Notícias Internet

Netflix pode seguir Globoplay e adaptar streaming no Brasil

Netflix deve limitar qualidade de streaming no Brasil para evitar sobrecarga na internet do país

Bruno Gall De Blasi
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A Netflix deve reduzir a qualidade do streaming no Brasil. A medida, que já se encontra em vigor na União Europeia, é uma ação da plataforma para evitar sobrecarga na internet durante o período de isolamento para combater o novo coronavírus, causador da COVID-19. Outras plataformas, como Globoplay e YouTube, também aplicaram o limite aos seus usuários.

Netflix / Kon Karampelas / Unsplash

O consumo de internet aumentou em quase todo o mundo durante o período de isolamento para combater a COVID-19. Por isso, tanto a Netflix quanto o YouTube reduziram a qualidade de vídeos na Europa, justamente para garantir o funcionamento pleno da internet no continente.

Agora, segundo o colunista Mauricio Stycer, do site TV e Famosos, a expectativa é de que a Netflix adote a mesma prática no Brasil. “Continuaremos a trabalhar com provedores de serviços de Internet e governos de todo o mundo e aplicaremos essas mudanças conforme necessário em outros lugares”, explica o serviço de streaming à coluna.

Globoplay: qualidade de streaming será limitada no Brasil

O Globoplay irá limitar a qualidade de streaming no Brasil. A partir desta segunda-feira (23), todas as novelas, filmes e séries da plataforma serão reproduzidos em HD (720p), sejam eles ao vivo ou não.

A decisão segue os passos da Netflix e do YouTube na Europa. Segundo a assessoria da Globoplay, “a medida só afeta o tráfego de dados, não havendo limites para a quantidade de vídeos nem para o total de horas consumidas”.

Além do Globoplay, outros serviços online de vídeo da Globo terão a qualidade reduzida da mesma forma. De acordo com Raymundo Barros, diretor de Tecnologia da Globo, a limitação é temporária e deverá ser imperceptível aos clientes – exceto para quem tem televisões com 65 polegadas ou mais.

Com informações: UOL (TV e Famosos) e Netflix

Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Entrou para o Tecnoblog em 2020 e também escreveu para o TechTudo e iHelpBR.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque