware, incluindo criptojacking (no qual sites mineram criptomoeda sem você saber).

Há também as Coleções, que permitem reunir diferentes links e informações que você encontrar pela web e exportar tudo para um documento do Word. Se você estiver pesquisando preços, o Edge consegue até salvar os dados em uma planilha do Excel.

Microsoft Edge

A Microsoft oferece recursos voltados para empresas, como um modo Internet Explorer para sites antigos. Além disso, ela vai expandir o App Assure a partir do primeiro trimestre de 2020: se um site funcionar no IE11 ou Chrome, mas não no Microsoft Edge, “ajudaremos você a corrigir o problema sem nenhum custo adicional”.

Haverá também uma integração do Microsoft Search à busca do Bing na web: você poderá digitar o nome de um funcionário na barra de endereço e encontrar o nome da equipe dele ou o local no escritório. Será possível obter definições para acrônimos da empresa e encontrar outros tipos de informações internas.

O Microsoft Edge pode ser usado nas versões atualmente suportadas do Windows: 10, 8.1, 7, Server 2008 R2 em diante, e macOS. Há também versões para iPhone, iPad e Android. Vale notar que o Windows 7 perderá suporte no início de 2020, mas receberá atualizações pagas de segurança até 2023.

Microsoft Edge

Com informações: Microsoft.

Relacionados

Relacionados