WhatsApp e Ministério da Saúde lançam stickers sobre coronavírus

Pacote de figurinhas do WhatsApp para Android e iPhone traz recomendações para evitar transmissão do coronavírus (COVID-19)

Felipe Ventura
Por
• Atualizado há 2 anos
WhatsApp coronavírus

O WhatsApp fez uma parceria com o Ministério da Saúde para lançar nesta quinta-feira (12) um pacote de figurinhas para Android e iPhone com recomendações para evitar a transmissão do coronavírus. São 11 stickers com sugestões sobre o COVID-19 dadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde), como lavar as mãos, higienizar objetos e evitar tocar no rosto.

As figurinhas são um trabalho da designer paulistana Ana Cattini. Elas trazem recomendações como “Lave bem as mãos”, “Evite compartilhar objetos, “Evite tocar olhos, boca e nariz” e “Não compartilhe notícias falsas”.

Stickers exigem app para iPhone e Android

Para usar as figurinhas, você precisará instalar o Sticker.ly no Android ou no iPhone. Feito isso, basta baixar o pack através deste link: ele vai abrir o aplicativo com a opção “Adicionar ao WhatsApp”. Também é possível procurar pelo código 6RWR1J no app.

WhatsApp coronavírus

“A população é sedenta por informação, e compartilhar conteúdo de uma maneira menos técnica sobre as formas de prevenção do coronavírus faz com que tenhamos um alcance maior, evitando o compartilhamento de fake news”, argumenta Ana Miguel, coordenadora do Núcleo de Multimídia do Ministério da Saúde, em comunicado.

Até o momento, há pelo menos 60 casos confirmados do coronavírus em todo o Brasil. Não foi registrada nenhuma morte no país devido ao COVID-19.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Ventura

Felipe Ventura

Editor

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. Começou no TB em 2017 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia, e hoje coordena um time de editores-assistentes e a rotina das editorias. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Relacionados